terça-feira, 20 de março de 2012

Primavera



Aí está a minha estação preferida! A natureza brinda-a festivamente. As cerejeiras estão em flor e o bendito pessegueiro do meu quintal também, ele que de há vinte anos para cá não se cansa de dar frutos maravilhosos! Foi posto ali com muito amor e eu, nas noites de luar, tenho diálogos com ele e quase o sinto estremecer de ternura.


Florindo, também, a tília, o plátano e a triste flor, sem graça, da nogueira. Cheira a laranjeira e o jasmim e a glicínia, perfumam o Dia Mundial da Árvore. Desperta o morcego, a rã e o ouriço-cacheiro. Os pardais fazem o ninho e as perdizes acasalam para povoar as florestas, hoje no Dia Mundial das Florestas. As andorinhas começaram a chegar das suas longas viagens e abeiram-se dos regatos para matarem a sede no Dia Mundial da Água. Curiosamente voltam ao mesmo ninho que deixaram em Setembro passado. No chorão do jardim, o ninho ainda está vazio… Coloquei lá, algumas folhas frescas. Sei que vêem cansadas depois de milhares de quilómetros, de África até aqui, sem GPS e sem qualquer engano no caminho. Talvez me contem notícias da minha terra…


Neste dia de Primavera, o dia e noite têm a mesma duração. Astronomicamente, o equinócio corresponde ao momento em que o sol, no seu movimento aparente, ao descrever a elíptica, corta o Equador e os dois hemisférios – norte e sul – partilham por igual o dia e noite.
E o que dizem os poetas – os clássicos e os modernos - neste Dia Mundial da Poesia?

É Primavera agora, meu Amor!
O campo despe a veste de estamenha:
Não há árvore nenhuma que não tenha
O coração aberto, todo em flor!

Ah! Deixa-te vogar, calmo, ao sabor
Da vida…não há bem que nos não venha
Dum mal que o nosso orgulho em vão desdenha!
Não há bem que não possa ser melhor!

Também despi meu triste burel pardo,
E agora cheiro a rosmaninho e a nardo
E ando agora tonta à tua espera…

Pus rosas cor -de -rosa em meus cabelos…
Parecem um rosal! Vêm desprendê-los!
Meu Amor, meu Amor, é Primavera!...

- Florbela Espanca




Era o meu coração uma asa viva e turva
E pavorosa asa de anelo.
Era Primavera sobre os campos verdes.
Azul era a altura e era esmeralda o chão.
Ela – a que me amava – morreu na Primavera.
Recordo ainda os seus olhos de pomba em desvelo.
Ela – a que me amava – fechou os olhos. Tarde.
Tarde de campo, azul. Tarde de asas e voos.
Ela –a que me amava - morreu na Primavera.
E levou a Primavera para o céu.

- Pablo Neruda

76 comentários:

  1. BOA TARDE AMIGA, A PRIMAVERA É A MINHA ESTAÇÃO PREFERIDA, TIVE SORTE DE TER NASCIDO NO DIA DA PRIMAVERA, APROVEITAR E LHE DESEJAR UM FELIZ DIA DO BLOGUEIRO, BEIJOS CARINHOSOS

    ResponderEliminar
  2. Graça...me transportei para teu quintal!!!!!!!!!

    Que Deus te abençoe sempre com alegrias e inspirações!

    Beijo

    Margoh
    http://margohwerneck.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  3. Graça,

    Encantos poeticos, grandes nomes em escolha
    Florbela, Pablo Neruda tradução do nossos sonhos
    o que vai dentro da gente que por vezes descontentes
    entregamos as estrelas e a primavera romântica
    enfeita o seu espaço de flores, em sintonia com
    a estação nossa de cada dia...

    Minha amiga

    Dizer que hoje sendo um dia em
    exaltação aos blogueiros, me promove
    alegria quando podemos estreitar os laços da distância, trazendo eles pra dentro da gente.
    Tão bom, que a gente feliz se sente
    nessa alegria contagiante enfeitando as horas tristonhas e acabrunhantes em sorrisos contentes...

    Deixo-te aqui o meu selinho com o mais real carinho agradecendo sempre o despontar do teu no meu caminho...

    Bjnhus



    http://4.bp.blogspot.com/-aLpV8d6ZxoQ/T2iPKmFT3-I/AAAAAAAAE4k/FEwPL6S4tT4/s250/blogueira1.png

    Bjs

    Livinha

    ResponderEliminar
  4. Deus meu, diz Neruda
    que a Primavera foi para o céu
    e ninguém deu conta
    de que foi isso que aconteceu

    A Primavera, minha amiga,
    estão mais nesses seus ledos encantos
    do que nos campos

    ResponderEliminar
  5. Olá querida Graça!
    Me transportei telepaticamente para o seu quintal mágico!!Esta também é minha estação preferida e milagosamente tenho em meu quintal uma cerejeira de 35 anos,nela tem ninhos de sábia e beija flor! E todas as manhas dou-lhe um abraço e um beijo em agradecimento ao bem que me faz!!!
    Saudades de você amiga.
    bjosssss

    ResponderEliminar
  6. Olá Graça, amei demais o teu quintal...perdão!...o teu texto. Mas se amei o texto, adorei esse poema da Florbela Espanca e também adorei Pablo Neruda, pois pouco conheço desse poeta. É sempre um prazer lêr-te minha amiga. Beijos com carinho

    ResponderEliminar
  7. Olá Graça

    Fui lendo e passeando pelo jardim olhando, encantada, ali a acolá, sentindo os aromas ...num passeio que o tornaste "real"!

    Parabéns pelo texto e belíssimos poemas escolhidos.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  8. Graça minha querida
    Aqui encontrei o cheiro a Primavera com este belissimo texto, com os poemas bem escolhidos de Florbela e Pablo. Amei.

    Eu coloquei no meu cantinho umas flores silvestres.
    Bom começo de Primavera e uma feliz noite (já que o dia terminou) de nós blogueiros.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  9. Que lindo post e poesias!!Ótima Primavera pra ti por aí e que o coração também fique cheio de alegrias das cores e flores! beijos,chica

    ResponderEliminar
  10. Graça,
    Voei nas asas de uma borboleta e cheguei ao teu quintal. Sentei-me à sombra destas tuas árvores e pude sentir o doce perfume das flores...
    Feliz Primavera.
    Beijocas.

    O Pedro vai estranhar quando chegar, pois aqui será outono...

    ResponderEliminar
  11. Que beleza de post! Delicado, perfumado, colorido e cheio de poesia como o é também a Primavera!Obrigada, Graça!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. Ai, que vontade de estar ao seu lado nessas noites com o pessegueiro!

    ResponderEliminar
  13. Oi Graça, que post mais poético, com tantos perfumes , o pessegueiro querido, cheiro de rosmaninho e para completar ao som das quatro estaçõer de vivaldo, se destacando a primavera,pois amiga começou hoje para nós o outono, como moro no nordeste só existe duas estações verão e inverno sendo que o nosso inverno é de chuvas,se eu tivesse asas daria um pulinho aí´no teu parízo, um abraço carinhso CELINA.

    ResponderEliminar
  14. OI GRAÇA ME ENTONTICÍ DE TANTO PERFUME QUE ESQUECÍ DE FALAR DA MAARAVILHA DOS MEUS POETAS PREFERIDOS , FLORBELA ESPANCA E PABLO NERUDA, ABRAÇOS QUERIDA,

    ResponderEliminar
  15. Nem me fales de cerejas ! Gosto imenso e aguardo a sua chegada à mesa.

    Muito boa esta tua postagem !
    Bem, muito bem a escrita, onde ainda incluis a Florbela, o Neruda e o Vivaldi com a sua estação Primavera !

    Um beijo e os meus parabéns.

    ResponderEliminar
  16. A primavera é o recomeço, o recolorir da vida...beijos de bom dia pra ti amiga.

    ResponderEliminar
  17. Olá amiga. Também adoro a primavera, onde há cores, flores, sol gostoso, alegria. Aqui estamos no outono. Linda imagem de seu pessegueiro. Beijos.

    ResponderEliminar
  18. .

    .

    . querida Graça,,, .

    .

    . hoje . especialmente no dia de hoje . deixo.Lhe um beijo primaveril . de amizade . e também com alguma saudade .

    .

    . Seu amigo,,, .

    .

    . paulo .

    .

    .

    ResponderEliminar
  19. Poemas lindos, sem duvida. Texto ótimo com alguma saudade de África, esse continente místico, que quem lá nasceu ou passou por lá, jamais esquecerá. Não sei o que tem de diferente....mas é único o que se sente. Obrigado por nos brindares com os teus textos.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  20. E falar o que, diante da beleza deste seu post, diante de Florbela e Neruda?... Sem palavras, só posso desejar a você um lindo céu de primavera nos caminhos de sua vida, Graça.

    Feliz Primavera!

    Beijos

    ResponderEliminar
  21. nem sei o que dizer, Graça

    amar a primavera tal é o cheiro da tília e os pessegos,
    são a minha fruta preferida

    uma primavera de veludo para ti!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  22. Olá Graça.
    Florbela Espanca? Pablo Neruda? Vivaldi? Puxa, não pode haver melhor trilogia minha querida. Excelente dia de poesia.
    Beijinhos
    Victor Gil

    ResponderEliminar
  23. Depois de um inverno há sempre uma primavera.
    A estação mais marcante de todas.
    Aqui nota-se a sua chegada.
    Parabéns.
    JF

    ResponderEliminar
  24. Graça o seu texto, como sempre, um encanto!

    Flobela Espanca, a poetisa do amor disse...e ninguém mais disse como ela...Impossível morrer...

    Pablo Neruda, diz que sua amada morreu na Primavera e A levou para o céo...e ele, a quem as pedras da calçada do "Chile" conheciam a sua voz rouca...também já partiu...

    E de tanta beleza tão bem escolhida, eu nada mais posso dizer e disse...

    Maria Luísa Adães

    ResponderEliminar
  25. Boa tarde
    Graça, lindo post. Lindas imagens e belo texto com encantadora poesias!
    Primavera é uma linda estação, uma das mais belas, quanta saudade eu sinto de ver e sentir a primavera na minha terra, não sei porque, mas lá parece ser diferente. Sinto saudade!
    Uma linda e perfumada primavera pára voce!
    Abraço Amigo!

    ResponderEliminar
  26. O Poeta é um fingidor,
    finge tão completamente que chega a
    fingir que é dor a dor que deveras sente .
    *Fernando Pessoa*
    Um Feliz Dia Internacional Da Poesia
    Creio Que Existe Em Todos Nos Um
    Cantinho De Poetar No Coração.
    Mais Esse Dom Não Foi Dado
    A Todos.
    Um Abraço Carinhoso Pelo
    Dia Internacional Do Poeta.
    De Um Dia Tão Importante Para Todos Nos.
    Tem Um Mimo Na Postagem .
    Caso Gostar Foi Feito Com
    Muito Carinho.
    Beijos e Beijos.
    Evanir.

    ResponderEliminar
  27. Que lindo, Graça!

    Pareço estar em um jardim, tudo feito para encantar os sentidos, a música de Vivaldi, as flores ao fundo, a poesia, as imagens, seu texto belo.
    Um presente para a alma.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  28. Oi Graça! Passando para agradecer a tua visita honrosa visita e o teu gentil comentário, bem como apreciar estes belos poemas. Ótima escolha.

    A primavera também é a minha estação preferida, pois além de ser linda, já há alguns aninhos atrás, quando ela chegou aqui no Brasil, no dia 23 de setembro, me trouxe na sua bagagem. Rsrs.

    Beijos e muita paz pra ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderEliminar
  29. Querida amiga Grace, paso por tu lindo blog para dejarte mis saludos, preciosos poemas a la primavera,
    te dejo besos y abrazos grandote,
    Lola.

    ResponderEliminar
  30. A tua PRIMAVERA inspiro-me esta Primavera...

    A primavera inunda a pradaria
    Com flores de lindas cores,
    que nos prendem, nos cativam…
    Embaladas pela brisa ao anoitecer,
    arrasta-nos perfumes embriagadores
    que nos incitam a soltar a palavra,
    em verso… em prosa… a amar!
    São os aromas da Primavera
    e os seus efeitos regeneradores...

    Graça, fizeste-me lembrar quando, há muitos anos, o Jornal de Noticias, da nossa terra, sacou uma fotografia na primeira página da Torre Eiffel a arder, e um texto que dizia que não era assim, eram as Fallas de Valência: uma delas, nesse ano, representava essa Torre, tão familiar para todos.
    E aqui estou, podendo contemplar ao vivo, cada ano, esta maravilha das ARTES.

    Um grande abraço, querida amiga

    ResponderEliminar
  31. Duarte
    Obrigada pela poesia sobre a Primavera que, penso que tem mesmo efeitos regeneradores! Parabéns por teres assistido ao vivo as Fallas de Valência!
    Beijo
    Graça

    ResponderEliminar
  32. GRAÇA
    No dia da poesia deixo um beijo e...

    PRIMAVERA


    Amor...
    Florir...
    Sorrir...
    E...


    Na Primavera...
    As flores...
    Florescem...
    Sorriem...
    E...


    Cativam o Amor...
    E nós...
    Deixamo-nos
    Embalar...


    E continuamos...
    A Amar!...


    LILI LARANJO

    ResponderEliminar
  33. Permita-me um elogio imenso.
    Admirável.
    Cumps

    ResponderEliminar
  34. A poesia combina com Primavera, combina com alegria, muitas flores e também combina com magia.
    Este é um tempo que nos satisfaz pelo equilíbrio dos dias e das noites da vinda das aves e pela cortesia de uma temperatura amena e agradável.

    Este é o tempo que começa a mostrar as promessas dos frutos da terra nas simples flores dispersas ou nos rebentos de todas as árvores.

    ResponderEliminar
  35. Estive de corpo e alma nesse teu jardim de encantos.
    Assim nos faz sentir a Primavera, plenas.
    Adorei.

    Obrigada, querida Graça, por teres visitado e comentado o post do meu marido.

    Beijo

    ResponderEliminar
  36. Querida amiga
    Vim agradecer a sua presença amiga lá no meu cantinho magico coração,
    gostaria lhe oferecer um selinho dos 500 seguidores como prova de minha gratidão.
    Venho pedir a voce o seu votinho para a minha poesia,
    Sentindo a Vida
    que está concorrendo no Ostra da poesia Blog da Lindalva
    Clik no link http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com/
    e conheça e vote na minha poesia.
    Como votar

    DIGITE O NOME DA POESIA E O LINK DO SEU BLOG
    (é importante deixar o link para seu voto ser validado)
    Desde já agradeço de todo o coração a seu apoio e votinho
    Tenha um lindo dia
    abraço amigo
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  37. Oi Graça!!

    Divergimos quanto às estações favoritas, mas as vivemos ao mesmo tempo...aqui é iniciado o outono, a minha favorita!

    Beijos

    ResponderEliminar
  38. Também é a minha estação preferida e gostei muito ded tudo o que
    aqui encontrei neste seu post.Beijinhos
    Irene Alves. Já tenho andorinhas na m/varanda.

    ResponderEliminar
  39. OLÁ GRAÇA
    começo por agradecer a visita e as palavras deixadas no meu blog, onde registo os meus MOMENTOS PERFEITOS...
    Dizes que:
    Graças a ti vou conhecendo um Portugal desconhecido para mim, através das tuas belas crónicas!

    Quem sabe não é uma das minhas "missões" na terra?
    É o que ADORO fazer - ver e depois partilhar!
    Se serve para algumas pessoas conhecerem outros lugares já sinto que fui útil...
    Também escreveste:
    Jornalismo autêntico.

    MINHA QUERIDA GRAÇA
    quem sabe não seria essa a minha profissão certa?
    Mas...já que não segui por essa via, faço de outra forma
    através do blog.

    Aqui encontro uma homenagem à Primavera
    com um poema de Pablo Neruda, que aprecio imenso.
    Obrigada pela partilha.
    Beijo meu.

    ResponderEliminar
  40. Gracinha : que linda está a tua página ! Parabéns pela música e pelos poemas!Beijinhos de gratidão
    Mª Elisa

    ResponderEliminar
  41. É Primavera, Graça! E isso diz tanto!

    Beijo

    ResponderEliminar
  42. Bela esta tua página, bela a poesia em verso, na tua prosa e nas maravilhosas flores que a enfeitam. É uma estação linda e com a sua chegada comemora-se o dia de todas as belezas da natureza, da árvore, da água e consequentemente dos passarinhos. Por tudo isto devemos estar gratos à vida e devemos olhar e apreciar com reflexão para que paremos de destruir tudo isto que com tanta poesia descreves. Um beijinho, amiga e ..Viva a Primavera!
    Emília

    ResponderEliminar
  43. Gracinha, citaste dois poetas maravilhosos.... Ler-te é uma constante primavera!!!! Beijinhos minha querida ;)

    ResponderEliminar
  44. Olá Graça bom dia amiga:

    Primavera, é como um sonho numa esperança de vida
    melhor em tempo de uma vida cheia de tormentos.

    Saborear a Primavera, é ter na alma um novo fulgor
    de forças renascidas do íntimo carregado de emoções.

    É luz, cor, alegria e vida cheia de emoções num tempo
    onde tudo renasce aos nossos olhos com o grande fulgor
    que a natureza nos contempla.

    Belo post como sempre todos aqueles que aqui publicas.

    Poesia rica esta de Florbela e Pablo que nos regalam a
    alma e o espírito com tanta força e singeleza.

    Parabéns amiga por mais este teu excelente post.

    Bjos, saúde, felicidades e uma Primavera cheia de alegria
    e muitas flores para ti.

    ResponderEliminar
  45. Graça,

    Uma bela prosa poética a sua; somam-se a ela os poemas de Florbela Espanca e de Pablo Neruda. Parabéns.

    Abraços,
    Pedro.

    ResponderEliminar
  46. Olá, Graça!

    É o que se chama uma mesa farta e bem servida, este teu post.
    Começando pelo jardim e essa tua conversa com o pessegueiro generoso no dar frutos. E acabando com Pablo Neruda, aqui sem carteiro e falando de Primavera triste, por contraste com a triste Florbela que aqui saúda alegre o fim do Inverno.
    Tudo isto, e ainda a linda música do Vivaldi.Parabéns!

    Beijinhos.
    Vitor

    ResponderEliminar
  47. Boa noite anjo! Primavera doce primavera, como é bom sentir os teus perfumes levados nas asas do vento..."Cheira a laranjeira e o jasmim e a glicínia, perfumam o Dia Mundial da Árvore”.Simplesmente adoro o cheiro das laranjeiras carregadas de flores falando de amores. Beijão!

    ResponderEliminar
  48. Um excelente final de semana pra ti minha amiga...beijos e beijos.

    ResponderEliminar
  49. What wonderful poems for spring!!!
    And your photos are very nice!
    Have a good weekend!
    Best regards

    ResponderEliminar
  50. Hermosos poemas amiga, gracias por tus palabras, un beso y mi cariño y agradecimiento, poetisa.

    ResponderEliminar
  51. Olá, bom dia!
    Que lindo tudo por aqui, que suavidade, amei!
    Amo Vivaldi!
    Ele é perfeito falando das estações...adoroooooooo.
    Me senti ao lhe visitar em casa, muito obrigada por esse momento.
    Um abraço e feliz Primavera com Vivaldi!

    ResponderEliminar
  52. Amiga mía: todo el mundo tiene un espíritu que se libera en primavera...¡Gracias!

    ResponderEliminar
  53. Belos textos e imagens...


    Bjos no coração

    ResponderEliminar
  54. Boa tarde linda poetisa, venho lhe desejar um lindo fim de semana com muitas flores em seu caminho, beijos e tenha um lindo dia! beijos carinhosos

    ResponderEliminar
  55. MARAVILHOSA é o adjectivo que encontro para esta postagem!
    Vivaldi abre as portas da Primavera, semeada de margaridas que eu adoro e Florbela e Neruda enfeitam o tempo com a sua bela poesia.Perfeito.
    Parabéns!
    Beijo
    Teresa (Quelimane)

    ResponderEliminar
  56. Amada saudades de ti e das tuas sempre belas postagens!
    E esta que acabo de ler está simplesmente divina!!!

    Receba meu carinho viu?
    Beijos de Luz e Paz

    ResponderEliminar
  57. Adorável post minha querida...florido e perfumado pelo doce das suas palavras, pelos poemas, acompanhado pelas flores do plano de fundo do seu blog...feliz primavera e bom fim de semana,
    Beijinhos,
    Valéria

    ResponderEliminar
  58. Minha querida Graça

    Um belo texto com sabor de primavera. e os dois poemas são maravilhosos e também com a doçura das flores.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  59. Quel bel hommage au printemps, oui c'et une saison merveilleuse. Tes images et les mots de Neruda sont un enchantement !

    Bon week-end

    Amitié

    ResponderEliminar
  60. A primavera conquistou-me e o teu texto ajudou a que eu verbalizasse esta minha recente preferência. É que o frio tem-me doído e o calor também. Um beijinho muito grande, querida Graça!

    ResponderEliminar
  61. Olá,Graça!!

    Que visão maravilhosa da primavera sua narrativa me deu!!!Obrigada!!!
    Por aqui, começou o outono.E já estou com saudades da primavera!
    Belas poesias!!Beijos querida!!

    ResponderEliminar
  62. Querida amiga, a festa já lá vai, foi uma festa em grande, duplicou o número de habitantes da cidade. O tempo ajudou e ademais este ano coincidiu com o fim de semana.
    Mas a tua Primavera segue, ainda a vamos ter para um tempo, que a precintas sendo feliz.
    Abraços de boa amizade

    ResponderEliminar
  63. Querida amiga que homenagem marvilhosa à primavera, também a minha estação de eleição.
    Bom restinho de domingo e uma excelente semana.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  64. Uma Primavera linda por aqui. Gostei muito.
    Monhé

    ResponderEliminar
  65. Primavera com sabor a Verão, hoje com 28º por aqui.
    Boa semana, querida Graça.

    Beijo

    ResponderEliminar
  66. Graça
    Beleza de post - a tua apresentação da Primavera e os poetas que escolheste compartilhar conosco - adoro os dois!

    beijos
    Anne

    ResponderEliminar
  67. "e eu, nas noites de luar, tenho diálogos com ele e quase o sinto estremecer de ternura."

    Esta ligação ao pessegueiro é ternurenta. Também sou assim com aquilo que me cativa e/ou que deixo cativar...

    Da Primavera e o devrao estão sempre todos expectantes, mas embora eu gosto de ambos, nao deixo de gostar do Outono e da chuva e dos dias que me parecem sempre mais sóbrios por contraposiçãoaos ebrios dias de sol...

    Primavera, porém, neste verão antecipado que praticamente temos tido, desejando que as raízes que a fzem se revigorem para continuar a ser... e a dar...

    Um bj

    ResponderEliminar
  68. Olá Graça.
    Tudo bem?
    Tirando as alergias, a Primavera também é a minha estação fevorita. Adoro a luz e as plantas em flor!
    Beijinhos e boa semana.
    M.Céu

    ResponderEliminar
  69. Amiga querida,
    Tão primaveril post e ao som do Mestre Vivaldi, como ousar comentá-lo? Como ousar tocar nas flores do teu jardim?
    Apenas agradeço-te por deixar-me aqui, nesse cantinho dos miosótis azuis (descobri que também existem os brancos) a apreciar esse transcendente e luminoso espetáculo da Mãe Natureza.
    Obrigada pela tua Amizade, Graça! Flor mais perfumada e delicada não há!
    Beijos, amiga!!!

    ResponderEliminar
  70. Bendita esta estação cheia de cores, aromas e bendita a obra de VIVALDI.
    Aqui é OUTONO, minha amiga!!! Esta estação que traz em si muita magia.
    Abraços

    ResponderEliminar
  71. A primavera é a minha estação preferida também, amiga!!!
    Aqui é outono!
    Beijocas e grata por tanto carinho comigo sempre.
    Um excelente fim de semana!

    ResponderEliminar
  72. Na primavera existe uma grande festa no ar....lindo.
    beijo Lisette.

    ResponderEliminar