segunda-feira, 4 de maio de 2015

Rosas


Gosto de rosas! Rosas simples, dobradas ou singelas. De todas as cores já se vê. Existem inúmeras espécies de rosas, com tonalidades e estruturas diferentes. Dependem do terreno onde estão e da mão do homem que, num trabalho delicado e minucioso pode obter milhares e milhares de variedades. Mas as rosas que mais gosto são as do meu jardim! Salpicaram de todas as cores o verde da sebe e brotaram pujantes numa quantidade nunca vista por mim, no mês de Maio e agora em Junho. 


Gosto de todas elas mas tenho particular carinho por uma, quase negra, cujas pétalas são espessas como o veludo. Era também a preferida de alguém que já partiu. Quando à tardinha me sento no banco do meu jardim não calculam os diálogos que mantenho com ela. Cativou-me tal como a rosa ao Principezinho de Saint-Exupéry. E é também exigente como a rosa do livro.
- Quero que me protejas do Sol! Não deites água a mais nem a menos... Olha como a relva já cresceu ao meu redor... - Que saudades de outros tempos! - Sabia o que ela queria dizer mas não lhe dei ouvidos.
- Quero crescer como a rosa branca e ver o Mundo para lá da sebe. - A Rosa Amarela mesmo vizinha da presunçosa disse-lhe:
- O que queres tu ver? – Não te chega a paz deste jardim, a sinfonia dos passarinhos que poisam na relva e os gemidos do chorão em noites de prata!?
- Só gostava de conhecer mais um pouco de tudo. Há algum mal nisso?
- Claro que não! Interrompi antes que a conversa se azedasse. Compus o canteiro, tirei-lhe as ervas que ela não gostava e deitei-lhe água com carinho. Numa das suas pétalas maravilhosas ficou apenas uma gotinha, límpida como uma lágrima de cristal, onde os raios de se Sol se multiplicavam como um pequeno arco-íris.


- Obrigada. E depois numa voz sumida, perguntou:
- Estás triste?
- Não, que ideia; apenas saudosa...
- Compreendo - atalhou depressa. Também eu sinto saudades, tu acreditas que as flores têm sentimentos?
- Claro, porque não?
- Sabes porque fiquei aqui, mesmo defronte do banco onde te sentas todas as tardes?
- Não. Talvez porque era o sítio mais abrigado e tu eras a mais preciosa...
- Também. Mas deixaram-me um recado para to dar todas as vezes que te visse triste e daqui posso olhar sempre o teu rosto e sentir a tua alma.
- E então?
- Ele disse-me – Quando a vires triste e com os olhos orvalhados, alegra-lhe o espírito com a tua cor e a tua beleza e diz-lhe ao compasso do vento – Sê feliz, Sê feliz, Sê feliz...
 



57 comentários:

  1. Uma maravilha e nos toca muito te ler!Adorei! bjs, chica ,bom te ver e desejo linda semana!

    ResponderEliminar
  2. Gostei do texto e das belas rosas, beijo e boa semana

    ResponderEliminar
  3. Boa noite, Graça...
    Quem parte deixa saudades, quem fica saudades tem. Maravilhoso diálogo com as tuas rosas, tuas companheiras, que retribuem os teus carinhosos cuidados, como mensageiras, secando as tuas saudosas lágrimas, alegrando-te o espírito com a sua cor e a sua beleza, insistindo para que sejas feliz...
    Um abraço,
    Jorge

    ResponderEliminar
  4. Fico em silêncio. Com as rosas. Com as palavras.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  5. Rates é uma freguesia do concelho da Póvoa de Varzim.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. As rosas ( de qualquer cor ) serão sempre um expoente de Beleza ...
    Sempre que observo uma rosa ... lembro-me da minha Mãe ... que se chamava Rosa .
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  7. Gostava que as minhas rosas me falassem assim.
    Diálogos que os nossos ouvidos apressados não tem tempo para escutar.
    O nosso coração anda sempre demasiado ocupado e não se apercebe destes gestos de beleza que as rosas semeiam nas nossas mãos.

    ResponderEliminar
  8. Nossa! Quanta beleza! Também gosto de rosas! Mas ainda prefiro os girassóis! Que os nosso jardins possam florescer de alegria e paz!
    Beijo grande

    www.lucadantas.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  9. Graça caríssima,bom aqui te receber, braçadas de girassóis procê!

    Viva La Vie

    ResponderEliminar
  10. Graça caríssima,bom aqui te receber, braçadas de girassóis procê!

    Viva La Vie

    ResponderEliminar
  11. Olá Graça! Passando para te cumprimentar e me deliciar com a leitura deste te belo conto.

    Beijos,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  12. Lindo Graça! Com certeza, um belo diálogo perfumado.

    Beijos,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  13. Yo te entiendo, porque pienso que también las plantas hablan y guardan bellos momentos.
    A mí no me ocurre con las rosas, pero sí con la tierra y los árboles que están plantados junto al huerto, ellos me hablan de él, le echan de menos, como yo lo hago cada día, cada noche, que lo busco y no lo encuentro.
    Me ha encantado el diálogo de esas rosas y, sobre todo, lo que te dice al final: Él me dice, que seas feliz, muy feliz.
    Gracias a que has pasado por mi blog, he podido conocerte, espero no perdamos el contacto.
    Tengo por costumbre, contestar a todos los que me visitan.
    Cariños en el corazón.
    kasioles

    ResponderEliminar
  14. Lindo, Graça. Muito lindo.
    Também gosto de rosas. Tenho-as como prediletas. Ainda mais quando são mensageiras de um amor que permanece na saudade...
    Beijos

    ResponderEliminar
  15. Oi Graça,
    Feliz fiquei com sua visita
    Um blog d'uma pessoa com grande personalidade e ao mesmo tempo dócil como a rosa que tanto ama. Só que já viveu alguns anos...pode escrever um blog dessa estirpe.
    Parabéns
    Sempre estarei por aqui se assim o quiseres.
    Beijos no coração

    ResponderEliminar
  16. Oi, Graça!
    A ciência já provou que as plantas nos ouvem e sentem quando estamos felizes ou não.
    Esse seu diálogo com suas rosas é real e você é uma privilegiada por isso!
    Abraço e bom fim de semana!

    .
    VitorNani & Hang Gliding Paradise

    ResponderEliminar
  17. Olá, Graça, lindo diálogo! Não conheço de perto, 'ao vivo' uma rosa negra, gostaria muito de ver, deve ser fantástica!
    Beijos pra você!

    ResponderEliminar
  18. Esse diálogo com as rosas
    de todos os tamanhos e todas as cores
    me seduziu e mais...

    E o diálogo em que ele envia um recado :

    Quando a vires triste
    E de olhos orvalhados

    Alegra-lhe o espírito
    Com a tua cor
    E a tua beleza!

    E eu digo ,
    É necessária muita coragem
    para sobreviver e escrever!

    Amei nosso encontro! Beijos,

    Maria Luísa

    "os7degraus"

    ResponderEliminar
  19. Também adoro rosas.
    Lindo conto.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  20. Uma história linda e comovente de uma rosa mensageira de saudades. Bjs.

    ResponderEliminar
  21. Olá Graça,

    Nunca é demais lermos e relermos o Principezinho e reflectirmos na mensagem de amor que nos transmite.

    E é precisamente por amor, ou melhor Amizade, que aqui estamos, pois gostaríamos de te convidar para o próximo “desafios do Farol”, evento desta vez diferente dos anteriores e que se iniciou ontem, dia 8 de Maio, no nosso Farol.
    Seria um prazer para nós poder contar com a tua presença e participação nesta iniciativa que, à semelhança das anteriores, promete ser animada e ao mesmo tempo contribuir para que nos aproximemos e fortaleçamos os nossos laços de Amizade.
    Beijinhos e abraços dos amigos,

    Argos, Tétis e Poseidón

    ResponderEliminar
  22. Boa noite, Graça.
    Quê dizer de "Rosas", sua crônica poética, que explora esse delicado tema (rosas), criada com profunda sensibilidade e com moldura técnica apurada?
    Embora não seja novidade para mim a excelente qualidade de sua escrita, aqui sempre encontro uma atrativa obra de arte literária.
    Parabéns, Graça.
    Um bom domingo.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  23. "Mas as rosas que mais gosto são as do meu jardim! " ---- Foi o tempo que perdeste com a rosa que tornou a rosa tão importante para ti...

    beijo

    ResponderEliminar
  24. Bello dialogo con la rosa.
    Hola querida Grace, precioso escrito con lindo toque poético. Las rosas son de mis flores favoritas, nos regala su belleza y su perfume, gracias por compartir una entrada especial.
    Un fuerte abrazo querida amiga.

    Lola Barea.

    ResponderEliminar
  25. Muitas vezes procuro e não encontro as palavras certas para descrever....tantas coisas!

    Um texto muito belo.
    Parabéns!

    ADORO FLORES

    O dia da Mãe passa-me ao lado
    Infelizmente perdi a minha quando ainda era criança e, hoje a minha vivência como mãe é nula,
    sou ignorada, abandonada pelo único filho que tenho...por isso...
    que havia eu de festejar?
    NADA.

    Um beijinho

    Se quiser ver novos posts:
    http://tempolivremundo.blogspot.pt/
    http://momentos-perfeitos.blogspot.pt/
    http://pensamentosimagens.blogspot.pt/

    Há um pouco de tudo...
    Em "Momentos Perfeitos" mostro fotos de OVIEDO - ESPAÑA

    ResponderEliminar
  26. Obrigada pela tua visita, querida Tulipa. Tu és uma GRANDE MULHER! Irei visitar-te e deliciar-me com as tuas fotos. beijo
    Graça

    ResponderEliminar
  27. Olá Graça! Passando para te cumprimentar e desejar uma ótima semana para ti e para os teus.

    Beijos,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  28. Oi amiga, que lindo!
    Desculpe pela ausência, ando muito ocupada esses dias kkkk
    bjs!

    ResponderEliminar
  29. Olá, Graça!

    Obrigado pela visita.

    É verdade que o tempo não dará para tudo. Mas ainda assim melhor será que com ele se faça muito do que pouco, quando daí resulte satisfação e prazer com a obra feita.E vejo que lhe tomaste o gosto.E sendo tu assim tão determinada no que fazes, certamente que não te faltará inspiração e vontade para dar à luz mais esse novo livro em que já pensas...Felicidades para ele!

    Beijinhos e fica bem
    Vitor

    ResponderEliminar
  30. Sim, acredito que as flores têm sentimentos, e sim, gosto muito de rosas (de flores em geral).
    Recordar "O pequeno Príncipe" nesta manhã de Domingo... foi bom, muito bom!
    E deixa-me que te diga: sê feliz, sê feliz, sê feliz!

    Que tenhas um Domingo cheio de rosas perfumadas.
    Um beijo
    MIGUEL / ÉS A MINHA DEUSA

    ResponderEliminar
  31. Gracinha, querida, mas é lógico que tu conheces a "linguagem das rosas", sendo que és uma delas. Só que és uma rosa sem espinhos, rosa branca de um paz que tranquiliza nosso coração.
    Lindo demais, amiga!
    De onde estou, sinto o perfume...
    Te adoro! Obrigada por tua amizade! Bjssss

    ResponderEliminar
  32. Que lindo Graça...Tbm adoro rosas! Eu amo essa rosinha do Pequeno Príncipe rsrs
    Bjs, coloridos

    ResponderEliminar
  33. Antes de mais... os amigos não têm hora para chegar: chegam sempre a horas e são sempre bem recebidos. Mas têm hora para partir: O mais tarde possível!
    Obrigada pelas tuas palavras. Também eu sinto muita afinidade contigo, quer esteja ou não presente (por palavras)

    Gosto de rosas, já publiquei um post subordinado a este tema, que acho lindo e... perfumado :)
    A alusão ao "Pequeno Príncipe" é perfeitamente ajustada e muito bem recordada.

    Vai aparecendo, quando quiseres e puderes. Eu, presentemente, visito muito pouco os blogs, limitando-me, quase exclusivamente, a agradecer as visitas recebidas. Todo o tempo é pouco para me dedicar ao meu livro, o que, como bem sabes, não se pode fazer 24 horas por dia... -:)))
    Mas não esqueço quem me é fiel...

    Continuação de boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar
  34. Graça, querida, mais que um simples comentário, o que escreveste na minha página foi um cântico de amor e esperança. Saiba que bebi tuas palavras como se fosse um sedento náufrago perdido numa ilha de incompreensões.
    Sucesso no teu trabalho comunitário entre os que precisam do teu incentivo para continuar na dura estrada da vida.
    Final de semana se aproximando. Descanse bem em meio ao teu abençoado roseiral.
    Beijos e Amizade!
    PS: Só queria que me informasse se tens página no facebook, pois sonho também em tê-la por lá. Caso contrário, continuemos nosso passeio por aqui...

    ResponderEliminar
  35. MInha Querida
    Tenho página no FB como Graça Machado e digo-te, tem sido uma maravilha: encontrei antigos amigos e colegas de Moçambique mas também vou sabendo , como hoje, de amigas que partiram Mas é óptimo. Já tenho muitas amigas brasileiras, dos blogues, lá também. Aparece minha querida que, podemos saber notícias de um modo mais veloz.
    ~Beijos
    Graça

    ResponderEliminar
  36. Hoje vim, com o coração cheio de rosas dizer-te que aos poucos estou visitando todos os meus bons amigos. Como penso que sabes o meu irmão veio comigo passar duas semanas e, claro o tempo para vir aqui ficou ainda mais escasso. Mas o que importa é que não me esqueço de ti e s´lamento não poder ir pessoalmente oferecer-te uma rosa do meu jardinzinho. É uma pequena floreira, mas que está carregadinha daquelas rosas pequeninas, vermelhas e amarelas; são singelas, mas muito bonita e enfeitam a minha varanda. Sabes, tenho na mesa da minha sala Principezinho para voltar a ler; de vez em quando tenho necessidade de repetir a leitura de alguns livros e este já o li há muitos anos, de maneira que vou recordá-lo. Amiga, muito obrigada pelo carinho e um bom fim de semana. Beijinhos
    Emília

    ResponderEliminar
  37. Se te acontecer o que me acontece a mim...sempre que releio o Principezinho descubro "coisas" novas... É um dos meus livros de cabeceira...Bjs minha querida.

    ResponderEliminar
  38. Oi querida amiga, vim lhe desejar uma excelente semana, beijos e fique com Deus!!

    ResponderEliminar
  39. Muy bonitas tus letras Graça.......... Como siempre.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  40. Olá Graça
    Cá estou de novo, foram 2 meses de ausencia devido a mudança de residencia.
    Lindo este texto ..:-))) tambem eu conversei muito com as minhas flores do meu quintal, mas elas ficaram para tras, não se pode ter tudo, hoje converso e namoro com o Tejo, é o meu rio, ou não seja eu alfacinha de gema..:-)) adoro olhar para ele, transmite-me uma paz imensa.
    Sê feliz minha amiga, muito feliz!
    Um beijinho
    Teresa

    ResponderEliminar
  41. Olá, Graça.
    Um sonho de postagem, e enriquecido pelo "Principezinho", que é intemporal.
    A beleza das rosas, já tantas vezes cantada e, sempre há o que acrescentar ou, por outra, cantar duma outra forma a beleza que tanto fascina.
    Também tenho uma roseira que me fascina pela beleza da rosa, que branca e para além de dobrada, é cheirosa até nos inebriar os sentidos! Mas apenas me oferece 2 rosas a cada ano: é orgulhosa, a minha rosa branca.
    bj amg

    ResponderEliminar
  42. Oi querida amiga, vim lhe desejar uma excelente semana, beijos e fique com Deus!!

    ResponderEliminar
  43. Oi amiga, vim lhe desejar uma excelente tarde de domingo e um ótimo começo de semana, beijos e fique com Deus!!

    ResponderEliminar
  44. Boa tarde amiga. Está tudo bem consigo? Quando os amigos não dão notícias ficamos preocupados.
    UM abraço

    ResponderEliminar
  45. Olá, querida Graça
    Gostei de te ler com um post tão encantador!!!
    Bjm fraternal

    ResponderEliminar
  46. É isso mesmo, Graça, sempre que se repete a leitura de um livro aparece sempre algo que nos falhou na primeira leitura. Passei para ver como estavas e deixar-te um beijinho. Tudo de bom, amiga!
    Emília

    ResponderEliminar
  47. Estive a ver e ler algumas coisas, não li muito, porque espero voltar mais algumas vezes, mas deu para ver a sua dedicação e sempre a prendemos ao ler blogs como o seu.
    Gostei de tudo o que vi e li.
    Vim também desejar muita paz,saúde e grandes vitórias.
    São os votos do Peregrino E Servo.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  48. Hola amiga Graça. Paso para dejarte mi saludo y desearte un bello y feliz verano.

    Un fuerte abrazo.

    Lola Barea.

    ResponderEliminar
  49. Pretty post, I think the images are great as well. Finding a little bit of beauty in a lonely world

    ResponderEliminar
  50. Pretty post, I think the images are great as well. Finding a little bit of beauty in a lonely world

    ResponderEliminar
  51. Puro encantamento esta conversa entre rosas... sim porque tu também és uma rosa.
    Bjs.

    ResponderEliminar