segunda-feira, 1 de março de 2010

Recado


Para além da filatelia, a minha paixão desde garota e que é o coleccionismo mesmo a sério na minha vida, faço colecção de postais dos meus aniversários, Natal e Páscoa, organizados desde os meus quinze anos em mais de vinte álbuns. Aqui, em Portugal, nasceram mais duas paixões: a colecção das caixinhas (tenho-as de todos os tamanhos) e, mais recentemente, de canecas…
A minha última caneca foi-me oferecida por uma amiga muito querida. Não sei bem porquê mas resolvi tirá-la do sítio onde estão as outras e é nela que tomo o meu café da manhã. Não tem nenhum atributo especial. É de barro como muitas outras, tem umas rosas, em relevo, bem pintadas, que a torna muito bonita. Por baixo das mesmas uma frase que leio e releio enquanto bebo o leite: “O amor que dás aos outros / todos os dias e ao longo do ano inteiro / multiplicar-se-á numa centena de pétalas / e retornará a ti”. Parece-me um recado. Analiso a minha vida e convenço-me que há muito de verdade nestas palavras. Claro que nem tudo são rosas como as da minha caneca que não têm espinhos. Eu já os tive de desilusões, de ingratidões e de esquecimento… ainda assim, não dá para cobrar juros daquilo que não retornou a mim.
Volto à frase da minha caneca e penso que, antes de a ter todos os dias nas minhas mãos, nunca me tinha preocupado com esta contabilidade de retorno… A rectidão da dádiva está precisamente, penso eu, em não se esperar recompensa…
O capital das minhas acções e atitudes, não sei se renderam alguns juros e não me importa saber. Estão depositados no banco da amizade onde não há perigo de assaltos, cheiro a bafio nem manchas de bolor. Também não pretendo com ele comprar a eternidade embora agora me lembre do cêntuplo prometido no Evangelho.
Prefiro antes que o amor que dou aos outros seja um eco que, repetido, beneficiará o mundo inteiro. Olho as estrelas, que costumo contar nas noites em que são mais visíveis, que continuam a brilhar de um modo extraordinário, a comover poetas ou a iluminar sonhadores enamorados… se dependessem dos agradecimentos dos homens, há muito se teriam apagado.
Penso na minha amiga que me ofereceu esta caneca com um recado junto às rosas em relevo e acredito, sem nenhuma dúvida, que o perfume fica sempre na mão de quem oferece a rosa…



84 comentários:

  1. Prefiro antes que o amor que dou aos outros seja um eco que, repetido, beneficiará o mundo inteiro. Olho as estrelas, que costumo contar nas noites em que são mais visíveis, que continuam a brilhar de um modo extraordinário, a comover poetas ou a iluminar sonhadores enamorados… se dependessem dos agradecimentos dos homens, há muito se teriam apagado.
    Penso na minha amiga que me ofereceu esta caneca com um recado junto às rosas em relevo e acredito, sem nenhuma dúvida, que o perfume fica sempre na mão de quem oferece a rosa…

    Estas são as tuas palavras, aquelas que tenho que reter, porque são a súmula da pessoa que antevejo em ti.
    A entrada do blogue está lindíssima!
    E a chávena, claro que sim...só poderia trazer sorrisos, como tudo adquilo que é dado com gentileza e coração.
    Beijo amigo, Graça
    Susana

    ResponderEliminar
  2. Tb faço coleções deste pequena.
    Bjs Graça.

    ResponderEliminar
  3. Também gosto muito de coleccionar: moedas, selos, cartas de telefone, postais, figurinas...
    Até as capsulas das garrafas de champanhe eu colecciono!
    Com relação a sentimentos, penso que só se colhe o que se semeia, e eu prefiro colher amor, mesmo se devo esperar muito tempo pela colheita;-)

    ***
    Beijos e que estrelas amigas brilhem sempre no seu céu*******

    ResponderEliminar
  4. Graça
    Não posso dizer que coleciono canecas, mas tenho uma caída por elas... :-) Gosto demais...

    Grande beijos
    Anne

    ResponderEliminar
  5. Oi Graça
    Não tenho o hábito de colicionar nada, se pudesse colecionaria amigo, pois eles são fundamentais em nossa vida.
    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Concordo com o que dizes... que a rectidão da dádiva está em não receber recompensa... ela é recompensa per si :)Mas se a amizade que recebemos, não retribuímos, devemos estar um pouco distraídas!! Temos em comum esse gosto pelo coleccionismo... gosto muito de caixinhas, embora tenha poucas... e gosto mesmo muito de antiguidades (coleccionáveis de uso pessoal, que fazem a minha delícia!É a costela britânica, rrss)Não colecciono canecas, mas a minha mãe colecciona vacas leiteiras daquelas que são mesmo para servir no chá e tem dezenas delas, acho muita piada a essa colecção. bel hajas Graças, pela amizade que irradias no blogue, nos blogues que visitas e de certeza, na tua vida! Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  7. Boa noite minha amiga.
    Estou ainda perplexa com sua postagem,maravilhosa.
    A caneca sem comentário rs.
    Eu também faço coleções de cartões,desde aniversário até chá de cozinha,uma mania minha.
    Faço coleções de diários e agendas pode?
    Amiga a sua postagem me comoveu,parabéns.
    Uma linda noite e um beijo grande.

    ResponderEliminar
  8. Gracita,
    Que caneca mais linda! Profunda e reflexiva a frase que a acompanha... com certeza esta caneca está nas mãos certas.

    Beijinhos minha linda amiga.

    ResponderEliminar
  9. Acredito que o perfume fica sempre na mão de quem dá a rosa; fica sempre no nosso coração a satisfação de um pequeno gesto, de um sorriso, de um olhar; faz bem a quem damos, mas faz muito melhor a nós que o ofercemos. Não faço colecção de nada, mas guardo com muito carinho o que me dão, quando nessa oferta sinto amizade. Pode crer que foi com muito apreço que o começar de novo lhe ofereceu o mimo, o prémio dardos. Sei que já o tem aqui no seu blog, mas o significado dele é o que interessa: apreço pelo seu cantinho. Obrigada, amiga pelo texto tão carinhoso e bem escrito, como sempre. Um beijinho e uma boa semana
    Emília

    ResponderEliminar
  10. Para começar miúda, gosto imenso do cabeçalho do teu blog, está muito simples e bonito, sim senhor, gostei :)
    Agora vou repartir um segredo contigo, queres saber ?????
    Queres mesmo ????.... pronto, estás bem, eu digo-te, mas digo-te porque és minha amiga, ah ah ah ah ah ah
    Também tenho a paixão da filatelia......surpresa ?????... acho uma colecção encantadora....mas cara :(
    Interrompi a minha, devido a outras prioridades e depois caiu um pouco no esquecimento, quem sabe um dia destes não continuo ????
    Se quiseres um postal também se arranja, basta enviares-me um endereço que o postal(ais) irá(ão) aí ter...Adoro escrever cartas, postais, bilhetes, recados....Por muito que os computadores sejam rápidos e práticos, não abdico da escrita à "moda antiga"... No Natal ainda sou daqueles que envia montes de postais, é claro que depois adoro receber a resposta de
    volta no correio.
    Para terminar, acho que o recado da tua caneca, faz sentido, acho também que nunca nos devemos arrepender de praticar o bem.
    Aqui fica o meu beijito, desejando-te tudo de bom nesta semana que se inicia.

    Teu amigo.....Norberto

    ResponderEliminar
  11. Norberto
    Ainda bem que gostaste do meu portal de Março...afinal, as rosas, são as minhas flores preferidas!
    Quando voltares a pegar nos selos, avisa, pode ser que eu te possa dar alguns que ainda não tenhas... Sim, é uma colecção cara mas vale a pena.
    Também sou do teu clube: mando postais a todos os meus amigos nos seus aniversários, pela Páscoa e Natal, acho que é muito mais personalizado , amigo e íntimo.
    Por isso, é que eu tenho mais de vinte albuns com postais...são o tal retorno!
    Beijo amigo
    Gracita

    ResponderEliminar
  12. Já é tarde e eu tenho que me levantar (muito) cedo, mas não queria ir dormir sem te responder, dizendo-te que não esqueci que as rosas são a tua flor preferida,e dizendo também que não sabia que todos os meses mudavas o portal do teu blog :)
    Sinceramente acho que ficou muito bonito e principalmente muito sóbrio.
    Ainda falando em rosas, esta semana que passou ofereci dois ramos de rosas, um à minha madrasta e o outro a uma colega de trabalho que ficou triste por não lhe oferecer um também a ela....como o coração falou mais alto,decidi contemplá-la com a minha generosidade, LOOOL... É uma boa colega :)

    E agora vou dormir... Uma boa noite para ti :)

    Fica bem , Gracita .

    Beijo

    Norberto

    ResponderEliminar
  13. Salvé Graça
    Como não ando muito pela blogosfera, vim aqui por excepção e agora especialmente, agradecer-lhe o comentário e ainda, dizer-lhe que "nada acontece por acaso", porque somos regidos por uma Lei Universal que se chama de ATRACÇÂO e assim, há realmente posts que se complementam,assim como pessoas e situações.
    O blog onde comentou "mariz" é o arquivo do original "sou pó e luz" - que iniciei há 1 ano sem saber patavina de informática.
    É nesse blog que abri excepcionalmente - como outras situações que se seguirão - o post actual sobre a Madeira,mas depois volto a fechá-los.
    Penso que as pessoas não se focam no essencial e por isso os "sinais" que diariamente nos são mostrados parecem passar-lhes despercebidos.
    Eu tento fazer a minha parte, que é a de alertar! - tomo isso como dum "serviço" se tratasse; e é por isso mesmo, que não me alimento da blogosfera.

    Quanto ao seu post, achei-o muito verdadeiro e poético, pela leveza e côr que nos transmite. Porém também verifiquei que é uma coleccionadora e tanto! Penso que isso possa servir de ratoeira.(?)Está a acumular "bagagem"que não lhe irá servir de nada e só lhe ocupa tempo precioso....porque a distrai de outras coisas mais importantes, que tem aí Dentro.
    Inconscientemente, essas colecções representam o quê? - o seu exterior, define-se pelo que é internamente. Há coisas em nós que camuflamos como um selo de lacre e que na maioria das vezes, custa retirá-lo.
    Não me estou a "armar" em nada...apenas alertá-la para que reflicta nesse ponto, se assim o entender; já que é uma pessoa muito cheia! - no bom sentido do termo - e a dispersão se calhar, não deixa que o "outro campo" fique mais centrado e atento. Pois pelo que me passa, é
    belo, luminoso e cativante, e isso, pode reverter mais a seu favor - que não o trabalho que deve ter para comentar tanta gente que aqui vem.

    Deixo o meu olhar sereno e um sorriso.
    Sempre....
    mesmo não muito presente....
    Mariz

    ResponderEliminar
  14. Olá Graça
    Gostei da lição da caneca.
    Na dádiva de uma rosa, o perfume fica na mão de quem a oferece.
    Em tudo na vida é assim. Quando damos já estamos a receber parte do gesto de partilha,porque vivemos a alegria de que recebeu o presente, a palavra ou o sorriso. Coisas simples!
    Não falo de colecções. Tenho algumas caixas de selos usados que guardei desde menino. Postais também e agora queria tempo para restaurar coisas antigas que guardei no sótão e muitas coisinhas que o meu pai fez para os meus filhos brincarem. Por vezes limpas e com um pouco de verniz ficam bem num cantito e são sempre recordações vivas.

    ResponderEliminar
  15. Querida Graça,

    Li com muito interesse o teu texto.
    É sempre muito bom fazê-lo, mesmo a esta hora de uma manhã de mais chuva em que me preparo já para sair.

    Sabes querida, há pequenas coisas que todos coleccionamos, por amor a quem nos as ofertou, ou porque mil e uma outras razões.
    Não por sermos materialistas ou avarentas mas só porque elas nos falam de coisas, situações ou essencialmente pessoas que nos dizem muito ao coração.

    ResponderEliminar
  16. Oh amiga,

    Esqueci-me dos muitos beijinho que te queria dar e esperar que passes um bom dia.
    Mais um grande abraço,

    ResponderEliminar
  17. Graça;

    Além da beleza da rosa e da arte de trabalhar o barro que deu vida a essa caneca, sobra uma frase linda em que a humanidade se deveria rever.
    " É apenas uma frase", dirão muitos, mas é uma frase que contém todo o sentimento com que a humanidade sonha!...

    bjs, Graça.
    Osvaldo

    ResponderEliminar
  18. Bom dia Graça!!
    Tenho uma coleção de caixinhas, inclusive duas que recebi de um amigo português, que mora em Coimbra.Sempre que viajo é a primeira coisa que compro..rsrsrs
    E a mudança do cabeçalho ficou lindo.Rosas, são sempre rosas e as mulheres gostam de rosas.
    Uma linda semana,repleta de flores, colorindo ainda mais a sua vida.
    Estou com saudades de suas visitas.
    Um cheiro...Emilinha

    ResponderEliminar
  19. Querida Graça
    Estou aprendendo que realmente não devemos esperar nenhum retorno de nada, pois a nossa intenção tem que ser fundamentada no amor incondicional.
    Mas tenho percebido que recebo na mesma moeda, ou, ouso dizer, numa moeda bem mais valiosa, de mãos desconhecidas, um carinho, uma atenção, uma ajuda que por vezes me deixam desconcertada.
    O Universo responde a todas as nossas atitudes.

    A frase da tua caneca é perfeita.

    Beijinhos
    alzira

    ResponderEliminar
  20. ...com licença coleccionadores e amigos...

    entro aqui muitOOOOOOOO! envergonhada porque eu não guardo nada, nem faço colecção de coisa alguma...quer dizer, guardo os meus desenhos e os meus escritos e mesmo assim já tenho as gavetas cheias!

    Mas há uma coisa que não tem peso, não tem forma, não tem cor, é invísivel aos olhos e ao tacto,silenciosa, que eu guardo sempre e gosto e reparto e corto-lhe um pedaço e está sempre a crescer e que eu tenho encontrado aqui nesta tua casa, Graça! E isso é o Amor!

    Aquele Amor, que não espera nada em troca, com muitas pétalas e espinhos, que não olha apenas para o passado mas agarra o futuro, que está escrito nas canecas mas sobretudo nos corações!

    Eu acredito que o menor dos nossos actos e dos nossos sentimentos, é como o agitar de asas de uma borboleta em Portugal. Pode provocar uma tempestade na China.

    Este teu texto está muito profundo e belo!

    Levo a rosa encarnada, talvez ela aceite começar uma colecção comigo...

    um beijo

    Manuela

    ResponderEliminar
  21. Oi Graça, vim ver como tens passado
    Eu tenho uma coleção de convites, lembranças há muito tempo. Normalmente, quando passa a festa ou o evento costumamos jogar fora o tal convite. Mas um dia resolvi guardar e guardar e algumas pessoas que já viram minha coleção são os donos dos convites que nem eles mesmo guardaram e gostariam muito de ter. Não é legal? Que idéia essa minha...rs
    Essa caneca está linda e a frase que nela tem é muito reflexiva.
    Xeros e boa semana.

    ResponderEliminar
  22. Olá Graça
    li com atenção o teu texto e senti como se fosse eu a escrevê-lo...também faço colecção de canecas e cada uma tem um significado especial, geralmente vêm dos países que já visitei e portanto cheias de boas recordações, algumas são simples mas lembram-me algo só para mim terão beleza.
    Bjs

    ResponderEliminar
  23. O teu Banco da amizade
    nele eu ainda acredito
    porque tem por ai plantado
    o amor que é tão bonito

    Esse eco eu ouvi
    no meio da multidão
    também ele chegou aqui
    e o perfume da tua mão

    Um beijinho,
    José.

    ResponderEliminar
  24. Ah, minha amiga Graça, você é uma pessoa muito especial. Só pessoas especiais conseguem transbordar em palavras, tão lindos sentimentos de amizade.
    Adorei a caneca, é linda.
    Também tenho minhas coleções, entre elas uma de pratos de parede que começou com um prato trazido por minha avó paterna entre seus haveres,quando chegou ao Brasil, vinda da Madeira, com a familia, para aqui se estabelecerem. Já por isso, considero muito preciosa e linda essa coleção que é formada (apenas) com lembranças de amigos ou de viagens.
    Beijos

    ResponderEliminar
  25. Minha querida Graça
    Eu também adoro canecas, e essa é linda.
    o teu texto está maravolhoso e sensivel, gostei muito de ler.

    beijinhos
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  26. Que bonita sua reflexão, também penso no eco e na reverberação dos meus atos e por isso tento que sejam os melhores possiveis.
    Beijos

    ResponderEliminar
  27. LINDO PENSAMENTO, GRACITA: tens razão: o perfume fica ,também ,nas mãos de quem oferece...
    Original modo de passar o tempo, fazendo colecções...
    Beijinhos, querida amiga.
    LUSIBERO

    ResponderEliminar
  28. Interessantíssimo o seu post. Até bem pouco tempo eu também era finatelista e colecionadora de postais. Desde adolescente juntava os selos, comecei retirando-os das cartas que recebia dos correspondentes.
    Beijo grande

    ResponderEliminar
  29. Amiga Graça.Também tenho algumas coisas que colecionei ao longo dos tempos,postais diversos,fitas dos presentes,bilhetes do cinema desde namoro,e um sem fim de coisas.Mas as que guardo com muito carinho actualmente,são galhardetes dos bombeiros,medalhas,carrinhos,porque é o actual.Agora na tua caneca,tens a beleza das palavras escritas e o simbolismo da mesma,e gostei da textura dela,as rosas...lindas.
    Beijinho e boa semana Lisa

    ResponderEliminar
  30. Cara amiga Graça,
    Fico deveras feliz por teres apreciado uma postagem nossa. Eu conheço o Credo do Engenheiro Agrônomo desde a universidade e naquela época não havia internet. Copiei do livro que um professor emprestou-me. Não deves pedir licença para postá-lo em teu blog, pois fazes parte do próprio texto. Sim, fazes parte deste compromisso e desta paixão porque vivenciaste ao lado de um agrônomo cada palavra, cada ação, cada projeto de esperança que certamente ele tinha. Fica a vontade cara amiga, faça o que lhe for de agrado. No mais, vou continuar seguindo o Zambeziana para ler e refletir sobre os escritos maravilhosos que produzes, tal como o “Continua tudo igual...” Até breve com um forte abraço do Leonam.

    ResponderEliminar
  31. Este texto é de grande profundidade e nele se encerra uma grande mensagem...
    Na realidade, tudo que damos retorna a nós quando menos esperamos e sempre em maior proporção do que oferecemos.
    Quando amamos, quando estendemos os braços para dar, ajudar e apoiar sem esperarmos recompensa é quando o Universo nos responde mais rapidamente....e não me admiro que a Graça, sendo a pessoa maravilhosa que venho conhecendo, receba tudo isso e contemple as estrelas agradecendo o seu brilho.
    As rosas, com ou sem espinhos, são o símbolo do nosso espírito, por isso condizem tão bem consigo.
    Continue a espalhar amor à sua volta pois será amor que colherá e será a melhor forma de ajudarmos a transformarmos o Mundo.

    um beijinho com muito carinho

    ResponderEliminar
  32. é verdade... sermos solidários e entregues ao próximo sem pensarmos em retorno . Esse é um dos grandes segredinhos para uma vida eterna!

    obrigada pela partilha,

    beijinhos,

    Gisele

    ResponderEliminar
  33. Oi
    Graça é um prazer a sua visita
    meu blog é a minha cara sempre
    cheio de labirinto.
    Mais vim ver você e esse comentário
    sobre as rosas e coleções.
    Aqui em casa tem uma pequena coleção,
    de livros não é minha é do meu filho.
    No guarda roupas não tem roupas só livros.
    Beijos...
    Lúcia.

    ResponderEliminar
  34. Oi Gracinha
    Lindissimo o novo cabeçalho. Simples e elegante.
    Quanto ao teu escrito, maravilhoso como sempre, retenho a passagem do banco da amizade, onde para abrir uma conta não são precisos papeis e muito menos o tamanho da carteira para ter tratamento Vip, mas sim e somente o valor das palavras, das recordações e da presença mesmo que á distância. Também é verdade, que de todas as colecções as mais difíceis são as da amizade, não pela dificuldade na aquisição mas antes pela durabilidade das mesmas, e quando são autênticas não se admitem trocas, né?
    Grato pelas amáveis palavras e estimulo á minha "arte".
    Bjo grande e lindas rosas para ti.
    Diogo

    ResponderEliminar
  35. Linda a caneca mesmo. Não faço colecções...
    Talvez faça mentalmente das decepeções da vida,
    de amizades falsas, de amores falsos, mas a vida
    tem-me maltratado nas relações humanas.Bem, não
    era disso que queria falar, é para lhe dizer,
    que aquele vídeo que não conseguiu ver no meu
    blogue, coloque no endereço do Youtube"Parlamento
    sueco dá exemplo de transparência" e assim deve
    vê-lo.Beijinhos

    ResponderEliminar
  36. Hoje cedo, lia de um brasileiro chamado Eustáquio Gomes, a obra chamada "Viagem ao Centro do Dia", pois bem, lá encontrei uma história das coleções. Ele coleciona elefantes. Miniaturas destes animais majestosos, claro, e disse que a coleção que ultrapassa os números razoáveis que poderíamos imaginar, lhe dá um sensação de ordem, de confiança na estabilidade das coisas, de conforto ao visitar os amigos que o brindaram.
    Tudo para combater a insegurança e modificação constante do mundo, das pessoas que nos cercam, dos diversos sentimentos que percebemos, gostando ou não. Assim, à medida que o dia corre, que a jornada avança, volta e meia voltamos à coleção. Aos nossos objetos queridos, como a sua caneca, que a faz lembrar sempre da amiga querida. Ela - a pessoa dela - pode estar distante ou próxima, mas a caneca está sempre ao alcance cotidiano da mão. Pois não? Quem o saberá? Talvez ninguém. Reitero meus parabéns pela qualidade das suas narrativas. Beijos.

    ResponderEliminar
  37. É uma mensagem linda a que queres passar, utilizaste o collecionismo apenas para iniciar a narrativa... É o teu estilo! Lembro-me das nossas reuniões a que presidias, começavas por algo muito diferente para atingires em cheio, o que pretendias. E com êxito!
    Aqui, vejo que grande parte dos teus comentadores ficaram-se pelo preâmbulo e julgam que vieste "falar" de colecções...Tenho pena. Este texto é só para quem sabe ler nas "entrelinhas" e te conhece! Parabens Graça.
    Beijo Teresa (Quelimane)

    ResponderEliminar
  38. Olá Teresa
    Obrigada pelas tuas palavras. Fico feliz por me conheceres realmente. Ainda pensarão que eu gasto tempo com as colecções...quem me dera tempo para as coisas que tu sabes... Mas sabes o escritor (???) está sujeito a estas coisas... Estou a brincar!
    Beijocas para ti e família.
    Graça

    ResponderEliminar
  39. Ainda gozas? Só não és escritora porque tu não queres!!!
    Mais teimosa que um... (Não digo)! Medo, não é porque nunca tiveste medo, então o que é, senão teimosia???
    Ah, Miss Simpatia, está na hora de pensares em ti.
    Beijo
    Teresa

    ResponderEliminar
  40. A ressonância é universal e por isso, a vida te responderá sim.
    Continue serenamente a beber o seu café e - quem sabe? _ um chá de rosas?

    ResponderEliminar
  41. Graça querida, tb coleciono canecas! E não sei se sabes, pinto tb. Gostaria de te mandar uma das pintadas por mim, mas será que chegaria inteira aí? Tenho um pouco de medo por ser de porcelana de chegar tudo em cacos, pois é sabido que não têm o menor cuidado com as encomendas...que me dizes?
    Quanto a teu post, minha amiga, te digo o seguinte, é inerente ao ser humano fazer algo e receber, no mínimo um gesto de agradecimento...eu, te confesso, tenho visto gente tão mal agradecida que é preferível fazer o bem a quem não conhecemos, pois aí não se espera nada...quanto a dar presentes, eu adoro...e adoro receber tb! Se ficam perfumadas as mãos de quem dá, não sei, mas que sinto uma imensa alegria no coração ao dar um presente, isso é fato.
    Beijos de quem tb adora ler-te!

    ResponderEliminar
  42. E bem verdade o que disseste. Quantas coisas maravilhosas Deus nos oferece por meio da Natureza e na maioria das vezes somos tão mal agradecidos. Não valorizamos sua misericórdia que se renova sobre nós a cada manhã, não valorizamos a morte do seu único Filho por nós, não agradecemos pelo ar, pelo alimento e ainda que quiséssemos não somos capazes de retribuir a altura, tamanha nossa pequenez. Mas ainda sim Ele no ama e continua nos enviando recados do seu amor..
    Que haja em nós essa mesma natureza doadora e incondicional.
    Bjokas Graça.

    ResponderEliminar
  43. Olá Graça passei por aqui para te agradecer..teres viajado até ao meu espaço e lá poisado os olhos.
    Gostei do que li como sempre..
    Cada objecto vive numa "mensagem" tua...
    Abraço!

    ResponderEliminar
  44. UMA LINDA FRASE, AMIGA.
    CHEIA DE VIDA. UMA GRANDE VERDADE.UM BELO TEXTO DE UM BOQUET DE FLORES E UMA CANECA PODEMOS FAZER MUITAS COISAS. ALÉM DE REFLETIR, PODEMOS TOMAR UM BOM CAFEZINHO E ENTREGAR FLORES PARA OS AMIGOS, PARA AS PESSOAS QUE AMAMOS.
    PARABÉNS.
    SANDRA

    ResponderEliminar
  45. Olá Graça
    Passei por aqui em primeiro lugar para te agradecer a tua preocupação em relação a não ter publicado nada no meu blog desde 21 de Janeiro deste ano,mas sabes bem o porquê.
    Em segundo lugar para voltar a repetir vezes sem fim,como é lindo o teu blog.
    Parabens e muita força.
    Um beijinho.
    Angelino.

    ResponderEliminar
  46. Graça,que encantador o teu texto!Amorosidade e amizade em cada linha!Belo presente de tua amiga!Também adoro canecas!Bjs,

    ResponderEliminar
  47. É muito bonita a simplicidade e sentimento que colocas nas coisas mais triviais,m mas que para nós nao o são. Como a caneca :) Fiz colecção de postais de cinema daqueles gratuitos nos diversíssimos expositores da cidade, e nao apenas de cinema, mas depois deixaram de faer. Ainda fiquei com uma ou duas centenas. Agora quase faço colecção de miniaturas de carros mas foi por acaso, começando pelo "teu" Fiat 600 que vi em Italia e trouxe :) Mas camionetas, carros bombeiros, taxis... sao miniaturas que acabo por comprar nem que seja nos chineses, naquelas lojas sempre vazias mas com coisas que pulsam...

    Falas das rosas e dos espinhos. Infelizmente para se ser rosa tem de haver espinhos, como acontece nas injustiças, nas ingratidões e esquecimentos, como dizes, e também em tanta outra coisa (maledicência, etc). Mas uma rosa nao deve deixar de o ser nem de ser cheirada e vista apenas porque se defende nela mesma nao entrando nos molhos arruaceiros de flores bravias (embora eu adore flores do campo, o que é diferente).

    Finalmente uma nota ao Norberto: escrever cartas, postais etc... sim... é tao bom e faz sentir que a vida nao se restringe às niovas tecnologias e nos recorda anteriores emoções que de outra forma desaparecem.

    beijinho amigo

    ResponderEliminar
  48. Querida Graça,

    Vim deixar-te um beijinho e um abração.
    Quando puder ofereço-te uma caneca para a tua colecção.
    Não brinco!

    ResponderEliminar
  49. Deixa que retire do teu texto o perfume e o coleccionismo.
    De acordo, o perfume da flor fica (também) sempre na mão de quem dá as rosas, as minhas flores favoritas (vermelhas). O outro perfume, o da amizade e do carinho, espalha-se por quem dá e recebe.
    O coleccionismo tem sido um dos meus caminhares. De moedas e de selos (por enquanto mais amontoados do que colecções). De cadernos de apontamentos, alguns como meros auxiliares de memória, outros como guardiões de desafios que, pela escrita, faço a mim próprio.
    Colecção organizada, a das minhas canecas! Tenho-as de todos os cantos do mundo por onde já andei, e foram alguns...Vivem em prateleiras para elas ajeitadas. Visito-as amiúde. Vão transformando-se em guardadoras de um rebanho de memórias (pedindo emprestadas as palavras a Pessoa). Têm vida, fala própria, histórias que me recordam.
    Beijos

    ResponderEliminar
  50. "Prefiro antes que o amor que dou aos outros seja um eco que, repetido, beneficiará o mundo inteiro. Olho as estrelas, que costumo contar nas noites em que são mais visíveis, que continuam a brilhar de um modo extraordinário, a comover poetas ou a iluminar sonhadores enamorados… se dependessem dos agradecimentos dos homens, há muito se teriam apagado"

    Certissimo Graca!
    Uma boa noite para si e uma beijoca

    ResponderEliminar
  51. RECADO - O TÍTULO VEM A PROPÓSITO.
    INSISTO NO CONVITE AO NUNO OU A AMBOS QUE VENHAM ATÉ CÁ PARA AMENO CONVÍVIO.
    É SÓ COMBINAR, OK?

    BEIJOCAS

    ResponderEliminar
  52. Graça, querida!
    Eu amo de Paixão - como se costuma dizer popularmente - esse teu jeito todo particular de transformar situações simples do nosso cotidiano em preciosas lições, lições de vida.
    Não faço coleções, apenas vou guardando coisas, livros, fotos [muitas], mas acho um charme algumas coleções e a de canecas é um deles.
    Sim, sempre fica um perfume na minha alma quando por aqui venho. Aquela vela que acendeste à Virgem e que salvou minha sobrinha, nunca o esquecerei.
    Deus a abençoe e a livre da "Cuca", rsrs!!!
    Beijinhos!!!

    ResponderEliminar
  53. Olá Graça,
    Como sempre um excelente texto...a tua forma de escrever é muito especial e agrada-me muito. Também tenho a mania de coleccionar, mas passo de uma para outra com facilidade...as minhas colecções são muito simples e não custam dinheiro...pedras já as trouxe de muitos lados onde estive, assim como conchas, programas de concertos e filmes (agora nos cinemas já não há programas) prospectos de exposições de pinturas...uma ocasião deram-me um mocho e daí partiu uma colecção de mochos, mas todos tinham que ser pequeninos, traziam-me mochos de vários sítios, até que eu disse já chega de mochos.rsrsrs Já sei, se um dia estivermos juntas, levo-te uma caneca!...
    Beijinhos,
    Manuela

    ResponderEliminar
  54. Oi Graça.Obrigada pela visitinha.
    Meu dia hoje foi muito cheio de emoções.O chefe da minha filha entrou em coma(já estava com câncer, apesar dos 59 anos e 1 ano de doente) e uma amiga me ligou dizendo que tinha feito uma cirurgia na tireóide e que os tumores eram malignos.Pensei que 2010 fosse diferente para mim!!Ano passado foi terrível!
    Tentei acessar o seu blog mais cedo,e quando li" não existe" confesso que também fiquei triste.
    Só depois que li seu recadinho, vi que era possível, pois em alguns só convidados especiais podem acessar.Uma boa noite....Muitya paz para vc.
    Emília

    ResponderEliminar
  55. Emilinha
    O meu blog não é para convidados... é para os Amigos de boa vontade, que entram com simpatia, tolerância e vontade de partilhar...tu sabes!!
    Minha querida os nossos amigos espanhóis costumam dizer: "Não importa começar mal, o que interessa, é acabar bem." O ano só tem 2 meses...não quer dizer que vai ser assim todo com essas notícias... Calma!
    Um dia de cada vez, está bem? Fica bem!
    Beijocas
    Graça

    ResponderEliminar
  56. Graça,
    concordo plenamente consigo, "O PERFUME FICA SEMPRE NA MÃO DE QUEM OFERECE A ROSA" e é tão bom e gratificante oferece-las!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  57. QUERIDA AMIGA GRAÇA ESTOU EM FALTA COM VOCÊ... AINDA BEM QUE VEIO ME VISITAR... AGRADEÇO DE CORAÇÃO.
    QUANTO AO MEU NOVO BLOG ESTA + OU -RESOLVIDO... MAS ESTA FUNCIONANDO DIREITINHO... TE ESPERO LÁ SERÁ UMA ALEGRIA... O ENDEREÇO É http://gracinhablogs.blogspot.com
    VOCÊ PODE ENTRAR PELO MEU PERFIL TAMBÉM OU PELO LINK QUE ESTA EM TODOS OS MEUS BLOGS... "MEUS RABISCOS EM VERSOS"... VENHA ESTOU TE ESPERANDO...
    PAZ E LUZ
    BJCAS
    GRAÇA

    ResponderEliminar
  58. VOLTAREI PARA TE LER... EU ADORO SEUS TEXTOS QUE ECREVES COM MAESTRIA!
    PAZ E LUZ
    BJCAS
    GRAÇA

    ResponderEliminar
  59. Olá. Adorei conhecer o seu blog e revejo-me em tudo quanto disse neste post. A frase da sua caneca é linda, para além de acreditar verdadeiramente que tudo quanto fizermos nesta vida, quer de bom, quer de mau, nos há-de ser devolvido. Como se costuma dizer "Cá se fazem, cá se pagam". A vida são dois dias, por isso há que viver cada dia como se fosse o último, pois um dia há-de mesmo ser o último e temos que olhar para trás e acreditar que valeu a pena e não pensar no tempo perdido.
    Um bom dia para si.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  60. Bom dia, Amiga.

    Fiquei feliz de ter recebido sua visita, adorei este texto e concordo com você, contudo, nem todos sentem este cheiro de rosas na mão de outros.

    Beijo

    Renata

    ResponderEliminar
  61. Na minha última mudança doei a minha coleção de canecas, que as recebeu continua a coleção, que eu contribuo para aumentar... :)
    Excelente o seu texto Graça.

    beijinho

    ResponderEliminar
  62. Minha Boa Amiga Graça,
    Lindo o seu recado e por tal motivo o retorno que lhe faço! Como já tem a sua caneca envio-lhe uma fatia do bolo que está uma delícia ou não tivesse sido feito pela NÁ...
    Obrigado pela sua simpática visita!
    Um grande beijinho de muita Amizade.

    ResponderEliminar
  63. Só passei para saber ...
    da sua saúde esperando
    sempre que esteja bem,
    da sua casa rezando
    para que esteja em Paz,

    da sua família esperando
    que esteja em harmonia,
    de seu trabalho desejando
    um enorme progresso,
    dos seus problemas mais bobos
    almejando uma solução,
    das suas finanças aspirando
    que você prospere,
    da sua vida sentimental torcendo
    para que tenha um amor,
    das suas preocupações pedindo a
    DEUS que você encontre tranqüilidade,
    se você se sente só tomara
    que perceba que estou sempre aqui,
    se sente em total abandono quero
    que encontre apoio na FÉ,

    Só passei para te desejar
    Bom dia...
    Boa tarde...
    Boa noite....

    E para que saiba que estará
    sempre acompanhado (a)
    pelo bom pensamento desse anjo,
    E se ainda assim tudo lhe parecer escuro
    e você sentir que nada posso fazer,
    Saiba assim mesmo que sempre
    rezarei por você!
    até sempre.....
    (Seu Anjo da Guarda)

    (texto tirado da net).

    Bom dia!

    beijooo.

    ResponderEliminar
  64. Graça, querida!
    é as vezes cruzamos nossos pensamentos.
    quando lí sua história que falada do bolo de chocolate, engraçado, tinha feito um bolo de chocolate, fotografado e pensado em escrever sobre um momento especial da infância, e a Gracinha também falou a respeito, interessante.
    Bem, adorei o texto, a frase é linda (até copiei), achei muito legal sua coleção de canecas, e mais legal ainda é colecionar sentimentos, historias (que tens de monte) e amigos como você!
    fica com DEIS!
    bjnhos no coração,

    ResponderEliminar
  65. .

    . se da memória do tempo contamos momentos, que se materializem então os passos de tão efémera passagem, que eterniza o presente no passado futuro .

    .

    . um beijo, Graça .

    .

    . sempre,,, .

    .

    . paulo .

    .

    ResponderEliminar
  66. Passo para deixar o meu habitual saudação fraterna ..
    Desculpas pela minha ausência ..

    Por razões não me foi possível viajar em cada um o seu blog.
    Continuando com a minha viagem e espero que em breve o normal para compartilhar seus escritos ..

    Un abrazo
    Saudação fraterna ..

    ResponderEliminar
  67. Olá Graça, é bem interessante o hábito de colecionar. E todos nós, de uma forma ou de outra, temos nossas pequenas ou grandes coleções.Eu amo a minha, que é de elefantes. E já vem há 8 anos. Tenho muito carinho por eles, uma vez que a sua grande maioria vem de amigos. Há dois anos, ouvi uma palestra aqui no Rio de Janeiro que exaltava a arte de colecionar. O colecionismo, segundo o palestrante, forma mercados e cria galerias, além de estimular leilões e estabelecer grandes mostras. E é uma verdade, que o digam os museus. Tenho algumas canequinhas, mas ainda não as considero como fazendo parte de uma coleção. A cada país que visito trago uma. Inclusive, tenho uma bem bonita de Portugal. Adorei a sua canequinha.

    Um beijo e obrigada por seu carinho no meu blog.

    ResponderEliminar
  68. Na vida nem tudo são rosas, é bem certo.
    Fazer o bem sem olhar a quem, dizem alguns, mas deviam acrescentar que também não é de se esperar o retorno, porque a ajuda desinteressada é a mais valiosa.
    Cumps

    ResponderEliminar
  69. Também coleciono canecas mas tenho certeza que não com a sua organização!!!

    Não só o perfume das rosas que por ventura oferecermos permanece em nossas mão.Tudo que por nós passa,gestos,atitudes e pensamentos em nós deixa seu rastro e apenas em nós que somos responsáveis por eles!!

    Seus relatos,sempre,perfeitos!

    Um beijo carinhoso!

    Sonia Regina.

    ResponderEliminar
  70. Acredito verdadeiramente que muito do que recebemos é fruto do que demos ao Outro e ao universo num sentido mais amplo...
    há que semear para depois colher...nem sempre consigo dar conforme idealizei ou gostaria.
    adorei o que escreveste...
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  71. Boa noite minha graça rs.
    Obrigado pela sua visita.
    Um beijo grande e uma linda noite.

    ResponderEliminar
  72. Olá Graça
    Muito me deixou feliz receber sua visita em minha Vitrine de Sonhos e agradeço as palavras gentis que lá deixastes.
    Primeiro queria elogiar seu banner com magnífica rosa coberta com gotas de orvalho... lindo e nos traz uma tranquilidade ao estarmos aqui a saborear o que escrevestes.
    Segundo digo que do recado que nos deixastes nesta postagens resumo no que aprendi e que sempre minha mãe fazia soar aos meus ouvidos: ..."é dando que se recebe" e mais gratificante ainda é saber que somos correntistas no mesmo banco - o banco da amizade - e realmente estamos livres de assaltos e os créditos é que nos alimentam de amor e dedicação ao próximo e que nos enchem de energia para continuarque continuemos a caminhada pela estrada da vida.

    Beijos

    ResponderEliminar
  73. Mais um lindo texto e de uma ternura inexplicável!
    As coisas mais singelas na vida, são aquelas que na maioria das vezes nos causam maior prazer.
    A frase na caneca, assenta-te que nem uma luva!!
    O carinho com que escreves este texto é prova disso.
    Amiga sinto-me parte desse depósito da amizade.
    Bem Hajas, por isso.
    Jinhos grandes

    ResponderEliminar
  74. Já se sente a Primavera por aqui!! E o amor anda no ar, sob a forma de palavras. "Tudo o que eu te dou, tu me dás a mim" - a lei do eterno retorno neste Universo, o que vai volta também. Há muito que aqui não vinha, o tempo nem sempre nos deixa seguir trilhos prazeirosos como este aqui.
    Um beijinho grande :))

    ResponderEliminar
  75. Bom dia !

    DEsafio para si no meu VALE DOS SENTIDOS :-)

    http://valedossentidos.blogspot.com/

    Beijos

    ResponderEliminar
  76. Graça, minha querida. Faça o que lhe dá alegria e seja sempre muito feliz. Grande beijo.

    ResponderEliminar
  77. Graça.

    Onde esta?
    Saudade de ti, beijos e quero meu chá (risos) pode ser gelado o chá com limão.

    Renata

    ResponderEliminar
  78. Renatinha
    Aqui, continua o Inverno com muito frio... Faço dois chás, um geladinho com limão para ti...e outro bem quente para mim, que espero ansiosa a chegada da Primavera...Hoje, mais lá para a noite, ainda te faço uma visitinha... Também tenho saudades tuas.
    Beijocas
    Graça

    ResponderEliminar
  79. Primeiramente ao adentrar nesta página reconheço seu valor e a importância de seu autor para a nobre causa do Senhor Jesus Cristo.
    Dito isso, quero convidar você que está lendo estas minhas palavras, a prestar um pouco mais de atenção as revelações do Espírito Santo Verdadeiro em nossos dias.
    Por se tratar de um assunto de interesse universal, pediria sua amável atenção, em uma breve, mais com certeza, produtiva visita ao nosso blog, onde estão depositadas Revelações do Senhor Jesus Cristo, para as quais peço encarecidamente que nos ajude a divulgar. Pois estamos vivenciando um memento muito sensível da palavra profética. Desde já suplico as bênçãos do Pai, do Filho e do Espírito Santo Verdadeiro sobre todo aquele que atender esse nosso chamado em nome do Senhor Jesus Cristo. Clique em martins111 - João Joaquim Martins. OU http://joaorevela.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  80. Feliz Páscoa, muita paz para todos, esqueçam a dieta e comam muito chocolate.
    Coelhinho da Páscoa que trazes pra mim,
    Um ovo, dois ovos, três ovos.
    Coelhinho da páscoa que cores que tem?
    Azul, Amarelo e vermelho também...

    ResponderEliminar