segunda-feira, 21 de junho de 2010

São João Baptista




João Baptista é o único Santo cuja comemoração se festeja no próprio dia do seu nascimento (24 de Junho) ao contrário dos outros santos que são festejados no dia da sua morte.
Talvez porque seja o Precursor do Messias, o que vem à frente a preparar os caminhos para a chegada de Jesus.
É um homem simples, amigo do deserto e imbuído de uma missão importantíssima. É aquele cuja “ voz clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas”.
Maria (mãe de Jesus) e sua prima Isabel, estavam ambas grávidas e é interessante ver nestas duas mulheres, uma (Isabel) já muito idosa que, só é mãe por vontade do Senhor (Antigo Testamento), e uma jovem, muito jovem mesmo, escolhida para ser mãe do Salvador (Novo Testamento). João Baptista é pois o último profeta do A.T. e o primeiro apóstolo do N.T. Ele faz a ponte! João Baptista era primo de Jesus Cristo.
Na idade madura começa as suas pregações e era intransigente na hipocrisia e na imoralidade.
É muitas vezes duro naquilo que diz. Começa a baptizar nas margens do Rio Jordão, onde aí, baptiza também o próprio Jesus a mando Deste, pois João achava-se indigno de o fazer.
Mais tarde é decapitado por capricho de Salomé, enteada de Herodes e por João ter denunciado a mancebia entre o Rei Herodes e a mãe de Salomé.
Salomé dançou muito bem numa festa e Herodes satisfeito perguntou-lhe o que ela queria em troca e aconselhada pela mãe, que queria vingança, pediu a cabeça de João Baptista!


É noite de São João
E em cada rua modesta
Cada pedaço de chão
É um pedaço de festa!



Que importa haver queimado
Meu coração, vida além?
As cinzas têm um passado
Que a lenha verde não tem…


- As fogueiras são acesas na tarde de 24 de Junho, acompanhadas de foguetório, jogos, prendas e bailaricos. A fogueira mais tradicional tem a base redonda, como se fosse uma pirâmide.
João Baptista do signo Carneiro (do fogo) dá início ao ano astrológico, no qual o “Sol Espiritual” traz benefícios palpáveis: as sementeiras, as colheitas, para além da alegria, do bom tempo, do convívio…


Em namoro e atrás dela
A rusga do amor é assim.
Casámos, agora é ela
Sempre em rusga atrás de mim!

- São João, o fogo e o solstício de Verão, no hemisfério Norte, estão, então, indissoluvelmente ligados com uma acção, um trabalho essencialmente transformador pelo “Fogo Sagrado”.
O nascimento do Precursor, seis meses antes de Jesus, participa da grandeza do mistério da Encarnação que ele anuncia. Isto se deve à Missão única que na história da Salvação foi confiada a este homem de quem o Salvador dirá mais tarde ”Que foste ver ao deserto? Um Profeta? Sim, eu vos digo, é mais do que um profeta. Este é aquele a que foi dito: Eis que envio à tua frente o meu anjo que preparará o Teu Caminho diante de Ti; pois Eu vos digo que, entre os nascidos de mulheres, não há ninguém maior do que João”.



Três fotos de fogo de artifício sobre a ponte D. Luís no Porto.

Fogo de artifício sobre o rio Douro visto a partir de um dos vários barcos de recreio atracados no cais de Miragaia.



- A imagem de João Baptista é apresentada geralmente com um menino com um carneirinho ao colo. É que foi ele quem anunciou o Cordeiro de Deus.
Apesar de descrito como homem solitário, o povo se encarregou de criar o mito de que João Baptista adora festa barulhenta. No entanto, ele costumava dormir na noite da sua festa.
Mas… se o estrondo do fogo-de-artifício for alto e forte o clarão das fogueiras, o Santo acorda e festeiro como é, desce à terra para comemorar com os homens, principalmente os TRIPEIROS:

São João no Porto:

Arraial, rusgas e marchas:

Recriação de São João com o cordeiro de Deus (Agnus Dei)



Decorações variadas nas ruas do Porto.



Que importa que eu seja pobre!
Sou como a fonte cantante;
Tenho alegria que sobre
Para dar ao caminhante!



Exemplos vários de rusgas de São João.


Decoração e fogo:


A ideia da ingratidão
Pode-se assim exprimir:
Foguete que queima a mão
Que o ajudou a subir…




O fogo-de-artifício de São João centra-se normalmente sobre o rio Douro, lançado das pontes que o transpõe para ser visto em toda a zona ribeirinha de Porto e Gaia (e mais além claro...)


Os foliões:

Muitas rusgas formam-se de improviso pelas ruas da Cidade Invicta.


Ainda há que tente fugir às marteladas... sem grande sucesso!


As ruas enchem-se de gente de todas as idades. Na idade da informação não pode faltar a cobertura televisiva deste que é já um dos grandes eventos populares portugueses e uma entrada em cheio no verão.


Cabe mais alguém? Claro, venha que é bem vindo!


Ias na marcha contente
Nem me viste no caminho…
O Porto era um mar de gente
- E eu, sem ti, tão sozinho.


Onde há espaço dança-se à volta das fogueiras...


Deixas-me tão perturbado
Quando saltas à fogueira
Que até chega a ser pecado
Não pecar á tua beira…


As tradições:



Dum sonho, nasce o desejo
Da promessa, a oração.
Dum abraço, nasce um beijo
E do amor, um balão!....


De todo o lado lançam-se balões de papel, mais ou menos coloridos, que levam o fogo sagrado pelo mundo fora. Há registos de balões que viajaram muitos quilómetros até finalmente se apagarem ou serem consumidos pelo fogo. Um céu de São João atravessado por pequenas estrelas movendo-se agilmente é um espectáculo único, a não perder.



As pessoas muniam-se de alhos pôrros e molhos de cidreira, actualmente as armassão outras, mudaram para martelos de plástico, duros e ruidosos, mas que acabaram por ser bem aceites e hoje já fazem parte da tradição. A festa já na altura juntava mais de meio milhão de pessoas, que tornavam as ruas pejadas de gente, e onde não há atropelos, as zaragatas são de imediato sustidas pelos populares, os beligerantes rapidamente selam a paz com mais um copo e uma pancada de alho pôrro de amizade. O S. João do Porto é uma festa onde ricos e pobres convivem uma noite de inteira fraternidade e onde a festa é constante. Nos bairros, a festa continua e as comissões organizadoras de cada uma mantém o baile animado até altas horas da madrugada. No tempo áureo do alho pôrro quem chegasse ao Porto vindo de fora estranharia o odor espalhado pela cidade... efectivamente ela cheirava a alho.


Nem Mário Soares escapou às marteladas (e algumas parece dadas com vontade eh! eh!)

O martelo de S. João terá sido inventado em 1963 por Manuel António Boaventura que tirou a ideia de um saleiro/pimenteiro que viu numa das suas viagens ao estrangeiro. O conjunto de sal e pimenta tinha o aspecto de um fole ao qual adicionou um apito e um cabo vindo a incorporar tudo no mesmo conjunto e dando-lhe a forma de um martelo. O objectivo inicial era criar mais um brinquedo a adicionar à gama de que dispunha...






A tradição das cascatas de S. João já é antiga e continua a fazer parte das comemorações da cidade.
Dois séculos depois, a tradição mantém-se. Apesar de existirem em menor número, as cascatas continuam a fazer parte das comemorações do S. João, no Porto, para além do indispensável alho-porro e do manjerico.

Ó meu S. João do Porto,
quando chegas está tudo morto pra nas fogueiras saltar!
Ai, meu S. João do Bolhão e Fontainhas,
das cascatas enfeitadinhas e dos balões pelo ar!…





A cidade:
Toda a cidade é inundada pela cor...

Nenhuma rua, grande ou pequena, escapa ao espírito, à cor e à luz que o São João representa.

Eu quisera ser o vento
Fosse na serra ou na praia,
Que fazes no movimento
Do teu andar com a saia…


Ando no são João, a rodar
Sozinha, desiludida…
Por ter perdido o meu par
Na contradança da vida!

Na Ribeira do Porto, onde parece não caber mais ninguém, o povo junta a cidade ao rio, numa enorme maré de alegria, cor e simplicidade...


Visto de Gaia, o Porto, engalanado, abre as suas portas ao mundo, às gentes... Venha quem vier será por uma noite portuense, tripeiro...

Que não tenho coração
Dizes por aí… bem sei!
Como queres que eu ainda tenha
Uma coisa que já te dei?

Hoje em dia a festa tradicional, popular, beneficia já de forte apelo turístico e do consequente apoio à organização prestado pelo município e outras instituições públicas e privadas.


A gastronomia:

Tradicional é a sardinha a pingar no pão!!! Ou com batata cozida e pimentos assados! Hmmm...



Mas cada vez mais o tripeiro reverte a outras tradições na noite de São João. Seja porque a crise fez subir o preço da sardinha ou porque a Comunidade Europeia fez reduzir as quotas de pesca, vê-se mais e mais a francesinha e as tripas a entrarem na ementa do São João. Até porque dão aquela força extra para um grande noite de cada folião!

Tripas à moda do Porto.


Francesinha..............................................................

A Francesinha é um prato típico da cidade do Porto, baseado numa tosta francesa, supostamente recriado por um cozinheiro emigrante retornado de França. É constituída recheada com carnes várias, coberta com queijo (posteriormente derretido). É normalmente guarnecida com um molho cuja receita é suposta ser o seu maior segredo de confecção. Ovos estrelados (no topo da sanduíche) e batatas fritas são facultativos.
Uma das teorias sobre a origem da francesinha remonta aos tempos das invasões francesas: Os soldados franceses costumavam comer umas sandes com pão de forma e onde colocavam toda a espécie de carnes e muito queijo. Mas faltava a tal coisa importantíssima que os portuenses imediatamente passaram a colocar nas ditas sandes – o molho.


Olhei…olhaste…depois
Fomos dançar deslumbrados!
Ficámos cegos os dois
Por mal dos nossos pecados!


O Culto:
Igreja de São João Baptista, Foz do Douro, Porto.


Altar de culto e homanagem ao santo.


Figura "popular" e artesanal de São João.



Santo António já sa acabou
O são Pedro está-se a acabar
São João dá-me cá um balão
Para eu brincar…



94 comentários:

  1. Oi Graça
    Quantos festas bonitas, quantas comidas gostosas, deu até vontade de estar aí. Aqui no Brasil também comemora-se o dia de São João, mas achei as festa daí mais bonitas. Parabéns pelo post foi completo
    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Que maravilha, graça, este post sobre o S. João do Porto! Trabalho esmerado e muito completo que, estou certo, faria mais pela promoção desta tão tradicional festa tripeira do que os mais sofisticados e caros anúncios promocionais!
    PARABÉNS por esta obra louvável! Tripeiro (mais exactamente Gaiense) a viver em Braga, onde também se festeja este Santo Popular, tenho saudades das noites de folia que, na minha juventude, vivi desde as Fontainhas à Ribeira, da baixa à Boavista, num vaivém que, até ao amanhecer, juntava em ameno e saudável convívio - bem alimentado e regado a preceito, claro - jovens há pouco ou há muito tempo, até onde a resistência física o permitisse!
    Beijinho, Graça (visito-a hoje a partir do meu novo espaço de contos que a convido a visitar)

    ResponderEliminar
  3. Minha querida Graça

    Apenas maravilhoso o teu post, muito completo, com tudo a que tem direito.
    Adorei

    deixo um beijinho carinhoso
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  4. Querida Graça, amiga!

    Eu senti-me no Porto, nas Fontainhas e à beira rio a ver o fogo de artífio lançado dos barcos rabelos e não só.
    Que maravilha de post!
    Não falta cá mesmo nada, foste até ao último pormenor.

    Ainda cá volto para ver melhor essas fotos lindas.

    Beijo grande e doce.

    Na casa do rau

    ResponderEliminar
  5. Boa noite Graça,
    os meus sinceros parabéns, o post está fabuloso, perfeito, não faltou mesmo nada e as sardinhas assadas fizeram-me crescer água na boca.

    Beijinhos,
    Ana Martins
    Ave Sem Asas

    ResponderEliminar
  6. Minha Boa Amiga Graça,
    Um post muito interessante e a propósito! O S. João é muito festejado no Porto, a alegria sai à rua e durante essa noite quase tudo é permitido!Muitos parabéns pois conseguiu nele focar tudo quanto se passa nessa noite. Cá por Lisboa é o Santo António e nessa noite também se vem para a rua festejá-lo com as Marchas populares e com a bela sardinha assada...
    Que se divirta muito na noite de 24 é o meu desejo.

    ResponderEliminar
  7. Graça;

    Que maravilhosa reportagem (texto e imagens), de uma festa popular das mais queridas do povo português!...

    Esta bela reportagem, digna das mais belas páginas da melhor da nossa imprensa, deveria ser guardada pelos historiadores e responsáveis pelos pelouros culturais e isso eu vou fazer porque é toda a tradição popular contada sem esquecer o menor detalhe.
    Também eu festegei muito o São João porque era um dos Padroeiros da terra onde nasci, mas hoje a tradição, com os modernismos que a ela se foram adicionando, já não tem o brilho de outrora.

    Obrigado, Graça, por me teres feito, por instantes, viajar no tempo.
    Esta foi uma das mais belas reportagens culturais que eu li nos ultimos anos.
    bjs, Graça.
    Osvaldo

    ResponderEliminar
  8. MINHA querida GrAÇa: maravilhoso post, enriquecido por todas as belas fotos e pelo texto informativo, com tanto de lírico, que me deu tanto de ti e de S.JOÃO!
    BEIJOS DE LUSIBERO

    ResponderEliminar
  9. Acabei de fazer uma bela viagem participando de uma excelente festa aqui nesse seu post.
    Parabéns!
    As imagens estão belíssimas.
    Quem sabe um dia ainda vou passar essa grande festa aí!

    VIVA SÃO JOÃO!

    Xeros

    ResponderEliminar
  10. Muito muito completo. Aqui é o S.Pedro. As ruas já estão enfeitadas. Provavelmente irei ao Porto um destes dias, para a apresentação do livrinho que eu e a Ana "arranjámos". Dir-te-ei pois talvez seja uma maniera de nos conhecermos e encontrarmos. beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Graça,obrigada pela aula das tradições juninas em Portugal,de onde recebemos todas as influências. Maravilhoso!!!!!!!!!!!!!!!!!Muito legal a sua idéia de fazer uma "Blogagem Coletiva", pois é uma forma de conhecer as festas juninas de lugares diferentes,mas sempre trazendo a influência dos portugueses.Agora, aqui vai o meu convite para os seus seguidores que quiserem me visitar,pois assim conhecerão um pouco das festas juninas no Nordeste do Brasil.Sou mineira,mas gosto do folclore e da criatividade e beleza deste povo.


    "Minha gente eu vim do Nordeste,
    Do mato, lá do fundão...
    Deixei a minha paioça,
    Deixei o meu coração,
    A mode de festejá
    Meu santo,meu São João!

    Venham todos com as famia
    Traga as neta,traga as fia
    Os pai,as mãe,as avó
    Que nós recebe com amizade
    A casa é grande,cumpade
    E os coração é maió."

    Acessem:http://emily1947.blogspot.com/....BeijosEmília

    ResponderEliminar
  12. Olá GRAÇA!
    Querida Amiga, eu adoro RUI VELOSO, mas por causa dele estou a escrever o comentário pela 2ª vez!....Bem....
    Acho a sua descrição das festas dos SANTOS POPULARES uma maravilha.Sei que os portuenses são muito foliões mas nunca me tinha apercebido de como deve ser bonita a noite de S.JOÃO.Apeteceu-me pegar na trouxa e ir até aí.
    Parabéns pelo seu belo texto e divirta-se muito.
    Beijinhos.HELENA

    ResponderEliminar
  13. Uma das postagens mais elaboradas que encontrei aqui, Gracita!
    Que coisa mais linda!!!!
    Tudo tão cheio de cores, de alegria, de fogos que pude mesmo daqui sentir a euforia que chegará depois de amanhã.
    Adorei os pratos típicos e os balões, se bem que aqui são terminantemente proibidos, mas é belo ver as suas luzes pintar o céu.
    Que seu São João daí seja tão feliz quanto o nosso daqui.
    Beijinhos em teu coração, amiga

    ResponderEliminar
  14. Graça,
    Sua postagem está MARAVILHOSA. Que bom saber dessas tradições aí em Portugal.
    Não sabia das "marteladas", deve ser muito divertido (rsss).
    Ainda estou a preparar a minha postagem, que será bem mais modesta que a sua, mas feita com bastante carinho para continuar a "Blogagem Coletiva".
    Parabéns!
    Bjs.

    ResponderEliminar
  15. Este pão esta sardinha
    as tripas e o feijão
    esta festa tua e minha
    na noite de são João

    Vamos pra brincadeira
    nesta noite de folia
    comer a noite inteira
    ate amanhecer o dia

    O meu rico São João
    não é pedido que se faça
    mas arranja aí um balão
    ofereço o por mim à Graça

    Beijinho grande,
    José.

    ResponderEliminar
  16. Querido José
    Acertemos o passo
    neste nosso são João
    Aqui vai um abraço
    De todo o coração!

    São João é a Amizade
    que brota do coração
    e é nesta felicidade
    que ele traça a união.

    Vou pedir com carinho
    Ao nosso Santo maior
    Que nos dê outro caminho
    num futuro muito melhor!

    Um beijinho de muito carinho
    Graça

    ResponderEliminar
  17. ...ai que coisa mais linda de post!

    e estas comidas então?

    quase me afoguei nos pratos!

    gosto da maneira que escreves!

    beijos, querida!

    ResponderEliminar
  18. Graça Amiga,
    Como tripeiro, não posso deixar de me manifestar e rever nesta tua/nossa Festa do S. João.
    Está maravilhosamente elaborada, apresentada e credenciada com a tua assinatura de PESSOA.
    Permite-me só esta quadra:

    Na noite de manjericos
    Vão no balão mais uns cobres:
    Brincamos vida de ricos
    Vivemos vida de pobres.

    bj
    J

    ResponderEliminar
  19. Graça
    Amiga que maravilha de festa. Confesso que não conhecia muitas das festas e tradicões que apresentastes aqui. E quanto aos fogos de artício parece quer estou cá no Ano Novo nas praias da Zona Sul.
    Quantas aos saborosos pratos me apeteceu este pão com sardinha que devia estar delicioso.
    Fostes tão completa que nos poupastes em nossas blogagens.
    Parabéns
    Assim que tiver postado a minha te aviso.
    Beijos

    ResponderEliminar
  20. Olá Graça

    Um post de LUXO!
    Senti a noite de S.João.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  21. Oi Graça. Interessantíssimo este seu post sobre o S. João. Já assisti a esta festa muitas vezes, pois moro perto. Aqui em Famalicão festeja-se o S. António; foi uma semana de festas; agora temos também aqui perto o S. João de Braga e logo de seguida o S. Pedro na Póvoa de Varzim, pertinho também de Famalicão.Fiquei a saber mais sobre este santo popular. Um beijinho e uma boa noitada de S. João.
    Emília

    ResponderEliminar
  22. Graça, a noite de sao Joao e tambem na Galiza una festa de primer orden, sardinhas e fogo encluido. Obrigado por a remembraza

    Jorge A Lastra

    ResponderEliminar
  23. Graça
    Estou aqui para avisar que já postei A Blogagem de São João

    Link
    http://mamyrene.blogspot.com/2010/06/blogagem-colectiva-sao-joao.html

    Beijos

    ResponderEliminar
  24. Graça,
    Adoro as festas Juninas
    e te lendo e aprendendo...
    Eu já sabia que S. João Batista era o precursor de Jesus, mas não sabia que fora decapitado a mando de Salomé. Quanta injustiça.

    Aproveito para agradecer-lhe a presença em meus postados sempre.
    bjs

    ResponderEliminar
  25. Na ilha da eternidade sobrevivi aos naufrágios,
    sem perder o amor ao mar ....Saudades!!

    M@ria

    ResponderEliminar
  26. Oi Graça,
    Vim aqui pra te convidar a ver minha postagem sobre São João.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  27. Ao som do mais belo poema que Carlos Té fez ao nosso Porto, cantado pelo nosso único Rui Veloso, que o faz como ninguém...
    No meio desta festa completa, perfeita e mostrando com todos os detalhes possíveis a festa do São João no Porto...
    Venho dizer-te, querida Graça, que na Galeria de Selos e Prémios do Rau - http://naquintadorau2.blogspot.com/, tens o Lovely and Loyal Friend Award para ti.
    Um selo que eu considero muito especial.

    Bejinhos

    Na Casa do Rau

    ResponderEliminar
  28. Se te derem mil motivos para chorar,
    Mostre a eles que você têm mil e um motivos para sorrir!
    Tudo na vida têm os dois lados da moeda.
    Um dia choramos ... Outro dia sorrimos!
    Um dia perdemos ... Outro dia ganhamos!
    Mas pelo menos viva aquele momento!
    Ou fique apenas observando a vida passar!

    Um bom dia para si
    beijinhos
    O tempo não para, a escolha é sua!

    ResponderEliminar
  29. Graça. Lindo post, linda festa, lindas fotos. Quanta alegria. É contagiante. Beijos, amiga e fique com Deus.

    ResponderEliminar
  30. Graça, és imbatível.
    Um post desta categoria e deste tamanho é impossível eu fazer.
    Como te tinha dito estive fora, cheguei ontem à noite e vou tentar fazer hoje o meu post para a blogagem colectiva.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  31. GRACINHA: não sei se já cá vim... olha, também não vou correr todos os comentários, porque nunca o faço , para poder dar uma opinião não influenciada!
    Quero que te divirtas , com toda a alegria que o coração permitir, não te esquecendo- nunca!- que LÁ estão, pelo menos,dois "ALGUÉM" que te querem bem ,espiritualmente:
    Feliz noite de S. João
    Beijinhos de Mº Elisa

    ResponderEliminar
  32. O prazo do concurso para o S.João já terminou?é que perdi o norte das datas:).postei no clipsdevidro uma frase, se ainda valer estou em jogo:)
    bjinho e bom S.João!!!

    ResponderEliminar
  33. Querida Tulipa
    O verdadeiro São João...só começa ao cair da noite...por isso, estás muito a tempo...
    Enquanto as sardinhas assam...fazes a tua prosa!!
    Beijocas
    Graça

    ResponderEliminar
  34. Valha-nos a tradição para a alegria sair às ruas.
    Cumps

    ResponderEliminar
  35. Viva o São João, que é a FESTA GRANDE do nosso PORTO!
    O post está simplesmente MARAVILHOSO!
    Beijo
    Ligia

    ResponderEliminar
  36. Graça

    Parabéns pelo trabalho aqui deixado.
    O S,Jõao e mesmo...assim

    Daqui a pouco sigo para aí para o são João ... Lá para os lados de Matosinhas as sardinhas esperam-me...
    beijos

    ResponderEliminar
  37. Graça,
    Desta vez este teu trabalho excedeu tudo o que seria de esperar numa "simples" postagem! Será uma pena que tantos elementos se percam nesta voragem diária em que vivemos.

    Parabéns sinceros! Foi um prazer os momentos em que "vivi" o S. João!

    Beijo,
    António

    ResponderEliminar
  38. São dizeres bem engendrados
    Aqueles que aqui estão
    Os santos são festejados
    É bem velha a tradição

    Sem poder participar
    Sinto-me agora de fora
    Para não me envergonhar
    Tiro o chapéu, vou embora.

    Um Bom S. João e um enorme PARABÉNS por este belo trabalho.

    Beijo

    ResponderEliminar
  39. Querida Graça. Como tripeira que sou,mas residente noutra cidade.Reconheço o trabalho primoroso aqui feito,onde nada faltou que é da festa.Foram anos a fio que andavamos até cair para o lado de cansaço,mas a juventude da altura assim ditava,era muita alegria numa noite,muita dança até ao ronper do dia e banho na foz.
    Gostei muito de recordar um pouco...outros tempos.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  40. Olá Graça

    Primeiro que nada quero dizer-lhe que apreciei e gostei muito, da sua fiel descrição do texto sagrado, sobre a vida e obra de João Baptista.

    Foi óptimo porque a maioria das pessoas não conhece.

    Depois, bom, depois, deixe que lhe diga que fiquei deslumbrada pelo seu excelente e aturado trabalho...acerca dessas festas nortenhas que tão famosas são.

    Está primorosamente bem escrito e muitíssimo bem documentado com todas essas belas e atraentes fotografias.

    Quanto trabalho, este post lhe deu!

    Sabe,através dele fiquei completamente esclarecida acerca do "S. João do Porto."

    Sabia que era grande a festa...porém não imaginava tanto.

    Parabéns pelo excelentte trabalho.

    E já agora...desejo que logo á noite possa usufruir de toda essa alegria.
    Aproveite.

    Um grande abraço.


    Ah! Já me esquecia!

    Posso "roubar-lhe" a foto dos alhos porros?

    Para a minha colecção.

    Obrigada.

    viviana

    ResponderEliminar
  41. Estive ausente 10 dias e regresso hoje, com o post da blogagem colectiva sobre o S. João.

    A minha intenção neste post é mostrar-vos um verdadeiro GUIA DE SOBREVIVÊNCIA, nestes dias de grande reinação.
    Chegaram os santos populares e com eles foi-se o sossego. Renda-se às tradições e junte-se à festa, seja ela em honra de que santo for. Mas como nem tudo são rosas, ou manjericos, é sempre bom saber uns truques de sobrevivência para que se possa divertir até de manhã sem nenhum tipo de chatices.
    Antes de sair de casa - A prevenção para uma noite bem passada começa em casa. Primeiro que tudo, pense na roupa que vai vestir. Lembre-se que está calor, que vai para o meio da confusão, que vai ser uma entre milhares de pessoas e que se vai fartar de andar e dançar. Sendo assim, nada melhor que roupa simples, leve e fresca. Nos pés nem pense em pôr saltos altos ou chinelos! Depois vai passar o tempo todo a queixar-se das bolhas. Por isso não arrisque. Sapatos confortáveis e fechadinhos.

    Abraços sanjoaninos.

    ResponderEliminar
  42. graaaaaaaaaaaaaande! festa!

    a noite ainda está tão pequenina, mas imagino o que vai aí por essas cabeças...

    diverte-te Graça!

    beijinhos

    Manuela

    ResponderEliminar
  43. Já vi que vais comemorar ou não podes? Vim de lá a semana passada, que pena.

    Bjo

    ResponderEliminar
  44. Boa noite Graça,

    Quero dizer, uma boa noite de S.João! Quando não dormimos nada por qualquer motivo, é costume dizer que tivemos uma noite de S.João!
    E... hoje, no Porto (e não só), toda a gente vai festejar e nada de pensar em dormir...

    Gosto muito de S.João Baptista, talvez até por saber desde a Catequese, da maneira como e porquê foi assassinado: entre muitas coisas,por caprichos!

    Acho que é um Santo de Baptismo - Vida - e não como os outros que, cheiram um pouco a Extrema-Unção! Mas... não faço discriminações, porque não foram eles que escolheram ser assim celebrados.

    Chacun à sa place, todos são grandes catalizadores de Fé, pese embora todo o profano dos festejos!

    Este blog ficou uma maravilha com as profanas sardinhas, arraiais e tudo o que esta gigante e brilhante reportagem aqui exibe!Parabéns, pela exposição da parte Sacra mostrando o Santo nos pormenores que recordo.

    Recordando, gostava mais do alho porro do que dos martelinhos de plástico... ou antes: gostava mais da idade
    que eu tinha na altura...!

    Beijinhos de S.João,
    que sou eu a dar...

    César Ramos

    ResponderEliminar
  45. Querida Graça,

    Cheguei ontem depois de uns dias de férias, pois não podia perder o NOSSO S.João!!!
    Parabéns pela verdadeira reportagem que vim encontrar aqui! Perdi-me em emoções que vou reviver daqui a pouco!
    Obrigado pelo teu carinho.

    Se te vir... vou reconhecer-te!!! :))

    Beijos
    AL

    ResponderEliminar
  46. Querida Viviana
    Os alhos porros....são todos teus, mas....deixa uma janela aberta!!
    beijocas
    Graça

    ResponderEliminar
  47. São João verdadeiro
    É mesmo o...Tripeiro!!!
    Beijo
    Teresa (Quelimane)

    ResponderEliminar
  48. Oi Graça! Que bela descrição, apesar de não conhecê-la, senti como se tivesse vivenciado esta maravilhosa festa. Aqui as fogueiras são acesas as 18:00hs. do dia 23, ou seja, na véspera do São João. Beleza de post amiga. Adorei!

    Beijos e um ótimo São João pra ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderEliminar
  49. querida graça,
    a mais linda postagem que meus olhos se deparam.
    linda descrição, fotos perfeitas, comidas deliciosas.
    e muita alegria!
    divirta-se amiga.
    bjos com carinho...

    ResponderEliminar
  50. Minha querida amiga, que demonstração Bonita e completa do S. João!!!

    Mil beijos cheios de saudade...

    ASS: Diferente

    ResponderEliminar
  51. Querida Graça,

    Acabei de publicar uma amostra do que se faz por Cerveira para celebrar o São João.
    O pouco que verás aqui http://cvssemprejovens.blogspot.com/2010/06/sao-joao-na-carvalha-vila-nova-de.html
    aconteceu ontem à noite.

    Bom dia de São João, e muitos
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  52. Querida Graça!
    Este é sem dúvida um dos posts, mais bonitos que tenho visto por aí, parabéns, e um resto de um bom dia de São João para ti,

    Um beijinho,
    José.

    ResponderEliminar
  53. Quando vejo tudo isso fico triste por não estar visitando meus amigos com boas novas e nem como gostaria....

    Mensagem coletiva:

    Meu blogger de orações que é tudo para mim, que está no primeiro lugar na busca no Google para "Pedido de Missa" foi indexado, indevidamente, com "pop ups"da indústria pornográfica, “Penthouse”, com nome “Big Church", tentando levar meus visitantes para lá. Peço que ignorem! Entrei com uma Ação Judicial e o Google diz que o culpado é o contador: "GEOVISITE"(abaixo no blogger), um parceiro comercial do Google, contudo.
    Como existe a Política zero pop up do Google, que descobri recentemente, esperar que o Google, dono do blogger, resolva este impasse.

    ....
    Terei que voltar à guerrilha quando imaginava ter saído do deserto.... enfim. Beijos, mari.
    REza por mim amiga!

    ResponderEliminar
  54. Maravilhosa festa...numa bela descrição...
    Beijo d'anjo

    ResponderEliminar
  55. Mari, minha Querida
    Quando se ultrapassa os obstáculos...depois o caminho tem outro sabor! Rezo por ti!
    Beijo
    Graça

    ResponderEliminar
  56. .

    . Graça, .

    . este post está tant.íssimo de tão completo que está .

    . um feliz dia de S. João e muito, muito obrigado por ser quem é . uma pessoa enorme, vertical, as.cendente onde a amizade se cumpre em cada momento de ascese .

    .

    . ! os meus parabéns .

    .

    . e,,, . porque gostei tanto do Seu comentário no "intemporal" ... decidi levá.lo para os meus terraços, onde o tempo convida à sensação do momento . sendo brisa, e nunca vento .

    . [http://terracosdeumanjo.blogspot.com/] .

    .

    . deixo um beijo de carinho e o meu profundo agradecimento,,, .

    .

    . paulo .

    .

    ResponderEliminar
  57. Há imenso tempo que sentia vontade de conhecer o teu espaço (porque tenho visto comentários teus de que gostei), mas por um motivo ou por outro, foi passando.
    Parece que escolhi "a dedo" o dia para vir cá :)
    Um post sobre o S.João do Porto!
    Eu vivo em Lisboa mas estudei e vivi no Porto até casar, de modo que o Porto tem um lugarzinho muito especial no meu coração. Tenho lá muitos familiares e casais amigos, e de vez em quando vamos lá.
    Foi um prazer muito especial recordar aqui os festejos de S. João, a que já não assisto há uma data de anos!

    O post está óptimo, rico de imagens e informação útil. Adorei.

    Vou fazer-me tua seguidora, se mo permites, e continuarei a visitar-te.

    Até sempre. Beijinhos

    ResponderEliminar
  58. Olá Graça, Obrigada por me fazer sentir no S. João. Não faltou nada, nem os martelinhos, a sardinha assada e a história dos primórdios.
    Obrigada pelo Post.
    Beijinhos
    Bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  59. "Amor é o que se aprende no limite,
    depois de se arquivar toda a
    ciência herdada, ouvida.
    Amor começa tarde."

    (Carlos Drummod Andrade)


    Uma tarde de luz e carinhos prá ti...M@ria

    ResponderEliminar
  60. Olá querida.
    Adorei tudo o que foi dito do S João.
    Para quem vive esta festa desde que nasceu é comovente ver escrito desta forma.Até me vieram as lagrimas aos olhos.
    Os martelos , o alho porro,os ramos de erva cidreira, o cheiro da sardinha nas ruas tudo faz parte de nós,da nossa tradição.
    Parabéns.
    Agora fico aguardar o S.Pedro que não tarda,e aqui bem pertinho.
    Bjinhos
    Parabéns

    ResponderEliminar
  61. Foi gostoso ler e aprender. Uma aula dos costumes e tradições de um povo tão próximo e com escolhas tão diferentes e belas. Hoje comemoramos com menos entusiasmo a data. Principalmente nas cidades. Existe uma 'festança' de São João no Norte/Nordeste do País, com muitas fogueiras e doces. Não conhecia o martelo e a francesinha. Muito obrigado por compartilhar e parabéns pelo bom gosto das imagens. Beijos.

    ResponderEliminar
  62. Ai que esta sardinha está a me chamar.
    Querida Graça, que São João te abençoe e proteja.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  63. Alegria, alegria,
    estamos no São João,
    vamos todos pra folia
    com o aquinho e balão...

    Quantas saudades!!!
    Me invade a emoção,
    Coisas da minha cidade
    Que chegam ao coração.

    Que grande profusão
    Percebi, neste deambular
    Petiscos e tradição
    que nem me deixa pensar.

    Que bonito, que trabalho mais bem feito.
    Os meus parabéns.
    Nota-se que está feito com a alma...

    Um chi coração desde a emoção que me invade

    ResponderEliminar
  64. Ai, Graça,

    Adorei tudo o que vi por aqui, mas estou com tanto sono da noitada, que hoje já não consigo escrever mais nada de jeito, foi tão bonito o fogo visto daqui do lado norte do rio e foi tanta martelada, que já não dá para contar mais, mas ainda gosto da tradição do alho porro, da cidreira e outras. Amanhã volto para contar o resto.
    Adorei ler de forma tão linda e original a história de S. João como o último profeta e o primeiro apóstolo, por isso ele é tão folgazão, :))
    Beijinhos de Boa noite.
    Amanhã tenho que levantar cedinho.

    Beijinho grande
    Branca

    ResponderEliminar
  65. Olá amiga Graça, mas que lindo poste de S. João. És excecional amiga. Também publiquei o meu mas mais humilde amiga não tem nada a ver com o teu. Nem as sardinhas faltaram. Beijos muitos.

    ResponderEliminar
  66. Nossa,Graça,imagens maravilhosas,perfeito!
    É sempre bom vir aqui.
    Grande abraço,boas energias,
    Mari

    ResponderEliminar
  67. Graça,
    que postagem maravilhosa!
    Recheada de encanto, cor e amor.
    Parabéns!
    saudações desde o Brasil,
    li

    ResponderEliminar
  68. Olá, querida Graça, com que gosto visito o teu cantinho, com que prazer leio as tuas palavras, sempre eruditas, sempre poéticas... Estou sempre a aprender contigo!
    S.João recorda-me a minha meninice, o saltar da fogueira, o tronco envolto em material incandescente, normalmente mato seco, tojos, carquejas, silvas, o cântaro preso a um fio, que queimado pelo fogo se estilhaçava no chão (por maldade e ignorância na ruralidade, havia quem lá colocasse um pobre gato, que depois no chão fugia, encalorado, a sete pés), os petiscos, normalmente a tradicional sardinha assada, os bailaricos e consequente namoricos... enfim momentos, divertidos, bem passados e que nunca esquecem!
    Beijo de muito carinho, para ti, querida Graça.
    Foi bom estar contigo.
    Carlos

    ResponderEliminar
  69. Amiga Graça, ando em falta contigo! Mas além de minha conexão andar pe´ssima, não ando lá muito bem da vida, desanimada e coisas que tais... mas agora ando com um projeto pessoal e estou a me atirar neles com unhas e dentes. Que beleza de festa de São João! Não tinha ideia que essa data era tão festejada no Porto! Fiquei deslumbrada! Aqui na minha cidade, Niterói, é feriado, pois o santo é padroeiro da cidade, mas não há festas nem comemorações, somente feriado nesse dia...no nordeste do Brasil sim, se comemora as festas juninas e o São João como se deve...eu adoro, pois gosto demais das comidas típicas dessa época. Post deslumbrante, como sempre! Grande beijo.

    ResponderEliminar
  70. Oi, Graça, não sabia que a Festa de São João tinha tamanha envergadura aí. Lindas fotos; linda festa. Lembro de que eu participava, quando criança, das festas de minha escola; tinha todos estes quitutes e mais uma enorme quermesse o qual todas as crianças se divertiam muito; era só esperar o dia para irmos às tendas e comer algodão doce, pipoca, pinhão, quentão, pé de moleque, passoquinha, amendoim e outros coisinhas. E cada uma de nós caprichava na indumentária. E as ruas cheias de bandeirninhas...

    Hoje, ainda é muito comemorada em todas as cidades do Brasil, tanto nas metrópoles como no interior. O único problema são os fogos...

    Grande beijo
    Tais luso

    ResponderEliminar
  71. Graça,que festança maravilhosa!Vcs portugueses sabem mesmo comemorar!Que belíssima sua homenagem a São João!Adorei seu artigo,suas trovas e fotos!Tudo tocou e aqueceu o lado portugues do meu coração!Bjs,

    ResponderEliminar
  72. Olá Graça, adorei este "post" sobre o S.João, muito completo na descrição da nossa maior festa popular e na ilustração. Sem dúvida, um excelente trabalho para dar a conhecer a festa de S. João. Parabéns

    Beijinho

    PS: Vou colocar como blogue destaque da semana o teu link, no meu blog.

    ResponderEliminar
  73. Querida Graça,

    Adorei o teu post sobre o S. João …completíssimo e com lindas imagens. Um trabalho feito com amor.

    Venho sempre atrasada
    Mas gosto muito de ler
    Teus textos com atenção
    Acredita… podes crer!

    Na noite de S. João
    Vi uma estrela brilhar
    Só podia ser a Graça
    No céu estava a dançar

    Depois de lançar o balão
    Senti o coração bater
    Regressei de madrugada
    Para ver o sol nascer

    Agradeço os teus versos
    Tanta ternura e carinho
    Pelo teu post aqui deixo
    Um abraço e um beijinho

    Obrigado Graça pelo lindo ser que és.

    Mais um abraço com muita paz

    ResponderEliminar
  74. Graça
    Este post está fabuloso! senti-me como se tivesse estado no Porto a partilhar dessas festas, até o aroma da sardinhita assada me chegou aqui...que maravilha! parabéns amiga.
    Bjs

    ResponderEliminar
  75. Oi, Graça,
    Uma beleza a sua postagem.
    Tenho muita saudade das festas de São João que o meu avô fazia. Saudade da fogueira, da reza do terço, das comidas, bebidas e brincadeiras. Era muito bom ver reunidos os familiares, os amigos. Era só alegria. Tempo bom que ficou para trás.

    bjs

    ResponderEliminar
  76. Olá Graça bom dia:

    De retorno a esta comunidade Blogueira aqui estou de novo mas, desde já te digo em resposta ao que me perguntas-te num comentário, eu não fui ao Mundial OK?

    Vai-se vendo cá pela TV e é o bastante, pois África do Sul, por lá passei, Cidade do Cabo e Durban, uma beleza que não mais se pode esquecer onde o tempo era outro em que a saudade ficou.

    Bem mas falando agora sobre este teu post, isto é um autêntico hino de postagem que merece 5***** das grandes.

    S. João do Porto defacto é um explendor de festa onde há de tudo, só quem aí está neste dia poderá ver e depois dizer a grandeza desta festa tão grandiosa.

    Parabéns por este magnífico post que deslumbra qualquer pessoa que o possa ver.

    S. João meu santo lindo
    Dá-me lá uma moedinha
    P'ra eu comer nesta noite
    Uma saborosa sardinha

    Meu santo de grande folia
    Nesta noite sem parar
    Salto a fogueira contente
    P'ró meu amor encantar

    S.João que lindo és
    Dizem as moças no bailarico
    Que cheiro tão belo elas tem
    É o cheiro do manjerico

    Ai meu santo S. João
    Que beleza de festança
    De ti trago no coração
    Um grande amor como lembrança.

    Bjos, bom fim de semana com muita alegria.

    ResponderEliminar
  77. E cá estou de novo Gracinha, para ler tudo com menos sono, já passadas as consequências da festa, :)).
    E é mesmo assim, há muitos muitos anos que não me metia na multidão, este ano jurei que tinha que recordar ao vivo, ao vivo é outra coisa, as brincadeiras, a graça, a espontaneidade de uma cidade em festa e segura faz desta noite uma noite única.

    O Fogo foi lindísimo, a maior parte dele a partir de barcaças colocadas no rio, algum na ponte também.

    Gostei imenso de ler tudo que tem aqui, não faltou nenhum pormenor e as quadras que escolheu foram das mais significativas que já li, lindíssimas.

    Um beijinho grande
    Branca

    ResponderEliminar
  78. Tenho vindo aqui espreitar os santos todos...estou á espera do são Pedro que é o festejado onde moro, aliás, a festança já começou...
    Obrigado
    Anonimo

    ResponderEliminar
  79. Oi Graça!!!
    Que Maravilha! Realmente é uma súper postagem, adorei o texto, tão rico em detalhes e as fotos, que falam por si só, genial.
    Beijinhos
    Ângela Guedes

    ResponderEliminar
  80. Belíssimo. Amei! Parabéns.
    Fiz um deliciosa viagem nas informações, aqui, obtidas.
    Bjs no coração

    ResponderEliminar
  81. Olá Graça,
    Espero que o teu S. João tenha sido bom. O teu post está bom demais, de facto como «tripeira» posso testemunhar que não falta nada, tem carácter informativo, lúdico, gastronómico...está tudo aqui e exposto bem à tua maneira! BRILHANTE!?...
    Beijinhos,
    Manuela

    ResponderEliminar
  82. Olá amiga Graça!
    Só posso dizer que muito aprendi, pois está aqui um levantamento muito completo e documentado de forma exemplar.
    Como se premeia um trabalho assim?
    - É que dizer-me grato, não é retorno suficiente!
    Kandandos

    ResponderEliminar
  83. Um belo post, que me remete ao tempo de infância. As festas juninas reuniam a comunidade do lugar onde eu morava. Em tamanho, claro!, não se comparavam às hoje realizadas. E parece-me que por aí, são maiores ainda.

    Adorei revisitar a história de João Batista; e ver as fotos, as delícias culinárias... Diverti-me com as marteladas. rsrs

    Seu post é uma bela festa!

    Bjs, Graça, e inté!

    ResponderEliminar
  84. Boa tarde Graça!!!
    Fiquei encantada com seu post sobre a festa. Que beleza de documentário. Simplesmente maravilhoso!! Não sabia que a festa aí era tão liiinnnndaaaa!!! Parabéns!!
    Carla Fernanda

    ResponderEliminar
  85. Graça

    vim aqui entregar, uma toalha amarela
    com o sol dentro dela

    porque uma renda branca, já a guardei no meu coração!

    quando não nos recomendamos
    é porque estamos a precisar de um chá quente no meio de um Oceano...

    um grande e apertado abraço

    Manuela

    ResponderEliminar
  86. Olá querida Graça!
    Primeiro venho agradecer pela visiTa ao meu blog pelo comentário E eleogios..
    Bem!
    Quanto a sua postagem acima, Linda menssagem sobre as festas de São João.
    Mas contudo, essa tradição aki no Rio foi aos poucos sumindO. Hoje o que vemos é um amontodado de barracas de ferro, vendendo de tudo, e pior, ao som de mísica Fank.
    Lembro do meu tempo de infância, quando todos do os familiares e anigos se reunião... Enfeitavam as ruas com bandeirinhas, balões e outras peças decorativas.... Fogueira também tinha, onde colocavamos a batata doce para assar..Hummmm era muito bom!
    Mas hoje, nada mais temos disso,, talvez alguns municípios do interior ainda festeje dessa forma...

    Um belo começo de semana pra ti

    MARCIO EJ

    ResponderEliminar
  87. Oi Graça maravilhoso seu blog parabens, textos excelentes, voltarei muitas vezes por aqui ok, amei de coração, venha fazer-me uma visita ficarei feliz com sua presença e comentario em meu blog, aproveite e pegue tb meu award, ofereço de coração à vc, bjs no coração
    Vanderlei

    ResponderEliminar
  88. Lindas fotos e fantástico relato :D
    A festa do S. João é realmente mágica!

    ResponderEliminar
  89. Graça

    "S. João"

    É uma profusão imensa de imagens, luzes e cor
    que encantam qualquer um que tenha acesso ao blogs.

    Obrigada pela alegria e beleza que transmite.

    Mª. Luísa

    ResponderEliminar
  90. Muito rico o folcrore dos nossos colonizadores , a família participa e soltam até Balão , infelizmente aqui no Brasil esses Portugueses iriam preso com o balão junino na mão ,mas contudo muito rico e divertido as festas Portuguesas .

    ResponderEliminar
  91. Reli, tornei a gostar e separei um pedacito para tentar decorar:

    Eu quisera ser o vento
    Fosse na serra ou na praia,
    Que fazes no movimento
    Do teu andar com a saia…

    Nós da cidade, pobres em todos os sentidos, perdemos cada vez mais esse senso de alegria e gorjeio. Aqui apenas reina o diário, e algum sacolejo, cada vez mais duro e teso. Obrigado , uma vez mais. Beijos.

    ResponderEliminar
  92. Que lindo tudo!!
    Queria pedir se posso colocar a foto de São Joao na minha galeria do flickr p comemorar seu dia!!??
    Obrigada!!
    E viva S.João!!!!

    ResponderEliminar