sexta-feira, 30 de maio de 2014

Sempre o Amor


(Continuação de Viver De Novo)


- Maria, está tudo pronto lá fora? - Perguntou Marta ao passar pela cozinha.
- Com certeza menina.
Seria sempre a menina em todo o lado. A vida é demasiado curta para não saborearmos todos os mimos que nos oferecem.
- Desculpa a demora Carlos, mas fui ver os meus filhos.
- Ainda estão em casa? - Perguntou Carlos lentamente.
- Não, isto é, a Ana, já sabes como ela é, saiu cedo; e o furacão do meu filho foi agora vestindo ainda o casaco pelas escadas abaixo… - E ria como uma criança.
- Tu adoras os teus filhos como adoraste o pai.
- Eu adoro o José Manuel. - Marta mudara o tom da sua voz.
- Mas Marta, o Zé Manuel já não está entre nós. Não podes passar a tua vida a viver do passado, de recordações…
- E se elas me fazem feliz? - Perguntou agastada.
- Pronto, não se fala mais no assunto. Realmente tinhas razão, torradas com manteiga e mel são deliciosas.
- Não te dizia? - E voltava a ser a Marta de sempre, simpática, acolhedora, quase alegre.




Carlos era um amigo de infância, talvez mais do que isso, pelo menos da parte dele. José Manuel às vezes irritava-se com tantas deferências para com a sua mulher.
- Porque é que o Carlos te oferece sempre rosas vermelhas no dia do teu aniversário?
- Talvez porque desde menina e moça foi sempre a minha flor preferida e ele sabe disso.
- Mas sabes qual o seu significado? Rosas vermelhas são sinal de paixão…
- Idiotices que alguém inventou. Trata-se apenas de um gesto de delicadeza. Se eu gostasse desde sempre de gladíolos roxos, os meus amigos, por deferência, oferecer-me-iam ramos deles nas datas especiais da minha vida.
Sem dúvida o marido sempre tivera ciúmes do Carlos e estes avivaram-se mais quando ele se separou da mulher.
- Claro, como é que este casamento iria dar certo se ele gostou sempre de outra mulher?
Sabia onde ele queria chegar mas nunca alimentou esta discussão porque, no fundo, achava que era um reparo injusto.
É certo que, nos verdes anos, Carlos lhe fizera um cerrado “rendez-vous”, sem resposta da sua parte. Gostava dele como amigo e assim iria ser o resto da sua vida. Quando Carlos se casou com Maria do Carmo estava, pelo menos, deslumbrado. E Marta acreditava que fora um casamento para sempre no que respeitava a Carlos. Quando um dia ele lhe pedira opinião sobre a sua noiva, ficou calada. Preferiu o silêncio do que ter de lhe dizer que Maria do Carmo não era mulher para ele.
- Adivinho, não gostas dela. - Afirmou com a sua habitual sinceridade.
- Não, não se trata disso. Julgo é que vocês são o oposto um do outro. Tu gostas do ambiente familiar e ela de reinar em sociedade.
- Oh, o amor ultrapassa tudo. Não é o que costumas afirmar?
- Sim mas quando ele é recíproco.


Tal como vaticinara o marido o casamento de Carlos não durou mais de um ano. Felizmente não havia crianças para a infelicidade ser maior. A partir daí Carlos tornara-se um solteirão empedernido com ligações fugazes que não deixavam marcas de nenhuma espécie.
- São apenas cometas. Vão e vêm sem deixar rastos. - Afirmava brincalhão.
- Não devias falar assim, e muito menos fazê-lo. O casamento e o amor são assuntos sérios.
- E eu levei o meu casamento a sério e vê o resultado…
- Ficaste fechado na tua dor, na tua revolta, e passaste a olhar as mulheres apenas como objectos de prazer. Que fizeste às tuas asas de poeta?
- Queimei-as nas desilusões. – Respondeu amargamente.
- Arrumaste os teus virtuosos princípios e ganhaste medo.
- Talvez… não tive a sorte do José Manuel.
- A sorte constrói-se e, por vezes, sabe a sangue. Um casamento é um combate constante, não um contra o outro, mas uma luta diária contra o tédio, a monotonia e o egoísmo. É preciso suar as estopinhas, dia a dia, reprimindo caprichos e impaciências.
- É assim com o teu marido?
- É assim com o José Manuel e é assim com todos os casais que querem fazer do seu casamento uma vida de amor.
- Não achas demasiado pueril essa tua definição de casamento? - Perguntou entre sarcástico e enlevado.
- Achas a cruz pueril, meu querido? Ela pesa e não são nada agradáveis os seus benefícios…
- Ainda assim…
- Ainda assim, esse sofrimento devolverá alegrias, ternura e a certeza de sonhar sempre. O casamento é o poema da minha vida.
- Já não sei se é virtude ou masoquismo…
- Se não mudas não conhecerás as delícias de um verdadeiro amor….




- Estás tão concentrada… Em que pensas? - E a voz de Carlos punha-a de novo na realidade.
- Em nada de especial. - Afirmava distante.
- Mas há sombras nos teus olhos…
- Talvez… e haverá sempre.
- Nada de tristezas! – Voltava a ser o Carlos companheiro e amigo. Vim buscar-te porque quero a tua opinião sobre um apartamento que vou comprar.
- Um apartamento? Que bom! E onde? - Perguntava entusiasmada.
- Junto ao mar como tu gostas. - Disse numa voz melosa.
Marta não ligou ao tom de voz adocicado de Carlos e respondeu um pouco friamente:
- Vou buscar a minha carteira e só vou contigo se me deixares decorar o teu novo apartamento.
- É evidente. Não ousava pedir-te mas, no fundo, era o que eu desejava ouvir. Conheço o teu bom gosto e tu sabes aquilo que eu mais aprecio.
- Sim, já sei: funcionalidade com algumas pitadas de romantismo…
E riram os dois como duas crianças.



(Continua)


101 comentários:

  1. Teus contos nos encantam. Desenvolves o enredo com uma leveza... Muito lindo te acompanhar! um beijo,tudo de bom, chica

    ResponderEliminar
  2. "A sorte constrói-se e, por vezes, sabe a sangue. Um casamento é um combate constante, não um contra o outro, mas uma luta diária contra o tédio, a monotonia e o egoísmo. É preciso suar as estopinhas, dia a dia, reprimindo caprichos e impaciências."

    É mais ou menos isso!... :))

    ResponderEliminar
  3. Um casamento é uma partilha em que se vão limando as arestas...e onde não deve entra a monotonia que apaga a chama do amor.

    Leve e magnífico texto.

    Uma escrita a que já nos habituaste!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. Curti muitoooo ;) aiaiai, no que vai dar está doce amizade ? :)

    ResponderEliminar
  5. Mais um capitulo para ler e meditar. O casamento não tem apenas rosas e cores românticas.
    O casamento é um dos grandes acontecimentos da vida do casal. O outro serão os filhos.

    ResponderEliminar
  6. Vim te agradecer ea linda interação, poesia muito legal e dizer que já está lá, no lugarzinho! Obrigadão! beijos,chica e lindo fds!

    ResponderEliminar
  7. Passando para retribuir a visita, adorei teu cantinho!!!
    Um lindo fim de semana!
    Bjkas
    Manu

    ResponderEliminar
  8. !Hola,Graça!

    El matrimonio es un jardín que hay que regarlo y mimarlo para que no desaparezcan sus hermosas flores.Un post precioso.Muchos besos y feliz fin de semana.

    ResponderEliminar
  9. A vida a dois é uma constante luta com vista a um equilíbrio em que os dois pratos da balança possam continuar a gozar da sua própria autonomia, e o amor não basta para que um casamento dê certo. A rotina pode axfixar algo que poderia ser bonito, e fazer morrer os sentimentos iniciais.
    Está a ficar muito interessante; adoro os diálogos, e embora esteja a fazer uma paragem, tentarei vir cá ler a continuação...Agora "estou em pulgas", Graça!
    xx

    ResponderEliminar
  10. Espero la continuación, querida amiga muchas gracias por tu visita, un abrazo.J.R.

    ResponderEliminar
  11. Uma linda mensagem para quem ainda sua as estopinhas para manter o seu casamento....
    Minha querida, espero que o Carlos possa finalmente viver o seu grande amor....agora que ele comprou o apartamento junto ao mar....onde ela gosta.
    Embora não se esqueça um amor que partiu, a vida continua e o amor é poderoso.
    Gosto muito de te ler e grata sou pelas tuas visitas no meu Mundo....adorei os teus versos.

    Um grande beijinho colorido e amigo

    ResponderEliminar

  12. Olá Boa noite!
    Primeiro lugar, lindo conto de amor e uma grande lição, muitas vezes os casamentos acabam rápido demais sem que um de oportunidade ao outro de recomeçar.Amiga, grata pela vista que adoro, desculpe a minha ausência, alguns fatores contribuem para a minha demorar nas visitas. Por exemplo a minha net, anda péssima, já tentei descobrir até santos protetores da net e não é que me enviarão KkkKk, período de provas, o reumatismo me atacando, com a idade só complica, cheguei a pensar em parar por um tempo com os blogs. Entro no face, mas quando está lenta nos blogs não consigo. Como não desisto fácil, e quando ela melhora, estou aqui,reúno forças, supero as dores na coluna e mesmo com o comentário colado passo para deixar o meu carinho e agradecimento.
    Deixo este pensamento de Vinícius de Moraes
    “Preencha o arco íris da sua alma com sua cor favorita,
    feche os olhos e sinta a batida da vida, sinta o ritmo do
    que transborda o teu sorriso, seja dona do seu próprio
    paraíso, feche os olhos e permita-se entrar no melhor
    lugar que existe dentro de você. Vinícius de Moraes “
    Abraços, fica na paz de Deus, uma linda noite e um amanhecer abençoado.

    ResponderEliminar
  13. Olá Amiga
    Então sempre existe um protector para a Net?? Achei graça !
    Obrigada pelo lindo pensamento de Vinícius De Moraes que aprecio muito.
    As melhoras e um domingo excelente.Beijo
    Graça

    ResponderEliminar
  14. Olá, gostei desta parte da história...Espectacular....
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  15. Relação a dois tem as suas...
    Beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  16. Rotinas e mais rotinas, sem o entusiasmo do Amor, tornam monótona a vivência em comunhão.
    Decoração não irá compensar o que há de Coração!...
    Gosto.



    Beijos



    SOL

    ResponderEliminar
  17. Vim te ler e desejar
    Linda nova semana.
    Bjins
    entre
    sonhos e delírios
    CatiahoAlc/ReflexodAlma

    ResponderEliminar
  18. Tempo de recordação as melhores faces da minha vida
    quando ainda conseguia dar tudo de mim.
    Hoje só posso dar o melhor de mim ,
    pois assim estava escrito.
    Em breve estarei fazendo postagens
    dos melhores e inesqueciveis
    comentarios feito no meu blog desde do inicio .
    E certamente você já esta separada para ir para
    postagem com todo carinho que sempre tive por todos.
    A vida toma muito do nosso preciso
    tempo sem dar oportunidades
    de rever nossa própria história.
    Ainda é tempo de deixar sua mensagem
    sempre será bem vinda .
    Um semana na paz de Jesus beijos..
    Evanir.

    ResponderEliminar
  19. Olá Graça Amiga,
    A perseverança do Carlos em levar a água ao seu moinho, poderá acabar por frutificar, ele merece. Aguardemos...
    Bj
    Carlos Jorge

    ResponderEliminar
  20. O Carlos não vai ter uma chance? Coitado. Estou a gostar.
    Monhé

    ResponderEliminar
  21. Boa tarde,
    O Carlos é um lutador que pode conseguir ou não os objetivos, seria melhor o deixar fluir.
    Dia feliz
    ag
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  22. GRAÇA,

    até aqui primoroso.

    Acompanhando!

    Um abração carioca.

    ResponderEliminar
  23. Estou a gostar muito do desenvolvimento.
    As recordações da Marta deixam-me nostálgica - revejo-me nas tuas palavras, que retractam o meu próprio passado.
    Voltarei (não posso faltar!...) para ler a continuação.

    Deixo-te um beijinho, querida amiga, e votos de bom restinho de semana.

    ResponderEliminar
  24. Gosto do modo com a história está a ser contada. Claro que tem todos os condimentos para nos interessarmos por ela. Parabéns.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  25. Já a pensar como continua a história. Parabéns, Graça! ;)

    ResponderEliminar
  26. Quero informar as minhas gentis comentadoras e simpáticos comentadores que, contra o que me é habitual, irei responder a todos os comentários aqui neste espaço, a partir do post anterior.

    Peço por isso o favor, a quem me comentou lá, o favor de ir ver a minha resposta/agradecimento. A primeira a quem responderei será a Maria, do blog A PRÓXIMA CURVA.

    Obs. Veja o meu último post, do dia 05/06.
    Um beijo do Miguel

    ResponderEliminar
  27. Olá Graça
    Estou a adorar ler esta historia, vou continuar a segui-la..:-))))
    Obrigada pelas palavras bonitas que deixou na minha "casa"
    Beijinho grande
    Teresa

    ResponderEliminar
  28. Estou encantado com a tua capacidade narrativa.
    Já te disse que fiquei enganchado, agora obtive a confirmação.
    São feitos deste dia a dia que nos toca viver, mas contado assim alcança outra dimensão, a literaria. Parabéns.
    Aguardo, ansioso, mais...
    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  29. O que acontecerá ao Carlos? A Marta vai ceder ao amor dele? Estou a gostar muito.
    Beijo
    Ligia

    ResponderEliminar
  30. Graça,
    Estou gostando muito deste teu conto, e voltarei para saber como terminará. Parabéns.
    Desejo-te um bom final de semana.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  31. Continuo acompanhando a tua história e espero ver o final.

    bjs e um bom final de semana.

    ResponderEliminar
  32. Obrigado por visitar Garca!
    Fim de semana agradável minha querida!
    Beijos e abraços!

    ResponderEliminar
  33. obrigada, graça!
    vamos tentando...

    ResponderEliminar
  34. junto ao mar, é o lugar preferido das casas

    e das crianças


    beijinhos, Graça

    ResponderEliminar
  35. Muito obrigado pelo teu comentário, Graça. Muito em breve voltarei em pleno.

    ResponderEliminar
  36. Muito obrigado pelo teu comentário, Graça. Muito em breve voltarei em pleno.

    ResponderEliminar
  37. Olá Graça! Teu jeito de contar histórias é delicioso...histórias de amor merecem ser bem contadas assim.
    Um feliz domingo, querida!

    Bíndi e Ghost

    ResponderEliminar
  38. Olá, Graça.
    Uma narrativa rica de detalhes e sentimentos. É possível se colocar na "pele" dos personagens e viver a história através deles. Estou na expectativa para ler a continuação. Parabéns pelo belo trabalho.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  39. Venho poucas vezes, penitencio-me, mesmo indo sempre mais agradado do que à chegada. Gosto de te ler!
    Abraço e parabéns.

    ResponderEliminar
  40. Obrigado
    Querida por sua carinhosa e gentil vst,amei!!!
    Boa semana ..bjss

    ResponderEliminar
  41. Será? Dá um frio na barriga a espera dos acontecimentos... muito bom e empolgante.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  42. Venho pouco e fico me perguntando porque me privo de tão belos textos? Adoro a leveza com que escreves... É doce ler-te!
    Amei o texto! Deixo meu beijo...

    ResponderEliminar
  43. Oi minha linda, passando para agradecer sua carinhosa visita, e desejar uma semana abençoada. Beijos.

    ResponderEliminar
  44. Olá Graça bom dia:

    Aqui presente agora comentando do meu novo Blog que tal como ele indica será mais
    para a publicação de fotos e de vez em quando alguns temas, pois agora este meu comentário
    a partir deste Blogue é apenas para que tu fiques a saber deste meu novo Irmão.

    Sobre este teu post refiro que a tua escrita está bem patente nele da forma como tu
    escreves onde tudo está cá bem patente e os pormenores definem tudo o que as
    narrativas indicam palavra a palavra.

    Tal como eu já disse no comentário do post anterior e pelo que aqui agora revejo acho que
    o meu instinto não irá falhar no respeitante ao final desta bela história, aguardo o final para ver se não me enganei naquilo que prevejo.

    Aqui neste pequeno texto deste teu post algo indica para o que eu prevejo;

    É certo que, nos verdes anos, Carlos lhe fizera um cerrado “rendez-vous”, sem resposta da sua parte. Gostava dele como amigo e assim iria ser o resto da sua vida. Quando Carlos se casou com Maria do Carmo estava, pelo menos, deslumbrado. E Marta acreditava que fora um casamento para sempre no que respeitava a Carlos. Quando um dia ele lhe pedira opinião sobre a sua noiva, ficou calada. Preferiu o silêncio do que ter de lhe dizer que Maria do Carmo não era mulher para ele.
    - Adivinho, não gostas dela. - Afirmou com a sua habitual sinceridade.
    - Não, não se trata disso. Julgo é que vocês são o oposto um do outro. Tu gostas do ambiente familiar e ela de reinar em sociedade.
    - Oh, o amor ultrapassa tudo. Não é o que costumas afirmar?
    - Sim mas quando ele é recíproco.

    A resposta (Sim mas quando ele é recíproco já é um quase sim a - Oh, o amor ultrapassa tudo. Não é o que costumas afirmar?

    Veremos se acertarei.

    Tudo bom te desejo com muita saúde e muita paz em tua vida.

    Bjos até sempre.

    ResponderEliminar
  45. Estou ansiosa por ver este desfecho.
    Beijo
    Marília

    ResponderEliminar
  46. .

    .

    . o amor é como um verso de uma qualquer poesia .

    .

    . sem ele . não há meio . entre qualquer princípio sem fim .

    .

    . um grande beijinho . Graça .

    .

    .

    ResponderEliminar
  47. Respostas
    1. Graça, escrevi errado seu nome...por isso deletei e reescrevi abaixo novo comentário.
      Desculpe-me.
      <3

      Eliminar
  48. Boa tarde amiga Graça!!!
    O amor...sempre nos surpreendendo...
    E como será o final...???
    Surpreendente...é claro!!!
    Tenha uma semana feliz e abençoada!!!
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderEliminar
  49. Querida amiga, quanta saudade de ti e desse espaço repleto de AMOR!
    Retornarei ainda para ler esse post, pois só voltei porque sou teimosa...tu me conheces!
    Mas estou muito, muitíssimo feliz em estar aqui! Abração carinhoso!

    ResponderEliminar
  50. Oi Graça, que maravilha de blog, escreve muito bem.
    Eu sempre torço para um casamento duradouro. E particularmente acho que um amor forte e verdadeiro não se acaba facilmente. Meus pais chegaram a fazer setenta anos de casados, com muito amor e cumplicidade. Mas temos que lutar para manter acesa esta chama, e ir regando com muito carinho a nossa plantinha, principalmente nesta época em que vivemos de tanta sensualidade.
    Voltarei sempre!
    Beijos
    Mariangela

    ResponderEliminar
  51. Vim te agradecer a linda interação por lá!Adorei e está no lugar! bjs, obrigadão! chica

    ResponderEliminar
  52. "Já não sei se é virtude ou masoquismo..."
    Personagens que saltam aos nossos olhos nos dramas e delicadezas da vida de casados. Não é fácil...mas é bom! [risos]
    Adorei, mas depois ainda volto para saborear a primeira parte.
    Beijinhos, Gracinha!!!

    ResponderEliminar
  53. E quem não gosta de um bom conto com uma pitada de romantismo? fico á espera da continuação...
    Bjs

    ResponderEliminar
  54. Graça, sou apreciadora atenta da palavra escrita. E que bem escreves!
    "Do outro lado do mundo..."? De onde?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  55. Oi Graça,
    Li 'viver de novo' e 'sempre o amor' e achei envolvente a narrativa.
    Voltarei pra ler a continuação...
    Tomara que Marta e Carlos, deixem de ser 'apenas bons amigos'.
    Bjs \o/

    ResponderEliminar
  56. Estou curiosa para ver como tudo isto termina.
    Beijo
    Guida

    ResponderEliminar
  57. Bom dia,querida Graça.
    Que bela escrita a sua. Fui ler o início da sua história e continuei aqui. Belíssima. O amor sempre é real em todas as circunstâncias.No casamento é perpetuado quando as duas almas se completam nesse amor puro. Nota dez. Sua escrita é muito coerente . Voltarei para saber o final. Tenha um lindo final de semana. Grande beijo!

    ResponderEliminar
  58. Graça, muita paz e um abraço...
    Obrigada pela visita...

    ResponderEliminar
  59. ... e continuo, também eu, a seguir esta deliciosa "trama", tentando não passar ao lado dos pensamentos e reflexões, pertinentes que, cuidadosamente, vais integrando nos diálogos!
    "O casamento é o poema da minha vida." - poderei estar enganado mas, arrisco, esta história vai continuar a ser um belíssimo "poema", Graça!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  60. Apesar de todos os desencantos,
    de todos os obstáculos, das dificuldades.
    ainda sim é preciso manter
    a esperança que vive em você!
    Estou passando para semear amor
    é tudo que sei fazer ,
    e tudo que posso fazer de melhor na minha vida.
    È semeando amor que cultivo amizade ..
    È semeando amor que encontraremos
    a paz tão sonhada
    Deus abençoe seu Domingo.
    E sua semana também.
    beijos e meu eterno carinho.
    Evanir.

    ResponderEliminar
  61. Creio que o amor comanda a vida, certo?

    Quanto ao teu comentário na fotografia dos Porsches, um dia, quam sabe, damos uma voltinha num... só para lhe tomar o gosto. :)

    Beijo !

    ResponderEliminar
  62. Vim espreitar se havia continuação. Monhé

    ResponderEliminar
  63. Από Ελλάδα
    χαιρετίσματα !!!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  64. Se deseja ler e encontrar paz e amor , visite este lindo blog. É o que eu faço com muito gosto!
    Bjs

    ResponderEliminar
  65. Obrigada Zé...és um Grande Amigo
    Beijo
    Graça

    ResponderEliminar
  66. O amor acontece de todo jeito...
    Beijo Lisette

    ResponderEliminar
  67. Que beleza de romance!
    Depois eu leio a segunda parte para saber como ficou a ida ao apartamento novo...
    Parabéns e um grande abraço

    ResponderEliminar
  68. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  69. Graça, lindo romance.

    Parabéns pela criatividade.
    Bjs

    ResponderEliminar
  70. Guardei os 2 links pra ler com calma, mas tenho certeza q vou gostar.
    Vim desejar um bom fim de semana e agradecer pelas visitas.
    Dia 24.06 haverá uma festinha de 3 anos no meu blog, vc está convidada! Bjs

    ResponderEliminar
  71. OI GRAÇA!
    AMIGA, ESTÁ BOM DEMAIS, CONSEGUISTE CAPTAR NOSSA TOTAL ATENÇÃO, NÃO SÓ COM A HISTÓRIA QUE É MUITO BOA, MAS TAMBÉM COM OS DIÁLOGOS QUE ESTÃO PERFEITOS.
    QUANDO PUBLICARES O RESTANTE ME AVISA QUE QUERO CONTINUAR LENDO. ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  72. Queria ser um anjo,
    Ter a bondade nas faces,
    A sabedoria no olhar,
    Saber sorrir, saber confortar,
    Saber entender os aflitos, saber ensinar.
    Ir ao encontro de todos, e a todos amar.
    Queria somente ser um anjo
    Que ama você e nada mais.
    Um abençoado final de semana.
    Beijos esses com todo carinho,
    e o maior amor desse mundo.
    PS..Perdoe pelo meu afastamento..
    Sou apenas do grupo rosa,
    não transmito dor transmito
    apenas amor.
    Evanir.

    ResponderEliminar
  73. Olá, Graça Pereira

    Tudo de bom, para você.
    E os meus desejos de um fim de semana, excelente.
    Que a luz do Sol, aqueça os seus sonhos, e que o Criador, abençoe, os seus desejos, para que eles despertem e se concretizem.
    Desejos meus, de Saúde sempre e Paz.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  74. Um enredo de uma história que nos capta, tal a vivacidade da narrativa.
    Ótimo Graça. Fica-se curiosa
    Beijinho

    ResponderEliminar
  75. Embora com muito atraso, Graça, cá estou para acompanhar esta tua excelente narrativa. onde hoje se destaca aquilo que, quem tem relacionamentos longos sabe muito bem. Não basta amar, mas é preciso muita compreensão, muito respeito pela individualidade de cada um e muito " cuidado " um com o outro a cada dia. Bem...poderemos até dizer que, se não houver isso não se pode afirmar que se ama, não é verdade? Amiga, estou a gostar muito e cá estarei para te acompanhar neste belo percurso da Marta e do seu amor agora transformado numa grande saudade. Beijinhos e boa semana
    Emília.

    ResponderEliminar



  76. Miguel18 de Junho de 2014 às 22:45

    Não é difícil apaixonarmo-nos por Itália. Aconteceu comigo...
    Vim para Portugal era quase um bebé, portanto não a conhecia. Voltei lá dez anos depois, e já ia apaixonado, só pelo que os meus pais me contavam.
    Em Itália é tudo bonito - as paisagens, os monumentos, as mulheres, a música...
    Estou a divertir-me, sim, apesar da tua inveja! :))))))))))))))))))))

    Um beijo

    AMANHÃ, DIA 24 DE JUNHO, APARECE NOVO POST.
    CONTO COM A TUA PRESENÇA.
    OBRIGADO DESDE JÁ.

    ResponderEliminar
  77. As coisas que passamos, são, por si mesmas, passado.
    Acreditar no amanhã é construir a Fé que nos catapulta para olhar o futuro.
    O optimismo é metade do caminho que não damos conta.
    Saber e conhecer o silêncio da Alma é fundamento adequado.
    Os lamentos e gemidos apenas alegram os que não nos querem bem.
    Ter Fé é... Acreditar.
    Eu creio!
    (Sol)
    A vida é o bem maior que Deus
    nos presenteou.
    Cabe a nós cuidar zelar
    do corpo ,alma e espirito.
    E nessa caminhada também
    cabe a mim: zelar das amizades
    linda que Deus me deu ,
    que estraram na minha vida
    para auxiliar na minha jornada.
    Para que meu fardo se torne mais leve
    vocês meus tesouros caminha ao meu lado sempre.
    Beijos de carinho e gratidão.
    Evanir.

    ResponderEliminar
  78. Bom de ler.
    Gostei demais do desfecho com aquela risada de crianças.
    É por aí a vida....

    ResponderEliminar
  79. Muito interessante........aguardo a outra parte da história...

    Abçs

    ResponderEliminar
  80. As relações amorosos nunca são lineares.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  81. Chegar aqui após 5 semanas de ausência dos blogues da Blogger e deparar
    com este seu conto foi maravilhoso. Desejo muito que esteja bem.
    Até finais de Agosto continuarei a não dispor de tempo para vir ao computador
    "é só de fugida" porque trouxe duas crianças da Irlanda que estão em m/casa
    até finais de Agosto e requerem-me o tempo todo.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  82. Minha querida Gracinha

    Estou voltando e quero agradecer o carinho e apoio que me incentivou a continuar.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  83. Olá, Graça
    Sempre o romance que encanta...
    bjo amigo

    ResponderEliminar
  84. Tive que voltar ao princípio, mas valeu bem a pena...
    Cumps

    ResponderEliminar
  85. Querida Graça,
    li com calma, o que foi possível apenas nesta madrugada brasileira.
    Interessante e prendeu-me a atenção.
    Grande beijo e ótimos dias!

    ResponderEliminar
  86. Graça,essa amizade ainda vai dar o que falar! Inspirado e interessante romance,vc escreve muito bem! Adorei ler! bjs e boa semana,

    ResponderEliminar
  87. Marta e Maria são inspiradoras. Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  88. Transformei o fel em mel
    As cousas colori
    Músicas lindas postei
    Até um post a vc dediquei
    e vc...............nos abandonou
    Buááááááááááááááá
    Viva La Vida

    ResponderEliminar
  89. Mais que uma mão estendida
    mais que um belo sorriso
    mais do que a alegria de dividir
    mais do que sonhar os mesmos sonhos
    ou doer as mesmas dores
    muito mais do que o silêncio que fala
    ou da voz que cala, para ouvir
    é, a amizade, o alimento
    que nos sacia a alma
    e nos é ofertado por alguém
    que crê em nós.
    Sua amizade e carinho mesmo
    que você não acredite me faz um bem
    enorme.
    Deus abençoe seu final de semana
    deixo aqui meu carinho e todo sentimento ,
    mais puro que trago na alma.
    Beijos no seu lindo coração.
    Evanir.

    ResponderEliminar
  90. COMUNICADO:
    TENHO ESTADO DOENTE
    04.07.2014

    Há cerca de cinco dias fui atacado por uma forte gripe, que mostrou intenções de invadir zonas do meu corpo que não lhe diziam respeito, nomeadamente a zona pulmonar.
    O médico que me tem assistido moveu-lhe guerra feroz, e da refrega saíram dois vencedores: o médico e eu.
    Hoje já tive autorização para me levantar duas ou três horas, e mal pus o pé fora da cama, corri – em sentido figurado, que as forças ainda não dão para correr – “corri” para o computador para estar um bocadinho convosco.
    Espero em breve estar são como um pêro…“Bravo de Esmolfe”– o mais doce do reino *perófico* (de pêro).
    Sei que a palavra não existe, acabei de a inventar… mas é gira, não é? 

    Miguel, o rei perófico

    (AQUI APARECE A FOTO DO REI, QUE POD VER NO BLOG)
    Beijos para as meninas e abraços para os meninos.
    Até breve, até sempre.
    P.S. O meu primo vai-me fazer o favor de levar este comunicado aos blogues amigos, para que não me esqueçam...
    Miguel

    ResponderEliminar
  91. Olá Graça,

    Um conto/romance muito envolvente e muito bem escrito. Parabéns!
    Li também o início (postagem anterior) para poder acompanhar melhor.
    Creio que Carlos logo envolverá o coração de Marta e que eles viverão um grande amor.
    Aguardemos...

    Beijo (Desculpe-me a demora em retornar, mas estou com minha mãe no CTI e pausei o blog). Ótimo domingo.

    ResponderEliminar
  92. Oi Graça agradeço a sua atenção para comigo , que tudo esteja em paz com vc e família, estava lendo as suas escritas muito linda, depois vou terminar. abraço de muita paz da amiga Celina,

    ResponderEliminar
  93. Que belo! Vivi cada palavra, cada momento desse seu belo conto feito em romance, me senti no lugar da Marta, vivenciando essa sua linda escrita. Desejo que o Carlos consiga transformar essa linda amizade num belo e terno romance.
    E vamos lá para o próximo e esperado capitulo.
    Beijos com carinho
    Marilene

    ResponderEliminar
  94. Olá Graça,
    Cá estou eu de volta, achei que leria mais um capitulo da linda história da Marta. Estou ansiosa por mais um capitulo, ou será que eu não o achei? Volto com certeza para ler o capitulo vindouro.
    Beijos com carinho
    Marilene

    ResponderEliminar