quinta-feira, 18 de abril de 2013

A Dor é Fértil



A dor coloca-nos em contacto com a vida. Aproxima-nos de milhões de irmãos, cuja vida é continuamente temperada de dor.
Estive junto de um doente e fiquei impressionado com as suas atitudes e desejo de viver.
A vida é envolvente e dinâmica e muitas vezes só a valorizamos quando somos postos fora de circulação.
Como faz bem uma visita aos doentes, como nos torna mais humildes e mais compreensivos. Quem sofre precisa de mais amor que a pessoa sadia.
A pessoa feliz avança com coragem. Desde que a circunde a alegria, não precisa de acompanhantes. A quem está triste é que devemos dirigir a nossa palavra, reverenciando a sua dor, não sendo indiferentes, mas solícitos. Porque não encostar o ombro à cruz que o nosso irmão carrega, se amanhã a nossa pode ser tão pesada como a dele hoje?
Cantemos para os tristes um canto de alegria. Enchamos de esperança os seus ouvidos, embora saibamos que a realidade é sempre um dado estritamente pessoal e intransferível. Façamos cair por sobre o coração entristecido as sementes da alegria. Poderão proporcionar pelo menos instantes de optimismo, de esperança e bem-estar.


A vida verdadeira não está nos que soltam gargalhadas. Está nos que sofrem. Prova disso é que a felicidade é fugaz e a tristeza quase constante. Prova disso é que aprendemos, crescemos e nos aperfeiçoamos quando sofremos e lutamos; e nunca isso dá nos festins.
Aliás, a luta é o símbolo da vida. «Viver é lutar». Sem a luta não amassamos o pão de cada dia. A vitória e a superação pertencem aos que lutam.
Não falamos de grandes conquistas, mas de pequenas vitórias diárias, que não recebem o aplauso do público mas apenas da nossa consciência, que nos permitem andar de cabeça erguida, porque ficamos mais humanos.
Não importa que sejam coisas pequenas. Vencer é sempre grande coisa.
«Lindo», diz Dom Quixote, «é não ter de agradecer, humilhado, o pão de cada dia».
Bom é conquistá-lo com esforço e dignidade.


62 comentários:

  1. Olá Graça, adorei o texto, acendeu em mim uma fagulha antes já apagada.
    Beijos pra ti e muita luz.

    ResponderEliminar
  2. Um post que faz todo o sentido nos dias que atravessamos em que os que sofrem, os doentes, os pobres, são mais esquecidos e evitados que nunca. Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. MEUS AMIGOS
    A minha ausência aqui no Blogue que eu tanto amo, é porque não consigo o "milagre" de multiplicar as horas. Há trabalhos que aceitei e que me ocupam muito tempo e esforço. Contudo, devo confessar que, para não me ausentar de mais de alguns amigos...vou ao Face Book que é rápido e, em meia hora, "revejo" os Amigos. Mas continuo a gostar muito mais desta "intimidade" aqui na minha palhota. Julgo que, terminando este trabalho, tudo voltará ao normal e farei postagens com mais assiduidade e visitarei todos os meus amigos. Peço-vos só um pouco de paciência, já que a Amizade, essa sei que nunca faltará. Um abraço grande a TODOS.

    ResponderEliminar
  4. Belo texto minha amiga! A vida é uma gangorra e o segredo é tentar manter um equilíbrio...

    Estou bem sim. Grande beijo
    Anne

    ResponderEliminar
  5. O texto que nos conduz à reflexão, pois cada vez mais se existe não se vivendo, não partilhando, apenas olhando para o seu umbigo.

    Viver é saber aceitar e tentar vencer as agruras que surgem, procurando ser feliz , fazendo os outros, também.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Muito lindo, profundo e a esperança deve estar em nós! beijos,tuuuuuudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  7. não digo nada

    quando tudo já foi dito e é tão bonito!

    um beijo, Graça

    ResponderEliminar
  8. Quando é das necessidades básicas se fala, parece-me pouco "um canto de alegria".

    Entendo o sentido humanitário do texto, mas sou adversa a conformismos quando sei de crianças que passam fome, de famílias com braços para trabalhar e serem obrigadas a estendê-los à caridade...


    Um beijo


    ResponderEliminar
  9. Olá Graça
    assisti a uma palestra sobre espiritualidade, em que o palestrante dizia a seguinte frase: "A dor é o buril que lapida a alma". Ajudar aos que sofrem é tarefa nobre e necessária.
    Bjux

    ResponderEliminar
  10. Um post muito bonito amiga e a merecer uma certa reflexão. Verdade que dor foi coisa que me rodeou quase toda a minha vida. A minha infertilidade, as sucessivas tentativas goradas para ser mãe, o tempo de espera para adopção, o AVC que deixou minha mãe paralisada durante 28 anos,a doença de meu pai que levou à amputação da sua perna esquerda e o seu sofrimento até à morte e por ultimo em 2010 o cancro na próstata do meu marido.
    Um abraço e tudo de bom para si

    ResponderEliminar
  11. Olá Graça, belo post e logo no dia do aniversário do meu descendente.

    Lindas palavras as tuas lá no meu tasco !

    Beijooooo !

    ResponderEliminar
  12. a minha visita "aqui à tua palhota" fez-me chorar, fico sem palavras, porque desde criança que vivo com dores difices de curar, eu nasci para sofrer minha amiga.

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  13. O sofrimento,
    quado chega, sempre a
    nos pegar desprevenidos,
    choramos, embargados em dor
    até que nos damos por vencidos...
    Sem perceber, vamos reunindo
    somatórias,
    uma grandeza de história,
    que somente quem viver
    pode contar
    As linhas do tempo,
    grudam em nossa pele,
    como escritas no olhar...
    E quem haverá de fazer
    a tradução,
    do que se guarda nesse
    ou na quele coração?
    E se lhes ouve,
    em que faculdade foi a dita
    formação...
    Se é letrado ou não,
    na boca balbucia o texto
    na mais ligeira declamação,
    a redação não rascunhada pelas mãos,
    grafada na alma de então...

    Meu carinho Graça amiga,
    o seu texto me foi de inspiração,
    como todos que tanto aprecio, tão
    rico de sensibilidade e emoção.
    Quanta saudade sentir daqui...



    Beijos

    Livinha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Livinha
      Benditos sejam aqueles que em face de um texto onde falo da dor, mas também da vida e da esperança, surge este poema tão lindo... são aqueles que têm um coração aberto aos outros, como tu.
      Beijo carinhoso.
      Graça

      Eliminar
  14. Li com grande emoção o teu texto, Graça e vou-te dizer porquê. Tenho uma amiga de infância que vive e sempre viveu na aldeia onde nasci. Raramente a via ou visitava. Sempre viveu muito feliz e é muito optimista. Agora está muito doente e o caso é grave. Há uma semana resolvi passar a tarde com ela. Hesitei, pois pensei que iria estranhar a minha visita agora que está doente. Mas...pensei: " se ela precisa de companhia é agora que não pode saír de casa. Fui e ainda bem que o fiz; falámos da nossa infância, das nossas vidas e rimos muito. Foi muito bom, mas fico triste comigo mesma, pois tenho consciência de que se deve visitar os amigos sempre e não só quando estão a sofrer. Fez-me muito bem a mim, pois, apesar da doença ela continua optimista e com muita força. Uma lição que me deu! Obrigada, Graça, por este texto que nos leva a uma profunda reflexão. Fica bem, amiga e um bom fim de semana. Beijinhos.
    Emília

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os Amigos devem ser visitados sempre, contudo, eu acho que na dor são mais precisos. Tive uma amiga muito grande que foi para Coimbra para se operada e logo na cirurgia disseram à família que não teria mais de 2 meses de vida. O filho, deu-nos a notícia e todos os dias eu falava com ela ao telefone, animando-a e prometendo-lhe uma visita para um fim de semana, pois nessa altura ainda trabalhava e o meu filho ainda era pequeno, neto adoptado desta minha Amiga que ela adorava.
      Pois não sei se foi destino, se foi falta de preparação para doenças como estas, os fins de semana foram menos do que eu pensava. E em todos havia coisas que me impediam de ir: a festa do colégio do meu filho onde ele representava, o dia do Pai a um domingo, o meu aniversário a um domingo e, quando eu lhe disse vamos aí este fim de semana que vem. Ela ficou radiante. Na sexta feira quando chego da Escola, a minha mãe dá-me a triste notícia: a nossa Amiga partiu. Por isso, nunca devemos adiar estas visitas. Fiquei sempre com esta mágoa.
      Beijos, minha querida.
      Graça

      Eliminar
  15. Gracita, minha querida!!!
    Eu já passei por bons e por maus bocados, mas nunca me desanimei diante dos maus. AMO VIVER. A VIDA sempre teve sentido muito forte para mim. O desânimo às vezes nos abate, mas passa ligeiro por saber que a ESPERANÇA e o desejo de VIVER está acima de tudo. Bem, pelo menos para mim...
    Abraços e beijinhos...

    ResponderEliminar
  16. Como é bom levar uma palavra amiga a quem está precisando, faz muito bem a todos. Meu irmão fez uma cirurgia e sem,pre estive ao lado dele isso nos tornou muito próximo.
    Tenha um ótimo fim de semana.

    ResponderEliminar
  17. .

    .

    . hoje . aliás . como sempre . como todos os dias .

    .

    . tiro.lhe o meu chapéu .

    .

    . e aplaudo.a de pé .

    .

    . bem.haja . e mais . sempre que a "sinto" mais "longe" da blogosfera . fico também feliz . porque sei que o voluntariado a levará certamente ao céu .

    .

    . um bom fim de semana .

    .

    . um beijo meu .

    .

    .

    ResponderEliminar
  18. Sinto-me feliz pela tua recuperação. Bom seria que nunca acontecesse.
    Tu conheces bem Gaia, estou convencido que muito melhor do que eu. Se consideras importante apontar algo fico desde já muito agradecido.
    Estou aqui 45 anos, imagina as Fallas que já vi e ainda não me cansei, sempre são diferentes.
    Aparece, que o guia já cá te espera. Será um grande prazer.
    Um grande abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  19. Graça,
    Verdade pura e simples... é nas horas difíceis que um carinho de um amigo se torna mais valioso.
    Beijocas.

    ResponderEliminar
  20. Graça

    E ficou com essa mágoa que a vai acompanhar... Como somos, quando temos tudo e nada nos falta e não temos tempo para nada e depois o tempo sobra e se sofre continuamente...
    Houve uma pessoa
    a quem eu dei tudo e ela tudo me deu
    a quem nunca faltei a visitar
    a quem amei e continuo a amar.

    Foi a minha Avó
    mais do que querida
    mais do que amada
    como eu nunca serei!

    A ela eu dei tudo
    eu arranjei tempo para tudo
    e quando ela se foi...morreu muito de mim.

    Mas dentro da minha Fé eu continuo com ela,
    mas sei que nada lhe devo pedir!

    Ela me disse, conversando comigo,
    num sonho
    impossível de contar!

    E toda esta saudade veio ao cimo...
    pelo lindo texto
    que acabou de escrever.

    Maria Luísa

    ResponderEliminar
  21. É exatamente nas mãos de Jesus que devemos nos colocar quando as coisas não vão bem.
    Se a luta está pesada, busque auxílio nele.
    Somente em Jesus encontramos a verdadeira segurança e a verdadeira paz.
    Agradeço o carinho e compreensão pela demora,
    em retribuir sua visita tão carinhosa.
    Deus abençoe seu final de semana .
    Beijos no coração e meu eterno carinho,Evanir..

    ResponderEliminar
  22. Hoje é um tempo de reflexão nesta vida que nos encanta, nos cega, nos sobrecarrega e também nos acorda para o verdadeiro sentido da VIDA.
    Gostei de ler e reflectir neste texto resumido sobre o valor de cada um dos nossos pequenos actos o valor da vida verdadeira.

    Alguns dias acordamos ao visitar um doente e outros quando recebemos boas notícias...a vida acontece em todos os momentos.

    ResponderEliminar
  23. Mi querida amiga y admirada Gracia, buenas tardes.
    Últimamente ando atrasada en mis visitas, es porque estoy en una pausa en mi blog, pero quería pasar a visitarte y dejarte mi saludo, gracias por compartir tus maravillosas letras, yo aprendo mucho de ellas,. Un fuerte abrazo para ti amiga.

    Lola Barea.

    ResponderEliminar
  24. É isso mesmo, amiga. Os carentes é que precisam mais de amor que os saudáveis. Beijos.

    ResponderEliminar
  25. Olá prezada Graça, e que tudo esteja bem!

    Concordo com este pensamento, e sempre que vejo alguém que tem tudo e se diz entediado com a vida, fico pensando se ele não conhece alguém que esteja em um leito de hospital, para que possa fazer uma visita e perceber que o tédio que ele sente é somente pura ingratidão para com a graça divina que todos os dias ao acordar ele recebe sem qualquer enfermidade, a vida!
    Quando se está entediado ajude a que não tem tempo de sentir tédio, pois está preocupado em se manter vivo!

    Parabéns graça pela belíssima e intensa postagem, e pelas lindas imagens também, aliás, por cá tem sido sempre assim, belo e agradável e, que gosto de estar!
    E assim grato por tuas visitas e gentis comentários, e por compartilhar belos escritos pensados, eu deixo cá meu desejo para que seja sempre de intensa felicidade o teu viver, um grande abraço e, até mais!

    ResponderEliminar
  26. Sabe Graça, quando se está em contato permanente com a dor, sabemos
    bem valorizar este texto. É realmente na dor, na doença, que se pre-
    cisa de coragem e que nos ajudem "a esquecer" o que se sente...
    Passo muito tempo no IPO onde sou voluntária, sei bem do que falo.
    Gostei muito deste seu post.
    Um beijinho
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  27. Minhas saudades é muito grande
    de estar sempre presente no seu blog.
    Estou tentando voltar correndo de tanta saudades
    de visitar a todos que tenho muito carinho.
    Eu vivo justificando sempre minha ausência
    fico triste demais a presença de cada amigo (a)
    é muito importante para mim.
    Fico feliz não só de receber ,
    mais de retribuir o carinho que sempre recebi.
    Espero tudo ficar bem em minha vida
    e nunca mais ficar longe de você.
    Eu não estou fazendo uma lamentação
    cada um de nós tem dificuldades ,
    e problemas na vida também.
    Foi a única forma de
    justificar minha ausência falando
    aquilo que realmente estou passando.
    Deus abençoe sua semana .
    Beijos no coração carinhos na alma.
    Evanir..
    Com Cristo tudo eu posso.
    Eu posso suportar.
    Amiga obrigada por estar sempre no meu blog.

    ResponderEliminar
  28. Olá Graça! Texto magnifico para dar valor a quem sofre,hoje em dia tantos são por várias razões,só temos que ajudar e dar as mãos na continuidade deste abraço amigo.
    Beijinhos e boa semana.

    ResponderEliminar
  29. As vezes só por momentos e nos dias D. Mas que tema, que toque!
    Tinha saudades de ti, obrigado.
    Bj

    ResponderEliminar
  30. Olá Graça bom dia:

    Aqui está um post que revela aquilo em que todos os que
    sofrem na dor e em especial num hospital merecem a visita
    de quem sabe o que é de reconfortante e de bom esse gesto.

    Por isso já também passei e sei bem o quanto precioso isso foi
    para mim, pois ter alguém que seja um familiar ou um amigo estar
    presente junto de nós dá-nos um alento bem grande para que possamos
    encarar esses momentos mais felizes e mais carinhosos no nosso íntimo.

    Há muita espécie de dor e esta é uma das mais fortes que podemos encarar
    com mais força perante a presença de quem nos queira visitar.

    Uma boa chamada de atenção este teu post a quem o possa ler para que
    saiba ter uma noção daquilo que é sofrer sem ter alguém a nosso lado que
    nos dê força e carinho para o nosso íntimo se elevar nestes momentos.

    Belo post como sempre tu o sabes fazer neste teu grande Blogue que é sem
    dúvida um dos bons que tenho visto por toda a net.

    Parabéns amiga .

    Bjos e tudo de bom te desejo em tua vida.

    ResponderEliminar


  31. Un felicísimo martes para ti
    día internacional del libro,
    agradeciendo...
    Que soportes mis defectos
    que toleres mis humores
    y sobre todas las cosas...
    Que sepas comprenderme!!
    ❦ ❦ ❦

    Te envío un beso
    en el susurro del viento...
    ...ya se ha ido a encontrase contigo.

    Atte.
    María Del Carmen


    ResponderEliminar
  32. Querida GATITA
    Adoro as tuas visitas onde deixas ficar sempre um delicioso poema e logo hoje no DIA DO LIVRO... Espero sempre por ti...embora eu às vazes, não apareça...apenas por falta de tempo! GOSTO DE TI.
    Mil beijos
    Graça

    ResponderEliminar
  33. Tenho andado ausente mas...tu também!! O que se passa? Mas, vá lá, voltaste em grande com este post FABULOSO!
    Beijo
    Teresa (Quelimane)

    ResponderEliminar
  34. Temos que agradecer sempre pela existência.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  35. Viver é um aprendizado diário e quando as pedras atravessam o caminho há de se ter coragem para contorná-las, nunca esquecendo que Deus não abandona ninguém.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  36. GRAÇA,

    sua postagem é um cântico de ilustrada sabedoria, e os acordes serenos desta voz serena e madura que, se fez solta por aqui, é um chamamento a todos que precisam identificar na vida o que dela melhor se possuí: A saúde.

    Nesta sociedade, o utilitarismo inconsequente, impõe a todos uma saga consumista desenfreada, desnecessária e pífia, e tal qual uma ópera bufa, vivemos por aí, trocando aquela preciosa saúde, para acumular, bugigangas e quinquilharias, aparentemente facilitadoras da nossa felicidade.

    Ledo engano,Graça, pois a plenitude da vida está na paz interior,na motivação que nos compele para a solidariedade e o bom senso quando este determina que, possamos dividir com nossos irmãos a fragrância generosa, deste perfume que deveria sempre contaminar o ar daqueles que, ainda não sabem o valor do verdadeiro bem -estar social.

    E como canta João Gilberto:

    "A felicidade é como a pluma que o vento vai levando pelo ar
    Voa tão leve mas tem a vida breve precisa que haja vento sem parar"

    E esse vento sem parar,Graça é a saúde que nos faz mover , pois só valorizamos quando a perdemos, assim como e exatamente, o amor que se vai sem deixar recado!

    Um abração carioca, Rio de janeiro, Brasil.

    ResponderEliminar
  37. Olá, Graça!

    Escreveste aqui um tocante texto, ditado pela tua forma de sentir, pelo teu modo de ser generoso:Cheio de verdades não muito agradáveis, porque a realidade muitas vezes e para muitas pessoas também não o é.Pessoalmente, é muita a minha admiração para com todas aquelas pessoas disposta a dar algo, ou muito, de si no sentido de ajudar aqueles a quem a saúde abandonou e também vezes se encontram quase sozinhos, ou mesmo sem ninguém.E maior ainda o apreço pelo dom que têm em converter esse sentimento de generosidade em mensagens de conforto, que tanto ajuda quem as escuta - lhes faz bem.A mim, "causam-me inveja", já que tal "talento" não tenho para transmitir esse modo de sentir por palavras que possam servir de consolo a quem as ouve.

    É verdade que quem mais de perto lida com o sofrimento, próprio ou alheio, estará mais próximo da realidade que este mundo é.Aos mais alegres e despreocupados ela tende a passar-lhe ao lado, e, se calhar, ainda bem que assim é...

    Magnífico texto, e ainda melhor a mensagem que contém.

    Beijinhos amigos.
    Vitor

    ResponderEliminar
  38. Eu não conhecia a frase de Dom Quixote e é muito linda!
    Beijos

    ResponderEliminar
  39. Olá Graça

    "Quem sofre precisa de mais amor que a pessoa sadia.(...)Porque não encostar o ombro à cruz que o nosso irmão carrega, se amanhã a nossa pode ser tão pesada como a dele hoje?"


    Deixo um beijo, sem mais palavras...

    ResponderEliminar
  40. Olá Graça!
    Texto interessante e fotos são lindas!
    Tenha um bom dia como uma mola!
    Eu vos saúdo!
    Beijos.

    ResponderEliminar
  41. Este sim...é um belo Post.....Os meus azulejos, é só estar atento
    por onde passo, e o telemovel funciona.....É o dois em um...
    Obrigado pela visita
    Beijo

    ResponderEliminar
  42. Muito boa esta reflexão!
    Não são as facilidades da vida que nos fazem crescer, mas sim os problemas e dificuldade que enfrentamos.
    Por isso se diz, e com toda a razão, que as obras-primas - seja na música, na pintura, na escrita...em qualquer expressão de arte- "nasceram" quando os seus autores se encontravam triste, infelizes, a passar dificuldades.

    Eu também não tenho sido muito assídua, mas NUNCA te esqueço, minha querida.

    Um bom feriado.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  43. Querida amiga! A semana que passou estive envolvida em muitos problemas de ordem pessoal e não consegui visitar e/ou responder comentários! Peço perdão! Estou tentando normalizar.... Que post mais lindo e que nos leva a muitas reflexões! Parabéns por tão ricas palavras! Cheias de humildade e sabedoria!
    Obrigada pela amizade e pelo carinho!
    Grande e carinhoso abraço!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  44. Graça Amiga,
    Um belo texto, mui bem ilustrado, que nós faz reflectir, ao ponto de fazermos um acto de contrição, sobre o nosso comportamento em relação a quem sofre.
    Ser solidário, fraterno e generoso para com a dor do próximo, dirigindo-lhe pelo menos uma palavra amiga de conforto, é um dever de todos nós. Acredito que há palavras e gestos que podem até ter efeitos curativos.
    Um beijo

    ResponderEliminar
  45. graça

    Obrigada pela visita
    Depois de andar adoentada e preocupada voltei...

    vou ler poesia e...escrever poesia

    deixo Amor,Amizade e muito carinho.

    tive mesmo saudades...

    beijos

    ResponderEliminar
  46. De vez em quando passo por aqui e gosto do que escreve. É dos blogues mais interessantes destas esferas, sem dúvida.
    Parabéns
    Abraço
    João

    ResponderEliminar
  47. Eu acredito que a vida está na alegria, mas também existe a na tristeza.
    Prefiro a felicidade e morar nela.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  48. Belíssima postagem!
    Amei a foto do barquinho, faz refletir...
    Acho que a dor nos torna humanos, nos faz evoluir e em muitos casos é aprendizado. Quem não sofre, não aprende e infelizmente, muitos que passam pela dor também não aprendem. Bom seria se todos aprendêssemos dia-a-dia e se caminhássemos juntos para a evolução.
    Amei!

    Abraços e lindo final de semana.

    ResponderEliminar
  49. A vida é feita de conquistas diárias, beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  50. Olá Graça,
    A dor é fértil e cheia de feridas. Algumas curadas outras ficam sempre...

    Um beijinho e saúde

    ResponderEliminar



  51. A veces puedo estar distante
    pero nunca ausente,
    puedo no escribirte,
    pero jamás olvidarte...
    y cuando me necesites, puedo
    no estar cerca, pero jamás abandonarte...
    porque estas en mi corazón!!

    Hoy me encuentro celebrando,
    el 5º aniversario del nacimiento
    del blog de La gata coqueta
    y sin pararme a pensar
    en mi torpe atrevimiento...
    ...al pasar sin avisar,
    para entregarte la invitación a la celebración,
    que de mano me harías sentir muy feliz brindando a mi lado.

    ¡¡Gracias por asistir a la que desde siempre ha sido tu casa!!

    Un abrazo desde el ❤ y con el ❤
    Feliz domingo!!

    Atte.
    María Del Carmen




    ResponderEliminar
  52. "A pessoa feliz avança com coragem. Desde que a circunde a alegria, não precisa de acompanhantes"... mas na dor e na doença, sim, é quando mais precisamos.Um texto belo e sensível, mas que nos faz acordar para uma realidade dura, a de que a dor, mais cedo ou mais tarde, fará parte da nossa vida.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  53. O texto é excelente, profundo.A nossa esperança é a esperança de todos os dias.
    Abração.

    ResponderEliminar
  54. Belo post, tematizando o sofrimento e a vontade de Viver
    Obrigado pelo comentário em blog meu
    Docíssima amiga fraterníssima,passando estou pela confirmação ou não,de um recrudescimento de um cancer de próstata,após seis anos de diagnosticado curado ter sido,através da Braquiterapia,em suma,cada vez mais semear girassóis vida,enquanto a sentença por vir,não chegar.
    Amo a Vida
    Amo o humano ser
    amaria se após leres,apagasse comentário esse
    Braçadas de girassóis mesclem sofrimento nosso,vontade de Viver e Paz,muita Paz!

    Viva La Vida!

    ResponderEliminar
  55. Grande filosofia como a compreensão da vida.

    Um beijo

    http://ventanadefoto.blogspot.com.es/

    ResponderEliminar
  56. Que nossa amizade continue eterna
    e tenham sempre um lugar especial em nossos corações,
    e nossa jornada de hoje e de sempre esteja repleta de flores,
    paz e amor.
    Que DEUS: esteja sempre com sua mão
    estendida apontando o caminho correto
    por onde devemos prosseguir .
    Uma feliz e abençoada semana.
    Beijos,Evanir..

    ResponderEliminar
  57. Um texto real que serve para pensar.
    Abraço
    Guida

    ResponderEliminar
  58. Palavras extremamente confortantes e estimulantes para àqueles que sofrem. Obrigada pela visita e comentário no meu blog. Volte sempre!

    Bjos

    ResponderEliminar
  59. Voltei para reler, sei que quando cá vim saí a chorar, hoje a emoção não foi diferente.
    Boa semana querida

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  60. Com certeza, a dor é fértil. Há de termos muito cuidado em não alimentá-la.
    Reforçando que a vida é uma luta constante: na alegria e na tristeza!
    Beijos! Muuuuuuitos!
    Textos ma-ra-vi-lho-sos!

    ResponderEliminar