sábado, 16 de abril de 2011

Luz na Janela


Foi num dia de Verão que lhe falei pela primeira vez. Eu tinha entrado com muita pressa na sua loja pobre para que ele consertasse os meus sapatos. Cumprimentou-me logo com muita efusão: “Se não me engano a senhora é nova aqui pelo bairro, não é?”
Efectivamente, confirmei, havia pouco mais de uma semana que nos havíamos mudado para a nossa moradia, na esquina daquele quarteirão.
“Este bairro é muito bom”- tornou ele… - ”a senhora vai-se dar muito bem por aqui.”
Aí, sentei-me, em palmilhas de meias, a observá-lo, enquanto ele, abanando a cabeça e suspirando, arrancava as capas gastas dos meus saltos e examinava o couro que os revestia; o couro estava gasto em virtude do muito tempo que eu esperara para os mandar consertar. Comecei a sentir-me um tanto impaciente porque tinha um encontro com hora marcada.
Olhou para mim por cima dos seus óculos, com branda censura e disse:
- Isto não demora nada minha senhora. Eu quero fazer um bom trabalho. - Calou-se um instante e prosseguiu - saiba a senhora que eu tenho uma tradição a defender.
Uma tradição, pensei eu, mas que tradição poderia haver naquela lojeca triste, sem nada que a distinguisse de tantas outras oficinas de sapateiros espalhados pela cidade?
Deve ter adivinhado, pois sorriu para continuar:
- Sim, minha senhora, eu herdei uma tradição! Meu pai e meu avô eram sapateiros e dos melhores. O meu pai disse-me sempre: “Meu filho, honra-te a ti mesmo fazendo o melhor que puderes. Faz sempre isso e serás duplamente compensado em ventura e prosperidade.”
Ao entregar-me os sapatos consertados, comentou:
- Isto agora vai durar muito mais. Este couro é do bom.
Saí a correr, fazia-se tarde para o meu encontro, mas ia possuída de um sentimento grato e reconfortante. De regresso a casa, nessa tarde, tornei a passar em frente da loja de mestre sapateiro. Surpreendeu-me com um cordial aceno de mão e assim se iniciou entre nós uma amizade.
De princípio eu entrava ali somente quando necessitava dos seus arranjos, mas, com o tempo, habituei-me a ir lá uma vez por outra, para uma prosazinha.
O sapateiro era um homem alto, apesar de curvado por muitos anos de labor. Tinha o cabelo grisalho e ralo e a cara sulcada de vincos profundos.
O que dele me lembro mais eram os seus olhos castanhos, animados de bondade e humor.
Era com certeza o homem mais feliz que conheci. Muitas vezes, de pé atrás da vitrina da loja, martelando na forma de ferro, cantava com emoção.
Os seus vizinhos chamavam-lhe “Luz na Janela”.


Parti para o estrangeiro por algumas semanas. Pouco depois de regressar desci a rua ansiosa por ver a surpresa com que ele havia de me saudar. Não vi “Luz na Janela”… A porta estava fechada. Aproximei-me e li um cartão: “Os consertos estão na lavandaria ao lado”.
Entrei na lavandaria para perguntar qual a razão daquele escrito… Sim, o mestre morreu!
Sofrera uma congestão cerebral ali mesmo por detrás da vitrina onde trabalhava.
Saí dali com o coração pesado de tristeza. Senti saudades… Ele deixara-me uma herança – um pouquinho de sabedoria que jamais esquecerei.
“Quem herdou uma tradição orgulhosa, deve preservá-la e quem não a herdou, deve iniciar a sua própria tradição”.


105 comentários:

  1. Excelente postagem !
    Pena os nossos políticos não terem princípios e objectivos como o do Mestre Sapateiro !


    Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. Querida amiga, que linda história. Nos lugares onde nunca imaginamos é que surge "Uma luz na janela"., pessoas sábias, aprendizes do tempo. Velhos sapateiros que não se encontram mais. Tenha um lindo final de semana. Beijocas

    ResponderEliminar
  3. Olá Graça,

    que linda história partilhas connosco!
    Obrigada amiga!

    Um beijo e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  4. Graça,uma terna "estória",daquelas que guardamos
    no coração!
    Beijo.
    isa.

    ResponderEliminar
  5. Graça,
    As lições de sabedoria podem estar em qualquer canto...
    Boa história, bom post!

    Beijo :)

    ResponderEliminar
  6. Benditas as sabedorias herdadas! Bela lição. Temos sempre luzes nas nossas janela, que iluminam o nosso caminho e nos tornam mais sábios, e muitas vezes, só reparamos nelas,e na sabedoria herdada, quando se apagam. Gosto sempre destas histórias que patilhas. beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Olá Graça minha cara, por aqui você sempre a nos brindar com postagens sempre belas, de sensibilidade nas palavras expressando tão belos sentimentos. Pois é, aquele que aprende as lições e as usa durante sua caminhada, com certeza sempre deixa bons exemplos e muitas saudades, além de partir sabendo que fez sempre o seu melhor!
    Parabéns pelo belo escrito. Agradecido pelos carinhos de suas visitas, e também já pelo convite que venho a ti fazer. Havendo um tempo, por favor, compareça ao sotblog pra pegar um selo e nos fazer saber mais um tanto sobre você, um iluminado ser que nos encanta sempre com os textos que postas!
    Que você e todos ao redor sejam felizes, grande abraço e até mais!

    ResponderEliminar
  8. Nem imagina as memórias que este(belo) texto me trás. Sina de sapateiros essa de dar lições de vida. Hei-de falar do "Xico da Mata" e do "Zé Soeiro" meus mestres de saberes e da humildade, também já falecidos...

    Outra coisa, espero coloque aqui um gesto seu

    ResponderEliminar
  9. ...esta é uma daquelas histórias
    para aquecer o coração.

    que linda és!!

    bjs, querida!

    ResponderEliminar
  10. QUERIDA GRAÇA

    É um episódio do nosso dia-a-dia, que vai marcando a nossa Vida, e do qual tu fizeste uma bonita história.
    Também tenho recordações assim....
    Beijs.HELENA

    ResponderEliminar
  11. Pois...

    Mas hoje quem quer esses empregos?

    Bjjss

    ResponderEliminar
  12. Emocionante e tocante historia... Mas que traz uma mensagem muito rica e iluminada! Aplausos!!!

    Linda e abençoada noite pra ti minha amiga!
    Carinhos meus pra você, viu?
    Beijos

    ResponderEliminar
  13. Oi Graça,
    Esta história me levou a um tempo já distante... e me vi dentro dela e de outras tão parecidas.
    Beijocas.

    ResponderEliminar
  14. Preciosa Amiga de Excelência:
    "...Uma tradição, pensei eu, mas que tradição poderia haver naquela lojeca triste, sem nada que a distinguisse de tantas outras oficinas de sapateiros espalhados pela cidade?
    Deve ter adivinhado, pois sorriu para continuar:.."

    Infelizmente, esse ofício nobre terminou. Há outras opções mais fáceis e lucrativas.
    Deu vida ao sonho. Vivências profundas de encanto.
    Parabéns. Adorei.
    Possui uma escrita sublime. fantástica. Ao desenrolar da pena. Incrível de talento.
    Abraço amigo ao prodígio literário que é.
    Com respeito e admiração profundas.

    pena

    Excelente.
    MUITO OBRIGADO pela sua visita de sonho.
    Fico-lhe grato.

    ResponderEliminar
  15. Olá Graça
    Que linda e comovente estória. Existem pessoas que ficam pouco tempo em nossa vida, mas ficam para sempre em nosso coração.
    Bjux

    ResponderEliminar
  16. São pessoas assim que iluminam nossa vida e como é bom encontra-las.
    beijos

    ResponderEliminar
  17. ...que nunca
    GRACA
    nos deje
    tu luz
    aunque sea
    acontraluz
    de asistir...





    un fuerte abrazo , tuyo :


    j.r.s.

    ResponderEliminar
  18. Olá Graça

    Uma bela e comovente história.

    Infelizmente há cada vez menos "luzes na janela".

    Obrigada pelo testemunho.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  19. Olá

    Também cheguei aqui de novo... parabéns pela excelente história, um texto muitíssimo bem escrito e eloquente, vou ficar freguês...

    Adorei

    ResponderEliminar
  20. Senhores como este são cada vez meis raros,são lições de vida.

    Beijo

    ResponderEliminar
  21. Olá Graça
    Mais uma bela e comovente estória que partilhas connosco. Obrigado.
    beijonho

    ResponderEliminar
  22. Graça

    Uma vida muito rica a deixar ensinamentos muitos. Uma bela história.

    beijos e boa Páscoa
    Anne

    ResponderEliminar
  23. Olá, Graça!
    Sorte bem grande quando, no nosso caminho, encontramos pessoas assim, sábias e, por isso, inesquecíveis! História cheia de ternura, amiga!
    Santa Páscoa para si também!
    Beijinho
    Quicas

    ResponderEliminar
  24. GRAÇA QUERIDA, PRIMEIRAMENTE OBRIGADA PELO COMENTÁRIO GENTIL. EU LENDO O SEU POST JA ESTAVA AMANDO TAMBEM O SAPATEIRO, PELA A SUA COMPETENCIA RESPONSABILIDADE E PELA A SSUA SIMPATIA, FIQUEI TRISTE TAMBEM COM A MORTE DELE. QUERIDA UM FORTE ABRAÇO PARA VC E FAMILIA, E UMA SEMANA BEM LEGAL CELINA

    ResponderEliminar
  25. Graça ! Linda história, linda postagem !
    Obrigada por assistir meu vídeo, adorei o comentário...


    Beijo

    ResponderEliminar
  26. Graça,amada!
    Fico aqui me perguntando os motivos pelos quais se escasseam senhores assim... Linda história. É com orgulho que carrego minhas tradições!
    Beijuuss n.a.

    ResponderEliminar
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  28. A Graça cumpre também o seu papel de transmissão de valores e exemplos preciosos ao partilhar estas histórias.

    Por isso deixo o meu reconhecimento e um beijo.

    L.B.

    ResponderEliminar
  29. Linda Graça, eu adoro as histórias que compartilhas conosco. Fico em silêncio absorvendo cada lição!!

    Beijos

    ResponderEliminar
  30. Uma passagem de vida que termina não se sabe quando nem como - Uma luz da janela.
    A sua mão hábil dá-nos um presente de boa e agradável leitura e oferece-nos ainda uma lição de vida que o sapateiro lhe confiou.
    Tudo o que fizermos seja sempre o mais perfeito que soubermos - foi este o grande segredo que ele lhe confiou e que agora a Graça nos confia.
    Bem haja por tudo o que faz assim perfeito e com tamanha beleza.

    ResponderEliminar
  31. Querida Graça
    Tens razão...mas, nem sempre o reencontro com pessoas de outros tempos é agradável...tive uma experiência muito desagradável há 5 anos num encontro e jurei que nunca mais iria a estes encontros e não fui; como desta vez era outra organização, outras pessoas decidi experimentar se ia acontecer o mesmo...mas, felizmente foi FABULOSO. ADOREI.
    SIM, é como dizes, parece que o tempo não passou, apesar de umas ruguitas e de uns quilitos a mais...mas, os olhos, são os mesmos e "falam" tanta coisa...a mesma linguagem de quando tinhamos 18 anos!!
    É verdade, durante uns tempos, tenho a alma alimentada.

    ADORO as tuas histórias e invejo-te, no bom sentido, pela tua facilidade em as saberes contar!
    Vem ver flores fotografadas por mim, ando muito babada com algumas fotos que faço.
    Hoje fui fazer caminhada e peddy paper, estou toda "partida"!!!Agora juntei-me a um grupo que organiza diversas actividades e...faz-me bem.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  32. E seus textos cada vez mais ricos. É muito raro hoje em dia ver alguem seguir as tradições de família. Seguem outros rumos sem valorizar o passado. Adorei passar por aqui, e estou desejando a você uma linda semana e beijinhos carinhosos com certeza.

    ResponderEliminar
  33. Minha amiga, que falta estão fazendo pessoas
    como essa.Seguir a tradição da família...respeitar o seu trabalho, por mais
    humilde que possa ser. Já imaginaram o trabalho
    do homem que contribuía para que a cortiça fosse
    cozida para depois ser transformada em vários
    tipos de peças...que percorriam o mundo...?O meu
    pai foi um desses homens e eu tenho um enorme
    respeito pela sua memória, e uma tremenda saudade dele.
    Não tenho a sua capacidade de escrita, o meu pai
    merecia um post, mas eu não tenho a sua capacidade.Obrigada por você o conseguir.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  34. mestre, na filosofia da vida

    e na ciência da durabilidade dos couros!

    agora, os nossos pés habitam matérias mais breves e que se autodestroem sem remissão

    também eu, Graça
    tenho saudades dos mestres sapateiros reis das pequenas oficinas e dos vãos de escada!

    um beijo

    manuela

    ResponderEliminar
  35. olà querida amiga
    Vim trazer-lhe a Bênção da Irlanda."Onde quer que você vá e faça o que fizer, pode a sorte dos irlandeses estar lá com você."
    Boa Pàscoa
    Bjs

    ResponderEliminar
  36. Lindo e triste! Há pessoas que deixam um rasto enorme no coração, e a gente nunca se esquece delas;o)

    ***
    Beijinhos e feliz semana, Graça****

    ResponderEliminar
  37. Querida Graça!

    Tanta ternura presente neste texto, dedicado a um ser que guardou a tradição como um tesouro, como deve ser.
    Quantas vezes não damos valor a pessoas preciosas, como esse teu amigo sapateiro e tão somente porque estamos sempre com pressa de chegar a algum lugar, a um encontro ...
    Quando damos conta, às vezes tarde demais, essa pessoa perdeu-se de vez.

    Ainda bem que o conheceste e ambos trocaram palavras e sorrisos.

    Parabéns por mais um texto "dos teus".

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  38. As tuas histórias são de encantar, uma após outro o que não me canso. Melhor, eu passaria um dia inteiro somente te ouvindo.

    O fim desta me angustiou. Sempre lidei com isto, onde chego, fico e persisto por ficar a conversar com pessoas mais vividas do que eu. O que não suportaria após uma viagem, saber da perda de um amigo. Com certeza das lições jamais haveria de me esquecer...

    Bravo Graça!

    Feliz semana pra ti

    Bjs

    Livinha

    ResponderEliminar
  39. Na minha memória, tão congestionada e no meu coração tão cheio de marcas e poços você ocupa um dos lugares mais bonitos".

    (Caio Fernando Abreu)

    Uma semana de paz e alegrias.
    Beijo-te o coração...M@ria

    ResponderEliminar
  40. Olá Graça bom dia:

    Esta história é a veracidade do que é manter uma tradição dentro do espírito de cada pessoa.

    Há sempre uma força interior muito grande na alma de uma pessoa que se preze de dar continuação a uma coisa que faz parte de um povo.

    Gente desta já pouco há e, alguns também conheci que eram grandes mestres nesta arte.

    Arte nobre por vezes difícil em pôr como novo aquilo que é velho e gasto tem nesta arte um grande valor.

    Gostei imenso deste teu post que como sempre os pões aqui com uma forma muito eloquente onde por vezes (a mim) me faz ter recordações tão belas.

    Parabéns amiga e, nunca deixes de postar aqui teus belos posts que nos engrandecem a alma.

    Boa Páscoa te desejo com muita saúde.

    Bjos e felicidades amiga.

    ResponderEliminar
  41. Bela história! Realmente o ser humano pode ser considerado como uma árvore. Dependendo da qualidade, poderemos absorver o fruto produzido por aquela árvore.

    Belíssima História!

    Beijos!...

    ResponderEliminar
  42. Quero voltar a origem de certos tempos,
    Atravessando montanhas de atmosferas
    E sentir o perfume do seu coração!

    José Bonifácio

    Paz na semana que se inicia.
    Beijo-te a alma e o coração! M@ria

    ResponderEliminar
  43. Querida amiga Graça!
    Linda lição de vida! Deveria ser assim que tods nós deveriamos proceder na vida!

    Vai até meu novo blogue:
    "Transpondo Barreiras"

    Um beijoa e bela semana.

    ResponderEliminar
  44. Mais uma história linda, peculiar à tua pessoa.

    Beijinho e obg plo teu comentário ao filhote (nossa razão de viver)

    PS - A foto (modificada) que vês por lá, foi através duma aplicação no "Facebook"

    ResponderEliminar
  45. Bom dia Graça!
    Concordo com os demais: é uma linda história.
    Tradição e humildade em abundância.
    Grande lição para refletir.
    Xeros

    ResponderEliminar
  46. Graça, só vc para trazer de volta esta linda profissão,tão rara nos dias de hoje.
    Lendo a sua história me lembrei tbém de outras pessoas que ajudavam a melhorar e alegrar a nossa vida, como o padeiro,costureira,tintureiro....
    Vim lhe dar um abraço e lhe dizer que preciso muito da presença dos amigos, nesta hora.(vc sabe do que estou falando).
    Uma Semana Santa e de muita paz.
    Sua amiga
    Emilinha

    ResponderEliminar
  47. Gracinha querida: podia ser a história do "meu ti Mário, sapateiro..."Era um amigo especial, que sabia bem, que na altura dos primeiros amores, se"rompia" a sandália, quase todos os sábados...
    E o ti Mário, olhava-me, fixo, com uns olhos matreiros e dizia: "Daqui a quanto tempo têm que estar prontas?????"
    E lá ia eu, ao parque, ver "a primavera2...por vezes no inverno...durante o ano inteiro!
    Beijinhos, amiga!

    ResponderEliminar
  48. Amiga que história encantadora. Hoje infelizmente, as tradições são quase todas apenas memórias do passado.
    Tenha uma excelente semana.
    beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  49. Graça, amiga querida!
    As pessoas, nós mesmos em geral, costumamos ver apenas o exterior, mas quando nos aprofundamos nos relacionamentos é que enxergamos a verdade da vida. Uma pessoa honrada não precisa ser doutor, não precisa ter mansões. Precisa ter palavra, ser gentil, enfim, ter um caráter firme e bom.
    Belíssimo exemplo! Como gostei desse post!

    Amiga, no caso dessa gripe que me pegou em cheio, eu costumo dizer um veho ditado:
    "A carne é fraca, embora o espírito seja forte." [risos]

    Obrigada pela receitinha deliciosa do mel e continue essa doçura de ser humano que tu és!
    Te adorooooooooo!!!

    ResponderEliminar
  50. Minha querida

    Quem nos dera que esse preceito ainda hoje fosse seguido, porque hoje em dia há uma falta de profissionalismo que doi, adorei como sempre ler-te e deixo um beijinho carinhoso.

    Sonhadora

    ResponderEliminar
  51. graça


    Fiquei triste por saber que não entraste mas não faz mal. nós estamos sempre
    um beijinho para ti


    PRADO VERDE


    Como o prado é verde...
    Verde com salpicos aqui e ali...

    Mas o todo é sempre verde...
    E o olhar corre toda a extensão...
    E fico a ver o verde o tal verde...
    Que nos dá liberdade...
    Que nos mostra esperança...
    Que nos deixa que o infinito seja verde
    E deixa que os olhos continuem...
    A olhar e continuem a amar!...

    LILI LARANJO

    ResponderEliminar
  52. Geralmente a experiência dos mais idosos têm sempre algo de bom para nos ensinar. Linda e emocionante história amiga.

    Beijos e ótima semana com muita paz e DEUS no coração.

    Furtado.

    ResponderEliminar
  53. Uma história deliciosa e muito bem contada.
    Conheci 2 ou 3 sapatarias como a que descreves e dou-te os parabéns porque soubeste captar a atmosfera desses locais, que praticamente já não existem.
    “Quem herdou uma tradição orgulhosa, deve preservá-la e quem não a herdou, deve iniciar a sua própria tradição”.
    Esta frase final é de antologia.
    Beijos, querida amiga.

    ResponderEliminar
  54. Oi, Graça querida
    Que linda história. Eu também adoro conversar com pessoas mais velhas principalmente qdo viajo. Com certeza muitas lições a gente aprende e jamais esqueceremos. Serão repassadas para nossos filhos, netos..
    Desejo a você uma Páscoa encantadora, repleta de paz, harmonia e reflexões. Se puder, cheia de chocolates gostosos também.
    Beijos com carinho!

    ResponderEliminar
  55. Sua escrita levou-me lá atrás, à minha juventude.

    A felicidade está nas coisas mais simples da vida, É raro, a gente sabe, num mundo onde "ter" é o verbo mais conjugado, mas ainda há quem saiba fazer bom uso dessa sabedoria, - uma "Luz na Janela."

    Adorei a história, Graça, lindamente contada como só você sabe fazer.

    Um beijo, querida amiga. E uma Boa Páscoa para você e para os seus. Inté!

    ResponderEliminar
  56. Maravilhosa história e com tantas lições!! Só tu mesmo.
    Beijo
    Teresa(Quelimane)

    ResponderEliminar
  57. Quanto aprendeste acerca dos mais pobres e te foste tornando diferente, ao ponto de te lembrares
    desse facto comovente.

    Continuas a contar e nós continuamos a ler o que
    escreves.

    Gostei muito dessa verdade!

    E em tempos também fui assim, ligava á luz ficticia que iluminava, mas hoje não...ligo e admiro o valor de cada um, independente da profissão...

    Gostei de teu comments em relação a mim!

    Mas verdade, sem ficção,

    "Eu sei amar, mesmo na distância."

    Tudo é possível neste mundo em que vivemos e se
    não fosse possível, eu já teria morrido ou enlouquecido...

    Grata pela tua presença e pela forma como me lês
    e procuras entender-me.
    Estás um pouco longe, "só um pouco", para entenderes o que pretendo dizer quando escrevo
    ... pois há tantas coisas a dizer que não há tempo...o mar solitário e do outro o esquecimento.
    Eu conto aos poucos a minha história e outros
    factos são para adivinhar.

    Mas te agradeço, o interesse por mim...

    Páscoa feliz,

    Mª. luísa

    ResponderEliminar
  58. Linda história. Todos nós recebemos alguma coisa dos nossos antepassados e é nossa obrigação honrar a educação que pos deram, sendo uns bons cidadãos. Há também os que nada receberam, nem profissão nem educação, mas conheço alguns que, devido a isso, resolveram que com eles iria ser diferente e, quando se forem vão ficar orgulhosos do legado que deixaram aos seus descendentes que, tenho a certeza o honrarão. Um beijinho, Graça e uma boa Páscoa.
    Emília

    ResponderEliminar
  59. Amiga muito estimada estou aqui em agradecimento a todo o teu carinho estou muito para baixo porque quando nos sentimos pobres mortais e não podemos fazer nada por um ente querido é esta sensação de impotência que sentimos, e, hoje não é de certeza o meu melhor mas desejos a felicidade para todos e para o mundo.
    Beijos de luz e muita paz

    ResponderEliminar
  60. Linda postagem Graça! Gosto muito de ler teu blog! Uma ótima tarde beijos.

    ResponderEliminar
  61. Querida Graça!

    Porque posso não te falar antes da Páscoa, não quero deixar de te desejar uma Páscoa verdadeiramente renascida e feliz.

    Vamos começar tudo de novo, libertando-nos do mal que eventualmente nos corrompeu
    a alma e assim nos recobriremos com a pureza da alma que tivemos um dia.

    Abandonaremos tudo o que é velho e antigo e olharemos em frente com coragem. Nos dedicaremos à vida como quem sorve o sumo de um fruto delicioso.

    Beijos

    ResponderEliminar
  62. Uma história que é uma lição de vida.
    Parabens pelo seu excelente blog, lamento por os meus afazeres não me permitirem uma visita mais assidua

    ResponderEliminar
  63. Quem nunca sofreu com situações destas?
    São autenticas vacinas de vida.
    Abraço do
    JF

    ResponderEliminar
  64. Implacável, assim é a vida, só a gente de bem parte antes do tempo...
    Conseguiste emocionar-me! Talvez ao recordar-me de historias parecidas, que chegam à alma com uma mensagem de tristeza. Uma pessoa humilde mas imensa.
    Um grande abraço de vida parta TI

    ResponderEliminar
  65. Como as histórias por aqui contadas, me prendem por dentro da própria história... esta foi mais uma delas.
    Beijinho grande, Graça
    Chris

    ResponderEliminar
  66. Oh... pobrezinho, é tão comovente quando ouvimos desta gente humilde, histórias da herança deixada por seu pai; herança moral, espiritual, herança do trabalho... Bonita história, Graça.

    beijos, amiga.
    Tais Luso

    ResponderEliminar
  67. Em uma conversa com um velho de mãos cansadas que percebemos que a sabedoria de viver, não pode ser encontrada em mil livros.
    Beijos, uma boa pascoa!

    ResponderEliminar
  68. Minha Querida Amiga Graça,
    Graça de nome e graça nos seus belos contos. A sua "prosazita" é sempre muito interessante e neste caso de uma sensibilidade sem par. Ao acabar a leitura dei conta de estar na presença da "Luz na Janela" a apreciá-lo na forma como consertava os sapatos cheio de amor pelo que fazia. Era isso que lhe dava felicidade e a razão da sua vida! Será que ainda vive? Pela forma como terminou o conto julgo que não! Mas estará Feliz onde se encontrar!
    Uma Santa Páscoa para Si e seus Entes Queridos são os meus votos sinceros.

    ResponderEliminar
  69. Querida Graça

    Este texto é lindíssimo e leva-nos ao encontro de profissões, como a do sapateiro, que vão desaparecendo e que vão deixando um grande vazio na nossa vida e no nosso imaginário. A banalização do consumismo faz com que seja mais fácil comprar um sapato do que mandar arranjá-lo e,já se sabe, perde-se em termos de qualidade e em relações humanas.

    Beijinhos e Boa Páscoa.

    Olinda

    ResponderEliminar
  70. Querida Graça
    mais uma grande lição que tiveste e agora nos ensinas..

    Ainda não voltei em definitivo, mas a data me pareceu propícia para vir visitar os amigos. Tem lá no Bloguinho uma mensagem de Páscoa aos amigos.

    Que a tua Páscoa seja de renascimento.
    Gratidão

    ResponderEliminar
  71. Olá, Graça
    A forma como está contada, com o teu talento especial para a escrita, valoriza bastante uma história de vida em que o personagem principal é uma pessoa de grande valor moral.
    O facto de ser um simples (e modesto) sapateiro não o impediu de querer seguir (e cumprir) os conselhos de seu pai:
    “Meu filho, honra-te a ti mesmo fazendo o melhor que puderes. Faz sempre isso e serás duplamente compensado em ventura e prosperidade.”
    Muitas vezes é entre as pessoas de condição mais modesta que se encontra quem mais sabe o que é HONRA e ética.
    Que Deus nos conceda muitas "Luzes na janela", que bem necessitados estamos delas...

    Uma santa e feliz Páscoa para ti e teus familiares.
    Beijinhos

    PS - Gosto muito dos teus comentários. Atentas nos pormenores, o que nem sempre acontece.
    Obrigada pela chamada de atenção sobre a Missa Seca - já "remendei", substituindo o "não há" por "não havia". Ficou mais correcto.
    + 1 beijito

    ResponderEliminar
  72. É maravilhoso ler as tuas historias fantasticas...:)
    Beijo d'anjo

    ResponderEliminar
  73. Oi Graça!!!
    Meus parabéns, pela sua belissima historia, me tocou profundamente.
    Beijinhos e obrigada pelas palavras carinhosas deixada no meu blog.
    Angela

    ResponderEliminar
  74. Graça minha querida,

    "É coisa difícil renovar o que é antigo, dar responsabilidade ao que é novo, beleza ao que é obsoleto, luz ao que é escuro, graça ao que é desdenhado, confiança ao que é duvidoso." (Plínio, o velho)

    Mas nada tornar-se-á impossível,
    se perseverarmos em renovação...

    Feliz Páscoa!

    Bjs

    Livinha

    ResponderEliminar
  75. A minha janela é cega e a sua cheia de luz.
    Graça, é muito bom vir aqui, gosto muito das suas histórias, do seu jeito gostoso de narrá-las.
    Beijos e uma Feliz e Santa Páscoa para você.

    ResponderEliminar
  76. Graça não podia deixar de te vir desejar uma Páscoa cheia de felicidade ,paz ,amor e muito doce ,como este beijinho que te mando
    Graça

    ResponderEliminar
  77. Olá amiguinha!
    Mesmo à pressa, não podia deixar de vir aqui deixar-te os votos de uma Santa e doce Páscoa, para ti e para todos os que te são queridos.
    Vou agora para o Algarve e regresso na próxima semana.
    Jinhos grandes.

    ResponderEliminar
  78. Olááááá querida Graça!!!
    Desculpa-me a ausência mas tenho andado um pouco sem tempo para a Net. Venho desejar uma Páscoa Feliz e para toda a tua família e amigos, tudo de bom e muitas amêndoas Paz e Harmonia!!!
    Quanto ao teu desafio para fazer um trabalho sobre África, fiquei entusiasmadíssimo a respeito e já tenho as ideias em prática para um próximo trabalho, aguarda-me.
    Beijinhos e continua sempre assim com essa fantástica inspiração e bom gosto no teu blogue, Zé Maria

    ResponderEliminar
  79. Passei para deixar um beijinho e desejar a
    melhor Páscoa possível.
    Irene

    ResponderEliminar
  80. Olá amiga

    Votos de uma Páscoa muito feliz repleta de Paz e alguns docinhos!...

    Há selinho no Farol.

    Beijinhos e abraços dos amigos do Farol

    Argos, Tétis e Poseidón

    ResponderEliminar
  81. Querida amiga, Páscoa é amor, ressurreição e renovação, abra seu coração e deixe que o amor faça sua eterna moradia. Tenha uma Feliz e abençoada
    Páscoa.
    Beijocas de chocolate.

    ResponderEliminar
  82. Que história linda, Graça!... e que privilégio poder conviver com pessoa tão iluminada... Tanto que sua luz transpunha a janela...

    Beijos, querida amiga, e uma Feliz Páscoa para você.

    ResponderEliminar
  83. Querida Graça, que linda mensagem de amizade. É pelo trabalho em benefício do próximo que armazenamos energias, a fim de vencer os embates da vida. Desejo a você uma maravilhosa Páscoa. Agradeço sua visita a minha Montanha. Beijo Sandra.

    ResponderEliminar
  84. Querida amiga hoje passei especialmente para lhe desejar uma Páscoa muito Feliz.
    Que a Páscoa nos traga uma mensagem de Paz, Harmonia, Esperança e Amor.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  85. Graça, só passei de novo, para desejar uma Santa Páscoa! Beijinho grande!

    ResponderEliminar
  86. Fascinante essa história.
    Te desejo uma Feliz Páscoa.

    abraços

    ResponderEliminar
  87. .

    .

    . e aqui, graça, neste Seu blogue a tradição res.plandece numa alma cheia de histórias para contar . e sempre com tanto para acrescentar .

    .

    . por.que dos bons valores e dos bons costumes a saudade lá está e aqui está agora . para sempre recordar .

    .

    .

    . uma santa páscoa . en.volta entre.os.carinhos da vida humana .

    .

    . e um beijinho meu . sempre amigo .

    .

    . paulo .

    .

    .

    ResponderEliminar
  88. Oi Graça!
    História que fazem bem a quem as relembra, fica aquela saudade doce.
    Gosto de ouvir histórias,de gentes, viagens que nunca fiz, e mentalmente faço o desenho e guardo.
    Esta por exemplo, faz-me lembrar o sapateiro lá da terra , era igual, hoje tenho a amizade da filha!
    Hoje é tudo industrializado !Paga-se vira-se as costas e nem um bom dia!
    Anteontem lembrei-me de si, faleceu o nosso Kanimambo! Deixa saudade.
    Até breve
    Herminia

    ResponderEliminar
  89. Amiga Graça.Uma história real e cheia de emoções e sentimentos,as coisas que são verdadeiras tem outro valor humano,e gostei bastante de ler todas estas letras.Desejo uma Feliz Páscoa em paz e amor,junto dos seus.

    Beijinho da Lisa

    ResponderEliminar
  90. Deus abençoe você
    e sua família neste dia em
    que estamos celebrando
    Jesus nosso Salvador, Aquele
    que vive e reina para sempre!!!
    Uma abençoada Páscoa beijos e beijos,Evanir.

    www.aviagem1.blogspot.com

    www.fonte-amor.zip.net
    Fonte de Amor tem presente de Páscua na postagem.

    ResponderEliminar
  91. Você é uma extraordinária contadora de estórias, Graça. Ou de "causos", como se diz no sertão de Minas Gerais - a minha Minas!... mais minha que de Drummond, Guimarães Rosa e Adélia Prado!!!... embora eu admita, humildemente, que eles sejam contadores de causos pouquinha coisa melhor do que eu...

    Beijos, querida!

    ResponderEliminar
  92. Realmente no Brasil seira maravilhos se pudesse ser assim, feliz páscoa beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  93. Hoje venho desejar-lhe simplesmente

    Boa Páscoa!

    Bjjss

    ResponderEliminar
  94. ...Graça querida,


    uma felicíssima Páscoa regada
    a muita paz, é o que o meu
    coração neste momento
    deseja à você, e a
    todos os seus
    amores.

    beijos!!

    ResponderEliminar
  95. Bom dia, querida Graça
    Hoje venho trazer …

    Minha mensagem de Páscoa:

    Permita-me que faça minhas as palavras de Einstein:

    "Algumas coisas são explicadas pela ciência, outras pela fé. A Páscoa ou Pessach é mais do que uma data, é mais do que ciência, é mais que fé, Páscoa é amor."

    Feliz Páscoa, com muito Amor.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  96. Sabedoria plena né minha flor?
    Vim te desejar uma feliz Páscoa minha amada,com muito amor,muita paz e muitos bombons rs.
    Um beijo grannnnnnnnnde.
    Parabéns pela belezura do texto.

    ResponderEliminar
  97. Uma linda história repleta de sabedoria.

    Passando prá desejar uma FELIZ PÁSCOA, com
    muito amor e paz no coração.

    beijos...Mariz

    ResponderEliminar
  98. existem pessoas que entram na nossa vida e acabam fazendo parte dela para todo o sempre
    boa Pascoa
    bjs

    ResponderEliminar
  99. Uma Páscoa repleta de paz Gracita para todos que ama.

    Renata

    ResponderEliminar
  100. Minha querida Gracinha

    Hoje passando para desejar uma Páscoa Feliz, cheia de amor e paz, junto de quem amas.

    Beijinhos com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  101. Querida amiga Graça!

    Hoje por aquilo que eu vejo, parece que já ninguém ouve essas pessoas, e elas às vezes têm tanto para nos dizer, faltam muitas Graças por este país fora.
    Tu és uma amiga muito especial para mim aqui na blogosfera, tenho mandado vários e-mails, mas todos vão de volta. Eu fiz novamente alguns exames, e agora estou aguardando os resultados, e não tenho condições psicológicas para nada, assim que tudo tiver nos conformes, voltarei para junto de quem eu gosto de estar.

    Uma feliz Páscoa para ti junto da família,
    um beijinho, até lá...
    José.

    ResponderEliminar
  102. uma Santa Páscoa Graça!

    com todas as histórias ainda por contar

    um beijo


    manuela

    ResponderEliminar
  103. Um lindo e comovente texto! Vem reforçar a sabedoria de preservar os valores mais nobres do ser humano. Ah se todos fossem como este Mestre Sapateiro... O mundo certamente seria melhor.

    Parabéns pelo texto.
    Uma feliz Páscoa.

    ResponderEliminar
  104. Querida Graça!
    Aqui vim para te ler e te desejar uma bela semana. Como sempre, é uma saudade do continente que nos vai na alma. Nisso, somos iguais, com os mesmos sentimentos.

    Um beijo grande.

    ResponderEliminar
  105. Que rico seu blogger amiga querida, agradeço muito seu carinho em me incentivar, ja postei novos poemas. Que Deus te proteja sempre.
    bjinhos
    Nanci*

    ResponderEliminar