domingo, 25 de outubro de 2009

Delicadeza

.

Há muita gente que confunde sinceridade e frontalidade com má educação e falta de delicadeza. Muitas vezes quando oiço o noticiário das nossas televisões ou leio os jornais diários dou-me conta de quanta miséria existe por todo esse mundo, talvez porque nos falte a todos essa qualidade preciosa que é a delicadeza. Outros conhecem-na como civismo. Eu gosto mais de lhe chamar delicadeza porque nasce no espírito e perpetua-se na vida.
Nem tudo o que é verdade ou supostamente verdade pode ser dito às escancaras em nome dessa frontalidade que muitos anunciam ter. Quanta coisa é dita propositadamente para magoar, desrespeitar os outros, sem pensar até onde podem ir as “espadas desembainhadas” com toda a sinceridade? Ser delicado, supõe ser caridoso e a delicadeza é a flor mais bela do jardim das virtudes.


Delicadeza implica calar o que não é necessário, possivelmente até nem é verdade e de certeza que não é bom – as três virtudes da historiazinha cheia de moral que vinha no nosso manual de Português do 2º ano do Liceu, quem se lembra? O filho quando chega a casa esbaforido para contar uma novidade sobre alguém, a mãe ponderada e sábia disse-lhe: “Meu filho, antes de dizeres o que quer que seja, pensa primeiro. – É verdade o que vais contar? Será mesmo necessário dizê-lo? E é bom o que te trás tão alvoroçado? – O filho pensativo e mais calmo respondeu-lhe – Bom não é de certeza, também não sei se será necessário contar-te e... pensando bem, até nem sei se é verdade... – Então meu filho a delicadeza ordena-te que te cales.”
Delicadeza... como anda arredia das nossas vidas e do mundo inteiro. Ser delicado, inalteravelmente delicado, mesmo perante as indelicadezas dos outros – eis uma norma singela de efeitos incalculáveis.
Ser delicado é não ser arrogante e difícil quando se trata de perdoar:
- Eu cá sou sincero!!! - Exclamam muitos.
- Serás mesmo?



76 comentários:

  1. Gostei muito deste teu texto!! A inteligência emocional faz muita falta!! Kiss

    ResponderEliminar
  2. Como delicada e doce

    é a gota de água
    habitante efémera de uma folha!

    Esquecida do nosso vocabulário e da nossa prática de vida,arredada, desapeada por outros falsos valores!

    Também eu fico arrepiada com o anunciar de "com toda a frontalidade" ou "com toda a sinceridade"; quando as pessoas são sinceras e frontais não o anunciam e se o são, devem igualmente desenvolver a compaixão que é a capacidade de compreender o outro, respeitando-o.
    Aliás a palavra é só por si bonita, com paixão.

    Muito bonito, Graça!

    Um beijo

    Manuela Baptista

    ResponderEliminar
  3. ...e parabéns ao Nuno Machado

    pela delicadeza das fotos!

    Manuela Baptista

    ResponderEliminar
  4. Graça querida,lendo seu texto fiquei pensando no email que lhe mandei.....
    Apenas queria dividir minha angústia, mas,vou fazer como a mãe do texto:'“Meu filho, antes de dizeres o que quer que seja, pensa primeiro".
    Como mineira "sou muito desconfiada"...Queria ouvir sua opinião., por isso escrevi.
    Beijinhos..Emilinha

    ResponderEliminar
  5. Graça, realmete devemos sempre usar três peneiras, três filtros.
    É tão bom ouvir as palavras que acolhem, que acalentam, mesmo que seja a miséria do MUNDO e do HOMEM.
    Muito bem colocado este texto.
    Beijinhos...

    ResponderEliminar
  6. Palavras sábias essas, dessa pequena história. Tenho de me lembrar delas mais vezes!! Tenho tendência a ser muito impulsiva por ser expressiva, emotiva e temperamental... se fosse mais ponderada, era melhor :)), e a pensar que a sinceridade é sempre o melhor caminho, mas nem sempre... Em casa dos meus pais, foi-me muitas vezes incutida a necessidade das chamadas "white lies" ou mentiras caridosas por respeito aos outros. Faz muita falta a delicadeza, cada vez mais...
    Um beijo e boa semana!

    ResponderEliminar
  7. Bella reflexión nos entregas..

    Un beso

    Un abrazo
    Saludos fraternos..

    Suerte en esta semana que inicia...

    ResponderEliminar
  8. Oi Graça, gostei muito desta tua publicação, e concordo contigo em gênero, número e grau! Outro dia um amigo blogueiro foi super indelicado comigo em nome dessa tal sinceridade e verdade. Eu falei pra ele mais ou menos isso que tu escreveste aí em cima, no primeiro parágrafo... mas não consegui convencê-lo. Enfim... estamos vivendo num mundo em que a delicadeza é um "artigo" escasso.
    Abraço e boa semana.

    ResponderEliminar
  9. Delicadeza e sinceridade podem andar de mãos dadas... Podemos ser sinceros e delicados e as pessoas até nos ouvem com o coração aberto! De nada vale ser agressivos e cruéis com os outros... Eles estarão mais atentos à nossa crueldade do que ás próprias palavras que deveriam ser as principais intervenientes! Beijinho grande Graça

    ResponderEliminar
  10. Boa explicação Graça...gostei.


    abraços

    Hugo

    ResponderEliminar
  11. Olá Graça,
    Mais um bonito texto,e este ainda com mais delicadeza, e a beleza destas flores, especialmente esta linda rosa,e como dizes e muito bem, A delicadeza é a mais bela flor no jardim das virtudes.
    Nunca é demais agradecer as tuas doces palavras no meu blog obrigada.

    uma boa semana
    um beijinho, José

    ResponderEliminar
  12. Olá Graça...
    Sinceridade e delicadeza é o que ultimamente tem andado afastado de muito boa gente.
    Muito oportuno este teu texto.
    Um beijinho grande.

    ResponderEliminar
  13. Olá Graça. Gostei de ler este texto,tão real e tão oportuno para alguns,sei que muitos não tem sinceridade nem delicadeza.
    Beijinho e boa semana.

    Lisa

    ResponderEliminar
  14. Um texto de uma enormíssima verdade. Penso que para se ser verdadeiro nao se necessita de ser "bruto" ou rude. Na delicadeza dos sentimentos mas também na sua forma, reside, a meu ver, a razão.

    Ainda hoje Saramago volta à carga num jornal dizendo "Bento XVI parece-me um hipócrita".

    Ainda que lhe PAREÇA nao significa que o seja, e mesmo que o fosse nao me parece delicado dizê-lo.

    Cada um tem a sua sensibilidade (e agora já estou de novo na parte geral do post e nao do Saramago) pelo que nao basta dizer "estou certo" ou "tenho razão" como queremos e da maneira que queremos.

    Pior é quando há pessoas que ouvindo a primeira versão de um acontecimento ou de uma história, tomam logo partido... e se esquecem dessa delicadeza de sentimentos e das ionjustiças que podem estar a cometer. O que não aconteceu com o exemplo da mãe da criança que o levou a pensar se seria mesmo verdade o que ouvira dizer...

    Boa semana

    ResponderEliminar
  15. Graça, concordo consigo quando diz que devemos desenvolver a delicadeza, como uma virtude no ser humano, embora reconheça que cada vez este se torne menos delicado.
    Mas a delicadeza só será uma virtude, se for espontânea. Assim como a frontalidade e a franqueza podem ser virtudes, se forem sinceras.
    Se a delicadeza disfarçar o mau intimo e o cinismo, com falinhas mansas, passa a ser falsidade, da mesma forma que a espontaniedade, se servir para voluntariamente ferir e insultar, passa a ser arrogância, um dos piores defeitos do ser humano.
    Sempre me orientei por alguns princípios que considero indispensáveis e um deles diz que "quem diz e actua como quer, escuta e recebe o que não quer".
    Gostei do texto. Muito explicito e leve, mas directo e objectivo, sem rodeios.
    Um beijo, amiga, e uma boa semana para si.

    Ps: Desculpe ter apagado o comentario. Tinha ali dois pontapes na gramatica :-)

    ResponderEliminar
  16. Quanta delicadeza, Graça, nas imagens e nas palavras... Sábias palavras!

    Hoje, em dia há conceitos que estão completamente subvertidos e distanciados do seu verdadeiro significado.

    L.B.

    ResponderEliminar
  17. Concordo ser verdadeiro não quer dizer groceiro, sempre há, como ser verdadeiro sem ser mal educado, a de se usar o bom senso, coisa esquecida por muitos.
    um abraço.
    Rosan

    ResponderEliminar
  18. Concordo plenamente com você Graça, muita gente se dá o direito de ser grosseira em nome da franqueza. Parabéns pelo texto
    Um abraço

    ResponderEliminar
  19. Graça
    Lindo texto! É uma pena que algumas ou muita pessoas ainda se achem no direito de ser mal educados, rudes e julgadores dos outros.

    Sempre a sinceridade e a delicadeza!
    Beijos
    Anne

    ResponderEliminar
  20. Olá Graça, muito bom saber que mesmo distante posso contar com sua amizade! Muito obrigada por seu carinho e uma ótima semana!
    Amiga, se vc gostar de presentinhos, no meu Blog principal, www.cantinhodeaconchego.blogspot.com tem um cantinho chamado Destaques do Mês, logo abaixo dele tem o Quadro de comemorações linkado com uma estrela de acordo com o festejo (Número de visitas conquistadas, número de seguidores conquistados, prêmios e, por aí vai! Dê uma passadinha lá, se gostar de alguma coisa é só trazer para enfeitar o seu cantinho.
    Beijos e uma ótima semana pra ti!

    ResponderEliminar
  21. Viva Graça,

    Parabéns pelo texto, portador de uma verdade bem verdadeira!

    A referência ao antigo manual de Português de 2º ano é, um bom exemplo daquilo que deve ser a Delicadeza. Contudo, a mãe natureza transmitiu-nos isso de uma forma bem mais clara, ao dar-nos:

    - dois ouvidos para que possamos ouvir bem os outros;
    - dois olhos para que vejamos bem tudo aquilo que nos rodeia;
    - E, apenas uma boca para que ao longo da nossa caminhada pela vida, digamos apenas o restritamente necessário!

    Apesar de tudo, muitos são os que ignoram a mensagem da mãe natureza...

    Abraço,
    CR/de

    ResponderEliminar
  22. Olá Graça! Providencial,querida amiga, seu tema de hoje. Infelizmente há muitas pessoas que estão perdendo essa qualidade.
    Como minha querida e saudosa avó dizia, muita franqueza nada mais é do que falta de educação.
    Eu costumo sempre usar uma frase da escritora Adriana Falcão que diz:"Todo tipo de indelicadeza dispara alarme no meu peito". E vc sabe que dispara mesmo, Graça? Fico com o meu coração super acelerado. Odeio indelicadeza.

    Um beijo e parabéns por mais um belo post!

    ResponderEliminar
  23. medir as palavras ... tanta forma de ser frontal e delicado, a arrogância detestável de quem se intitula de "frontal"

    gostei

    beijo
    teresa

    ResponderEliminar
  24. Bom dia Graça:

    Mais um belo post que esmera a qualidade de quem o publica, pois nisto, também se pode empregar a palavra (Delicadeza) pela forma em como escolhes os temas e os escreves.

    Eis que a Delicadeza na sociedade actual já não impera muito.

    Um exemplo bem flagrante disso é o de (por experiência própria) por exemplo:

    Entrar numa loja para comprar algo e por detrás do balcão quem está a atender não ter a delicadeza necessária para atender uma pessoa dentro da norma delicada mas sim de cara de poucos amigos e com uma rudeza incrível atender as pessoas que se chocam com tal forma que se pode classificar de agressividade activa e passiva.

    Delicadeza implica: - Qualidade, Cortesia, Suavidade, Mimo, Perfeição, Susceptibilidade, Atencioso, etc., etc..

    A delicadeza entra em todos os parâmetros de nossa vida, porque logo por aí se pode desmistificar o sentimento de qualquer pessoa.

    Belo post amiga, e para quem o possa ler, é mais um exemplo de um bem que se pode ter na vida de uma pessoa.

    E agora com delicadeza te desejo uma boa semana, bjos e felicidades.

    ResponderEliminar
  25. Eu sou sincera sim Graça e como isso me custa caro as vezes. Agora jamais perco a delicadeza, porque ela faz parte de mim.
    Bjs e uma ótima semana para vc.

    ResponderEliminar
  26. Beautiful and lovely shot !! Nice post !! Thanks for sharing..Unseen Rajasthan

    ResponderEliminar
  27. Bom dia, Graça

    Há um prêmio para o seu "Zambeziana" lá no "Livro dos Meus Selos". Por favor, passe por lá para retirá-lo.
    http://em-prosa-e-verso-selos.blogspot.com/

    Beijos

    Dulce

    ResponderEliminar
  28. É, Graça, muitas vezes aquela 'sinceridade' não passa de arrogância e indelicadeza. Ser delicado é ser educado, eu penso. Gostei de você nos ter lembrado coisas assim simples, porém que fazem toda diferença!
    Amiga, o Multivias está debatendo sobre umas flores chamadas bromélias. Gostaria muito de ter sua opinião!
    Uma boa semana para você!
    Luísa

    ResponderEliminar
  29. Nesse mundo há muitos sussurros,
    Cansaços e estorvos.
    A infância é um cárcere de ternura,
    Mas ainda assim um cárcere.
    A vida adulta é absurda,
    Somos torvos e apressados,
    Eternos deconsolados.

    Se fores calmo,
    Chamar-te-ão de tolo,
    Se fores tolo,
    Chamar-te-ão de submisso,
    Se fores submisso,
    Chamar-te-ão de fraco,
    Arrancar-te-ão a pele
    E esmagar-te-ão os ossos!

    Os homens tem sido
    O que precisam ser:
    Não o que são.

    Perdoa-me,pois
    Tácito

    ResponderEliminar
  30. Oi Graça, tudo em paz. É a corrida da vida nos expreme e nos faz ser fortes para continuarmos.
    Tem sido muito difíceis, mas estamos sobrevivendo. É muito bom ler seus comentários, obrigado pela sua presença sempre viva em meus momentos que compartilho com todos vocês.

    ResponderEliminar
  31. Não me lembro da história desse menino, mas gostei muito de a ler. É bem verdade! Delicadeza e um "saber estar" social (sem com isso perder a personalidade própria e o que nos torna genuínos) começa a escassear, infelizmente. Beijinho!

    ResponderEliminar
  32. Olá Graça,

    Bom texto, parabéns!

    Obrigado por me honrar com a sua visita e pelo seu belo comentário!

    Desejos de boa semana!

    Abraço,
    FrancK

    ResponderEliminar
  33. Lindo este teu texto sobre delicadeza; é verdade que muitos acham que ser sincero é dizer-se tudo o que se pensa; certo.. até é, mas há que fazê-lo com cuidado para não magoar as pessoas; penso que não se deve dizer uma coisa e pensar-se outra, mas tudo isso se pode fazer com o devido respeito por quem está connosco; isso requer muita experiência de vida e muitas vezes só com o passar dos anos aprendemos a ser assertivos; dizer o que é necessário, sem fingimentos, mas com todo o cuidado, pois a palavra é perigosa; é como a flecha que depois de lançada não volta; a palavra pode ferir profundamente e por isso há que pensar bem antes de se abrir a boca; para se ser sincero e verdadeiro não é necessário ser-se bruto e arrogante. Parabéns pelo tema. Voltarei, como sempre. Um beijinho
    Emília

    ResponderEliminar
  34. Graça;

    A delicadeza, é o oposto da grosseirice saloia, mas nem sempre é sincera. A delicadeza deve ser aplicada com sabedoria e sentimentos de verticalidade, porque de contrário não passará de uma hipocrizia escondida.

    tema interessante, Graça, que possivelmente fará muitos reflectirem quanto ao seu grau de comportamento...

    bjs, Graça,
    Osvaldo

    ResponderEliminar
  35. Graça, independente do tema você dá um show de delicadeza ao escrever. E é por isso que não dá pra deixar de visitar o Zambeziana sempre.
    Ah, penso que não exista nada mais delicado do que o microcosmo botânico. As imagens aqui publicadas confirmam.
    Um grande beijo brasileiro!

    ResponderEliminar
  36. AMIGA GRAÇA sempre carinhosa nos seus comentários...faz um "bem para a alma" é tão bom receber elogios...te agradeço!
    PAZ no seu coração...
    Graça

    ResponderEliminar
  37. AMIGA GRAÇA eu te dei o selinho AMIGAS DO CORAÇÃO...mas não está em seu blog...
    Bj
    Graça

    ResponderEliminar
  38. A delicadeza é a flor da humanidade .

    Abraço querida Graça.

    ResponderEliminar
  39. Como sempre lindos e oportunos os teus textos.
    Bjs

    ResponderEliminar
  40. Graça,
    a delicadeza é assim, particular. As pessoas brandas,cheias de luz, são delicadas por natureza...

    Fotos lindas, parabéns.

    Beijinhos,

    Linda Simões.

    ResponderEliminar
  41. Também gostei muito, mas acho que também nos falta a todos um pouco de caridade, não aquela caridade de meter a mão no bolso e dar aquilo que nos sobra, mas caridade de um sorriso para o que está á nossa frente sem precisar de um retorno. Parabéns pela sensibilidade do texto. beijinhos

    ResponderEliminar
  42. Graça
    Minha amiga Para ti a nossa beleza e o nosso gostar...


    Beijos

    ÁFRICA


    África...
    Linda...
    Imensa...
    E mágica...
    África dos Leões...
    Dos elefantes...
    Das girafas...
    E do salalé...
    Do muito...
    E do pouco...
    Da magia...
    Da vida...
    Do amor...
    E da saudade...
    África...
    É tudo isto...
    África...
    É a imensidão...
    Do ir...
    Do amar...
    E do querer... voltar...


    Lili Laranjo

    ResponderEliminar
  43. Graça, acho e o mundo esqueceu a delicadeza.

    Na lateral do blog há o "Selo Amigo fiel",( se vc não tiver) gostaria q aceitasse.

    mil beijinhos no coração!

    ResponderEliminar
  44. Bonito texto a fazer-nos pensar um pouco antes de sermos frontais.
    Mas o ser frontal não implica ser indelicado. Desde que seja verdade e seja oportuno. porque pode ser verddae e não haver necessidade de o espalhar aos 4 ventos gritando-o na cara da pessoa. e pode ser oportuno mas se não corresponder à verddae é apenas falso testemunho.

    A sinceriddae pressupões sermos honestos conosco próprios. Mas há coisas que poemos querer que os outros não saibam (talvez as escondamos de nós próprios) e essa atitude tem que ser respeitada será então mesmo muito indelicado confrontar alguém com uma verddae que não se queria que se revelasse. Isso além de indelicado é invasão de privaciddae.

    Bj

    ResponderEliminar
  45. Só alguem generosa,gentil e absolutamente amorosa,para saber o valor disso e o quanto o mundo seria melhor com esse olhar.

    Mesmo distantes,sinto-me proxima de ti e sou grata por essa proximidade ,para que eu possa quem sabe aprender a ser mais humana e doce.

    meu carinho e bem querer

    ResponderEliminar
  46. Graça;
    Vim agradecer a gentileza das suas palavras na minha "INVICTA".
    Gostei do seu olhar do outro lado do rio.
    Bem haja.

    IM

    ResponderEliminar
  47. Ah querida , que belo tema abordaste!

    É isso mesmo, troca-se o nome, mas se não se trocar o carácter , nada muda

    beijo grande!

    ResponderEliminar
  48. Gostei de te ler, Graça.Eu prefiro sempre ouvir uma opinião sincera mesmo que ela não esteja de acordo com o meu sentir. Tudo depende de como é dita e quem a diz.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  49. Graça, estar contigo é sentir o cheiro destas flores lindas, o encanto das tuas palavras, palavras com poesia...
    Gosto de ti, Graça, ler-te e maravilhar-me na tua paixão pela vida.

    Um beijo.

    Carlos

    ResponderEliminar
  50. olá Graça,

    passei para te deixar um beijo e não podia deixar de ler o texto "delicadeza".

    gosto de um poema de pablo neruda em que ele descreve delicadeza como ternura, leveza e simpatia.

    beijo | adoro o teu blog

    ResponderEliminar
  51. Graça PEREIRA: adorei este teu texto, entremeado de lindas flores. É claro que dizes, em simples e resumidas ideias ,verdades mais que universais. O pior de tudo é haver quem nos confunda tanto com a "sua" afirmação de perfeição. que nos confunde, nos baralha e nos faz sofrer, se formos uns ingénuos crédulos. Será que é como se diz, que com a idade vem a sabedoria?
    beijo de lusibero

    ResponderEliminar
  52. Grande verdade Migá! A propósito recordei-me de alguns provérbios portugueses que vêm a calhar:
    "Quem cala vence."
    "Nem todas as verdades se dizem."
    "Ninguém aponta as faltas alheias com o dedo sujo."
    "O mal está nos olhos de quem o vê."
    Beijocas.

    ResponderEliminar
  53. Essa é a minha dileta Amiga Graça!
    Li, sem alvoroço, seu texto e veio-me ao coração, de estalo, duas músicas. Uma, portuguesa: "Eu sou sincera/ Só que não quero dar-te um desgosto". A outra:"...talvez no tempo da delicadeza/ Onde não diremos nada/ Nada aconteceu/ Apenas seguirei como encantado ao lado teu..." Essa última é do Chico Buarque, a primeira era magistralmente interpretada por Amália Rodrigues.
    Sou sincera, mas vou evitar-lhe um desgosto por estarmos vivendo num tempo muito especial, o tempo da delicadeza. Seria essa a associação possível?
    Contudo, você disse tudo, com delicadeza...
    Silenciosamente, saio. Mas não sem antes deixar-lhe o um carinhoso beijo!!!

    ResponderEliminar
  54. Levo seu selo para guardá-lo no nosso porta-jóias...obrigada!

    ResponderEliminar
  55. AMIGA!
    EMBORA ALGUNS DOS SELOS VC. JÁ TENHA RECEBIDO, EU TAMBÉM ESTOU LHE OFERECENDO. ESTÃO NO SEGUINTE ENDEREÇO DESDE SEXTA-FEIRA.
    VIM AGRADECER SUAS VISITAS NO BLOG. FICO MUITO FELIZ COM O SEU CARINHO.
    COMO É BOM RECEBER VC. LÁ EM CASA.
    FICO MUITO FELIZ.

    TEM UM SELO VIOLETA PARA VC. DESDE DE SEXTA FEIRA PASSE LÁ. E LEVE.
    ESTE É O ENDEREÇO
    http://sandraandrade7.blogspot.com/
    TEM MAIS LÁ SE AINDA NÃO PEGOU FIQUE A VONTADE.

    MAS NÃO ESQUEÇA, ÉS MUITO ESPECIAL PARA MIM.
    VIOLETA SELO MÁGICO.
    PAASE LÁ.
    COM MUITO CARINHO
    SANDRA

    ResponderEliminar
  56. sendo sempre maravilhosa em tuas palavras....como seria tão bom se as pessoas soubessem usar de vez em qaundo a delicadeza para muitas coisas da vida....não precisariam ir muito longe...ou esperar tanto..ali mesmo em suas casas....nos seus trabalhos ou simplesmente dentro do onibus ou no meio da rua seria um campo ideal para usar um pouco disso que tanto carecemos.....

    Ademerson Novais de Andrade

    ResponderEliminar
  57. Olá amiga
    Pois é os bons costumes infelizmente vão sendo muito raros e a delicadeza é tão fácil, ser gentil, educado, atencioso... gostei muito do teu texto.
    Beijo

    ResponderEliminar
  58. Ola, Graças, realmente os valores estão se perdendo, outro dia fui ver uma palestra da Leila Ferreira e ela falava sobre isso, como as pessoas estão perdendo a educação, a delicadeza ,e é tão simples, não somos os unicos no planeta, tem lugar pra todos

    Sempre passo aqui no seu cantinho adoravel

    Um grande abraço e uma boa noite

    ResponderEliminar
  59. Tem um selinho de presente para você em meu blog. Passe lá! É dado com muito carinho e respeito ao seu espaço. Abraços.

    ResponderEliminar
  60. Seus textos sempre nos provocando, Graça.

    Continuemos...

    ResponderEliminar
  61. Ola amiga conto com o teu voto. Passe lá e confira.
    Te espero.
    Um grande abraço.
    Sandra

    ResponderEliminar
  62. Delicadeza
    gentileza
    fortaleza

    um beijo agradecido

    ResponderEliminar
  63. OI Amiguinha, gostei muito de ler este post... delicadeza é tudo nas nossas vidas, e o mundo seria bem melhor com ela né... mais acho que hoje em dias tem pessoas que nem sabe o que ela significa, o que é uma pena...

    Que bom que gostou dos meu arranjinhos,,,, obrigada

    bjs
    monica

    ResponderEliminar
  64. Graça,

    Minha amiga desculpa pela demora, mais ai vao as dúvidas:

    O Candomblé é uma das religiões afro-brasileiras praticadas principalmente no Brasil, pelo chamado povo do santo. O candomblé é o culto dos orixás, de origem totêmica e familiar.
    Os orixás são aqueles que estão aprensetando lá em meu blog, eles são como santos...entende. Como por exemplo Xangô é um orixá masculino. Já Oxum é orixá feminino.
    Os templos de candomblé são chamados de casas, roças ou Terreiros. Aqui no Brasil é normal se chamar de Terreiros - que é o lugar onde se pratica o candomblé.

    Graça, aos poucos vou apresentando varias informações no meu blog...ok.

    Obrigado pela participação por lá viu.

    abraços de luz e paz.


    Hugo

    ResponderEliminar
  65. Graça

    Agora que não temos a Alegria para bebermos o chá das 24 horas

    venho aqui convidar-te para um concerto a duas mãos, com toda a delicadeza claro!

    Uma boa noite

    Manuela Baptista

    ResponderEliminar
  66. Delicadeza - dificil de se encontrar, mas facil de manifestar.

    aproveito para dividir com vc o meu primeiro selinho,
    passe lá no bloguinho da zizi para pegá-lo
    você faz parte dos meus favoritos
    sou grata
    ziziz

    ResponderEliminar
  67. Amiga Graça,
    Tem um selo, lá nas minhas páginas para ti.
    Compartilho contigo com muito carinho,pois tuas páginas são encantadoras e leves,sem nuncar perder a profundidade.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  68. Olá Graça.

    Ando afastada mas não me esqueci de você, no momento só estou com um blog, muito obrigada por me visitar.
    Beijos
    Renata

    ResponderEliminar
  69. Querida Graça, gostei muito do que você escreveu neste post. Suas palavras tem a delicadeza ao penetrar em nossas mentes. Tudo fica tão suave e podemos ter um olhar diferente e nos transportar para uma nova realidade.
    O cuidado com as imagens que você tem, já refletem tudo isso que é algo maravilhoso.
    Obs: obrigada pela a sua visita e os comentários que muito enriquece meu blog.

    Um grande beijo.

    ResponderEliminar
  70. OLÁ GRAÇA
    Tudo é belo por aqui.
    As tuas palavras deslumbram-me
    as fotos seduzem-me.
    PARABÉNS.

    Mais um "MOMENTO PERFEITO" na minha vida, este ano de 2009.
    A Câmara Municipal da Moita procedeu ao lançamento do Livro “Poetas Nossos Munícipes”, no passado dia 15 de Setembro, no Auditório Lopes Graça, da Biblioteca Bento de Jesus Caraça, aqui na Moita.
    A colectânea tem como objectivo a divulgação da poesia e dos poetas locais e, simultaneamente, incentivar a criatividade literária e o gosto pela escrita. Concorreram 20 participantes (eu incluída) que enviaram 130 poemas, tendo o júri escolhido, por consenso, 66 deles para publicação.
    O meu grande orgulho é que enviei 6 trabalhos e 4 deles foram escolhidos pelo júri, estes quatro fazem parte dos 66 publicados no livro.
    Convido-te a ver a poesia que foi lida por um elemento do júri, na sessão de lançamento.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  71. Cara poetisa

    Tem que haver o tempo da delicadeza, para amenizar a rudeza do cotidiano

    ResponderEliminar
  72. Querida amiga. A gentileza deve fazer parte de nosso cotidiano, pois todos, sem exceção, temos pesada e escura bagagem do passado, dificuldades no presente, recheado de hesitações e erros. Mas nem por isso devemos deixar de nos entender reciprocamente e estendermos amorosamente as mãos aos nossos irmãos.
    Beijos e fique com Deus.

    ResponderEliminar
  73. GRAÇA ME DESCULPE POR NÃO TER RESPONDIDO ONTEM...AGRADEÇO SUAS PALAVRAS E SUA VISITA QUE DEIXA MEU BLOG MAIS COLORIDO COM PALAVRAS QUE ENCANTAM!
    PAZ NO SEU CAMINHO...
    BJ
    GRAÇA

    ResponderEliminar
  74. Que lindo texto !
    Nos dias de hoje muitas pessoas não conhecem essa preciosa palavra: delicadeza .
    Graça, seu blog continua impecável ! É muito bom passar por aqui.
    Com carinho,
    Leonor Cordeiro

    ResponderEliminar