domingo, 18 de julho de 2010

Regresso



A areia escaldava queimando -me os pés… o pó acolhia-se nos meus olhos e a secura chegara ao meu coração!
Quanto tempo teria de caminhar? Curiosamente não havia pegadas e ninguém daria pelas minhas marcas…Só pó, areia fina que escorria pelos dedos sem deixar emoções… Afinal, eu escolhera o deserto para me encontrar e vestir-me de silêncio para me ouvir…Caminharia mesmo sozinha? Não via viva alma e o sol escondia-se por detrás das grandes dunas. Em breve cairia a noite e a temperatura baixava vertiginosamente…o vento frio trespassava-me a pele… Num movimento instintivo apressei-me a enrolar a alma para que não ficasse crestada pelo sopro do gelo. Aproveitando o calor do dia, enterrava-me na areia quente… olhei o céu e o segredo das distâncias daqueles milhares de pontinhos a que chamamos estrelas.
Lembrei-me de Saint –Exupéry no seu livro “ O Principezinho”… “É bem mais difícil julgarmo-nos a nós próprios do que aos outros”. Deixar-me-ia guiar pelas estrelas? Olhei-as devagar…
“Se calhar, as estrelas só estão iluminadas para que, um dia, cada um de nós possa encontrar a sua”. Iria encontrar a minha? E a minha fé? Aquela que me fazia subir dunas e mais dunas de areia? A fé não move montanhas mas ajuda a subi-las!


A grandeza de uma noite no deserto é…indescritível! Momento grandioso e belo. Em que, perdida de mim, esquecida da escuridão, só tive olhos para o espaço infinito… Eu, que passo agora tantos dias com os olhos presos ao chão, fiquei grata à minha debilidade que me obrigou a olhar o céu!
Compreendo agora porque o Senhor um dia escolheu o deserto para orar… era preciso percorrer um árduo caminho, sofrer os cardos da incompreensão a rasgar o espírito para depois seguir em frente. Infelizes daqueles que não sabem parar…Encontrarão alguma vez o seu caminho verdadeiro?
Há opções na vida e eu há muito tinha escolhido a minha… mas veio a cizânia cobrir tudo com dúvidas e tristeza… Recordei a voz de um amigo Jesuíta:” Não te demitas… és exemplo para muitos”. E eu? Não penso em mim? “Alguém já pensou em ti, há muito tempo”.
Sei que, sobre os meus passos, hão-de caminhar outros homens. Almas inquietas à procura de tantas respostas… Quero que nos meus sulcos, fiquem pegadas de amor para que outros possam caminhar com firmeza sem caírem no lodaçal do desespero e da solidão.
“ Tens andado alegre e feliz? Deus criou-te para a felicidade”. Meu Deus, como tenho esquecido os grandes profetas da minha vida?
No amanhecer de um novo dia, em tons de lilás por cima das dunas…vislumbrei muito ao longe dois pontinhos… Que seria aquilo? A falsa óptica tão falada dos desertos? O céu luminoso dava-me coragem para caminhar mais um pouco. À medida que avançava, descobria mais pontinhos…Estuguei o passo e descobri que não estava sozinha. Mais gente caminhava no mesmo sentido. Que procurariam? O mesmo que eu?
Quase perto, gritaram-me:
-Deixa-nos ser teus companheiros na estrada que trilhas mesmo sem sabermos ao certo qual o destino onde ela nos conduz.
Não, não queria fazer sentidos proibidos… Estendi as mãos!
-Vim como vós, para reflectir.
“O que embeleza o deserto, diz o principezinho, é que ele esconde um poço em qualquer lugar…” (Saint-Exupéry)
-Vamos juntos encontrar esse poço? Há quem pense que os desertos humanos são feitos de terrenos improdutivos… Como se enganam! Levaremos água fresca àqueles que têm sede e que não sabem como procurá-la…àqueles que não sabem perder para aprenderem a ganhar…aos que nunca se enganam…aos que nunca têm dúvidas…aos que pensam que podem ser felizes sozinhos… Quando nos perguntarem: Quem sois vós? Diremos:
-Somos aqueles que passaram pelo deserto!

Graça


76 comentários:

  1. "As pessoas crescidas têm sempre necessidade de explicações... Nunca compreendem nada sozinhas e é fatigante para as crianças estarem sempre a dar explicações."
    - Antoine de Saint-Exupéry

    ResponderEliminar
  2. Feliz pelo seu regresso,senti a sua falta.

    "Num mundo que se faz deserto, temos sede de encontrar um amigo."

    ( Saint-Exupéry )

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  3. O ser humano descobre-se a si mesmo quando se defronta com os obstáculos

    Antoine Saint-Exupéry

    ...embora sejam todos os caminhos
    repletos de obstáculos, a melhor
    viagem é aquela que fazemos para
    o deserto de nós mesmos.

    que lindo teu post de volta...

    um beijo, Graça querida!

    ResponderEliminar
  4. Graças a Deus! Não imagina o alívio que me traz saber que está de volta! Eu, por mim, nem de propósito, estou de partida para a Zambézia (dentro de duas semanas)... Vou trabalhar num hospital no Gilé. Um grande beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Regresso em pleno da nossa Graça refortalecida no seu estilo pessoa(l), transmitindo-nos que por mais árido e extenso que seja o deserto da nossa vida, devemos sempre nortear-nos pela expectativa de um oásis, surjindo a todo momento, para além do nosso horizonte imediatista.
    Bj amigo,
    J

    ResponderEliminar
  6. Oi Graça
    Bom que voltou, e voltou com esse texto maravilhoso para nos encantar. Realmente juntos conseguimos atravessar desertos e encontramos nosso caminho. Ninguém consegue viver isolado.
    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Graça
    Por vezes, fico feliz que tenha voltado. Todos precisamos de fazer a nossa travessia do deserto.
    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Querida GRAÇA!

    Que bom que voltou!!!...


    Beijs.HELENA

    ResponderEliminar
  9. eu fui um dos q passei pelo deserto
    eu diria q a vida ensinou-me que ainda tenho muito para somar e aprender até MORRER...
    bjinhos **

    ResponderEliminar
  10. Amiga graça!
    Boa noite, e seja bem-vinda, parabéns por essa travessia.

    beijinho,
    José.

    ResponderEliminar
  11. Bem-vinda!

    Traz-nos um texto delicioso!

    Obrigada!

    ResponderEliminar
  12. Olá Graça

    Voltaste!...É o que importa!

    Precisamos de ti...da tua suavidade...da tua amizade!

    Adorei o teu texto tão LÍMPIDO!

    Bjs.

    ResponderEliminar
  13. B R A V O !
    Um grande e maravilhoso texto. Encontrastes um norte também através da escrita. Metafórico e crítico.
    Parabéns, minha amiga e correspondete.
    Beijos

    ResponderEliminar
  14. Que texto lindo e emocionado! Gostei muito de lê-lo e mais ainda de tê-la aqui de volta, mais sábia, mais amorosa.
    beijos

    ResponderEliminar
  15. Boa noite Graça,
    já há bocado aqui tinha estado, fico feliz com o seu regresso, parece até que inconscientemente o pressenti.

    Quando conseguimos encontrar o nosso caminho, e, acima de tudo compreende-lo tornamo-nos pessoas mais ponderadas e compreensíveis.

    Beijinhos,
    Ana Martins
    Ave Sem Asas

    ResponderEliminar
  16. Oi menina,muito feliz com a sua volta!!
    Disse a flor para o pequeno príncipe: é preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas.
    E completo com mais uma frase de Antoine de Saint-Exupéry....
    "Para enxergar claro, bastar mudar a direção do olhar."
    Meu carinho,minha ternura e minha amizade..além mar.
    Sempre Emilinha

    ResponderEliminar
  17. oi Graça.
    gostei muito de te ver de volta, e também do novo visual.
    encontrar o norte nem sempre é fácil, por isso precissamos de companhia, de amigos de caminheiros do deserto, assim aprendemos a nos conhecer melhor e também aos que dividem a estrada conosco.
    palavras inspiradoras como sempre querida amiga.

    beijos e abraço.

    Rosan

    ResponderEliminar
  18. Maravilhoso texto.
    OBRIGADA.
    Abraço.
    alice

    ResponderEliminar
  19. Olá Graça Bem-Vinda:

    De volta e com um belo texto e uma linda imagem e ainda um novo visual, eis aqui uma alegria que dás a todos os teus amigos que já são muitos e sabem que aqui, está alguém de preciosa estimação.

    Não é em vão que se elaboram certas palavras a quem as merece, pois o tempo tudo nos dá a conhecer perante um ser humano que merece o carinho de todos nós.

    Bjos, felicidades e bom início e semana.

    ResponderEliminar
  20. fico tão feliz com o teu regresso! muito mesmo! já sentia a tua falta, mas achei-me egoista estar a dizê-lo, numa fase tão dificil!
    e acrescento, está muito mas muito mais lindo, aqui o teu espaço! beijo imenso!

    ResponderEliminar
  21. Minha querida Graça
    Estou feliz por voltar e com um texto soberbo, adorei.
    Espero que esteja tudo bem.

    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  22. Graça;

    Maravilhoso texto de Fé e de reconhecimento por Ele que mesmo sem deixar marcas nas árduas areias do deserto, sempre nos deixa indícios de que Ele está sempre presente.

    Obrigado por este belo testemunho.

    bjs, Graça.
    Osvaldo

    ResponderEliminar
  23. Mais do que passantes de um deserto, somos caminhantes, melhor, somos nós o proprio caminho perseguido...que seja ele sim cheio de descobertas e sonhos, de poços a desvendar...

    UM beijo para a menina.

    Erikah

    ResponderEliminar
  24. Texto esplendoroso, mesmo teu!! Esta é a Graça que eu conheci.
    Beijo amigo
    Teresa(Quelimane)

    ResponderEliminar
  25. Graça

    O "deserto" é o lugar em que aprendemos a nos olhar no espelho e nos compreender.

    Que bom que estás entre nós novamente. Sinta-se abraçada!

    Anne

    ResponderEliminar
  26. Bom ter você aqui outra vez! Estávamos sentinho muito a sua falta.
    Beijinhos
    Ceiça

    ResponderEliminar
  27. "Quem olha um relógio de areia vê a dissolução de um império."

    Que belo relógio construíste. Você nos dá nesgas da grandiosidade do império onde ele se esconde. Segue teu caminho e teus seguidores te acompanharão. Estou certo disso. Meus parabéns. Haja bem. Felicidades e beijos.

    ResponderEliminar
  28. Olá amiga Graça!

    Bem vinda!
    É sempre um enorme prazer ler-te!
    Encontrar o Norte é o desfio imposto a todos nós mas só alguns o encontram.
    Ainda bem que o encontraste.

    Gosto imenso do novo visual, está subtil e belo.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  29. Ô, que texto mais lindo!

    Seu pensamento cativa, Graça. Como a rosa, todos temos alguma beleza e muitos espinhos... Dependemos da redoma da palavra que alimenta, enfrenta e desvia os maus ventos.

    Muito feliz pelo seu regresso.

    Bjs, amiga, abraço apertado de muito boas-vindas, e inté!

    ResponderEliminar
  30. Minha Boa Amiga Graça,
    Já sentia a sua ausência, ainda bem que regressou e como o fez! Como sempre gostei do seu jeito... A propósito na Tulha tenho algo que é capaz de gostar pois fala de alguém que que teve de deixar a "sua terra" mas que a conseguiu refazer encontrando o norte noutro País.
    Um beijinho amigo.

    ResponderEliminar
  31. Ainda bem que não te demitiste, Graça. Ainda bem que encontraste o teu norte...ainda bem que resolveste voltar, ainda bem que estás aqui para que eu possa continuar a deliciar-me com os teus lindos textos. Todos nós temos necessidade de, quando em vez, fazer uma pausa...parar na encruzilhada, sentar e pensar em qual direcção seguir;às vezes demora,pensamos e não conseguimos decidir; temos que voltar atrás, escolher outro caminho e recomeçar; é isso...começar de novo as vezes que forem necessárias, mas nunca desistir. Obrigada, Graça, por não teres desistido deste teu cantinho. Aqui estarei de novo um dia destes. Um beijinho muito especial
    Emília Pinto

    ResponderEliminar
  32. Olá querida, te vi no blog da Elaine, e vim conhecer teu espaço...adorei...inteligentíssimo..e vou ter a honra de ser sua seguidora número 500. Beijocas (escrevi no meu blog Devaneios sobre a auto estima e o feminino tb, se puder de um passadinha)

    ResponderEliminar
  33. Minha amiga que bom que retornaste e mais uma vez nos brinda com lindas e sábias palavras!
    Um grande beijo

    ResponderEliminar
  34. "Não importa quão longa seja a noite, pois a manhã acaba por chegar sempre".

    ResponderEliminar
  35. Bom dia Graça.
    Passei hoje para dar-lhe um abraço pelo "Dia do Amigo".Existem pessoas que mesmo a distância passam a fazer parte da nossa vida,questão de empatia e gostar mesmo."Coração é terra que ninguém pisa".
    Amei o seu comentário..Obrigada!!
    BOM DIA AMIGA,se me permite chamá-la assim.
    Beijos no Nuno.
    Sempre Emilinha

    ResponderEliminar
  36. GRACINHA: não vou citar SAINT EXUPERY, mas estou feliz com o teu regresso. FAzes falta, amiga.
    BEIJINHO de
    Mª ELISA

    ResponderEliminar
  37. Ô Graça, que comentário mais lindo!

    Muito obrigada, querida!

    Bjs e inté!

    ResponderEliminar
  38. AMIZADE
    Não é receber, é dar.
    Não é magoar, é incentivar.
    Não é descrer, é crer.
    Não é criticar, é apoiar.
    Não é ofender, é compreender.
    Não é humilhar, é defender.
    Não é julgar, é aceitar.
    Não é esquecer, é perdoar.
    Amizade..
    É simplesmente AMAR.
    Feliz dia da amizade.

    ResponderEliminar
  39. OLÁ GRAÇA

    Ainda bem que já te encontraste e assim nós também te encontramos "Aqui"...

    É tão bom poder deliciar-me com os teus lindos textos.
    Como está a tua saúde?
    Melhorzinha?

    Eu ando-me a arrastar...em breve devo "cair" e parar por uns tempos, já não aguento.

    Obrigada, Graça, pela tua visita e palavras de carinho.

    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  40. Graça

    há textos que não têm réplica!

    são, na sua essência, tão puros, tão ricos, tão desprovidos de vaidade, tão profundos

    que acrescentar alguma coisa, parece-me sacrilégio

    saber que alguém já pensou em nós há muito tempo

    é ter a esperança sempre acesa e o coração aberto para as estrelas do céu, do mar e da terra

    e nesse luzeiro humano que encontraste

    tenho eu a certeza

    que te encontrei um dia!

    um beijo

    Manuela

    ResponderEliminar
  41. Parabéns Graça pelo ""Novo Visual"" !!!
    Foi um regresso em grande e o texto muito belo.
    Vir aqui transmite-me uma grande paz interior e ficava com pena se não voltasse a ler os seus posts.
    Obrigada. Um abraço forte Adélia

    ResponderEliminar
  42. Lindo a nova base ddo teu Blog. Lindo o texto que escrveste. Por vezes é necessºario atravessar um deserto para encontrar um novo norte.
    Sejas bem regressada a esta tua casa.
    Bj

    ps. Experimenta linkar o blog ao teu facebook.


    Rjorge Leite

    ResponderEliminar
  43. Oh, Preciosa Amiguinha:
    Quando escreve é como se sentisse ao lê-la uma autêntica e verdadeira festa de palavras de deslumbre.
    "...a enrolar a alma para que não ficasse crestada pelo sopro do gelo..."

    Que "coisa" mais admirável e soberba de encantar e maravilhar.
    Simplesmente, sublime. Divinal.
    Parabéns.
    Beijinhos agradecidos pela sua respeitada amizade que prezo imenso.
    A alusão ao "Princesinho" é notável.
    Na amior admiração e estima.
    Perplexo por tanto encanto seu...


    pena

    Excelente!
    Adorei.
    Bem-Haja, fabulosa escritora talentosa e genial.

    ResponderEliminar
  44. Com carinho e ternura...
    Pra você meu amigo...

    Que mesmo distante...
    Faz-se presente em meu coração...

    E nas esquinas da poesia...
    Vamos nos encontrando a cada dia...


    Feliz Dia do Amigo! Amo Vocee!!

    ResponderEliminar
  45. Olá Gracinha!!! :) É muito bom voltar a ler-te! :D Já tinha saudades!!! Ainda bem que o desencanto foi breve... ;) Beijinho grande

    ResponderEliminar
  46. Que bom este regresso, com novo visual, e o meu " Principezinho" já tão velhinho da quantidade de vezes que o folheio.
    Beijos

    Já estava com saudades destas leituras

    ResponderEliminar
  47. Olá amiguinha!
    Adorei este texto e os anteriores também, mas um pouco tristes.
    Tenho mil desculpas a pedir-te pela minha ausência!...
    Não fiques magoada comigo, por eu não estar tão presente, no teu cantinho.
    Este período é sempre complicado e com muito trabalho, mas já tinha pensado hoje fazer-te uma visita.
    Graça, "não esgotaste a tua magia", gosto muito de ti, e apesar de não te conhecer pessoalmente,
    fazes parte dos amigos que trago sempre no coração.
    Vou tentar estar mais presente, sinto em ti muita tristeza e não gosto!
    Jinhos grandes amiga e mais uma vez desculpa.

    ResponderEliminar
  48. O Amor nunca deverá ser responsabilizado por dores,perdas ou danos e tem amplos poderes para neutralizar todas as batalhas, sejam elas emocionais, familiares ou sociais...FELIZ DIA DO AMIGO,
    BOAS ENERGIAS!
    Beijos,
    Mari Amorim
    Brincando Com a Rima

    ResponderEliminar
  49. Oi Graça,
    Que bom que está de volta e, trazendo coisas lindas tiradas do seu coração.
    Bjs.
    Estela

    ResponderEliminar
  50. Graça minha querida
    Como é bom te ler.
    Sois enriquecida de pensamentos, de grafias prontas e singelas, na perfeição da escrita.
    Eu passaria a noite aqui te lendo. pefeita nos teus contos, nas tuas palavras, na tua forma de pensar e com muita precisão nas colocações...

    Minha amiga.
    Alcançar um amigo, é sentir a vida de frente
    Massagear sentimentos, abraçar a toda a gente
    Imprimir gestos e fotografias, na tela da mente
    Gostar sem porquês, uma razão que faz bem a gente
    Olhar-se por inteiro, amar sem proconceito e gritar para o mundo ouvir:
    Ser amigo é para sempre!

    Obrigado por ser minha amiga...

    Mta paz pra você

    Bjs

    Livinha

    ResponderEliminar
  51. PRA VOCE O MEU CARINHO

    Queria dizer que eu poderia pegar
    uma mensagem qualquer e te enviar, mas preferi colocar algumas palavras
    para VOCE que é a pessoa que me faz bem, esta presente nos meus dias
    bons e ruins e me faz companhia através dessa tela.

    Chorei com
    algumas histórias, chorei de tanto rir, fiquei triste com partidas, mas
    sou mto feliz com VOCE que me deixa fazer parte da sua vida e divide
    comigo seus momentos.

    Muito Obrigado por sua confiança, sua
    amizade...
    Receba sempre meu Respeito, Carinho e Atenção. Gosto mto
    de VOCE.

    FELIZ DIA DO AMIGO

    Bjo carinhoso..
    graça, lindo texto estou emocionada...

    ResponderEliminar
  52. Querida Graça
    Que bom te ver aqui de volta.
    Novamente tua alma se refaz e nos mostra o Grande Ser que tu és.
    Ler o teu post me ajuda muito no momento que estou vivendo.
    Agradeço o teu carinho e os comentários.
    Beijos
    Alzira

    ResponderEliminar
  53. Quem sois vós? Diremos:
    -Somos aqueles que passaram pelo blogue Zambeziana!

    Apeteceu-me deixar esta analogia pela beleza do teu texto e do novo visual...

    Beijo,
    António

    ResponderEliminar
  54. Amiga, sabedora que nunca irias nos deixar, não direi que voltaste. Aqui, sempre estarás!
    Os desertos que enfrentamos, apesar do suor e da sede são necessários. Cristo teve que se isolar e enfrentar sozinho seus inimigos interiores, saiu Vencedor e vive entre nós, pecadores, mas Ele assim optou e a todos ampara, sem exceções.
    Tu és vencedora, Graça, porque deténs a preciosa graça de ser você mesma, a mulher íntegra e grande intelectual de sempre.
    Tanto mais poderia ser dito, mas ontem foi o Dia do Amigo e para não deixá-lo passar em branco e porque te quero abraçar com muita ternura, digo-te: sou apenas uma das tuas centenas de amigas, mas sou e sinto-me agradecida por essa condição.
    Tá tudo lindo demais aqui e já estava antes!
    Beijos, milhões de beijos cheguem a ti!!!

    ResponderEliminar
  55. Querida.
    Quando uma poetisa valorosa como você entra em meu cantinho... é que ganhei meu dia com seu carinho.
    Assim vivem os loucos poetas. Cada palavra remonta um Estado de graça, como você hoje amiga "GRAÇA."
    Bjs deluz.
    Goretti

    ResponderEliminar
  56. Uma grata satisfação poder desfrutar dessa capacidade tão tua na narração... momento que não quis perder mas sim compartir...

    COMPARTIR

    Esa sensación de placer,
    cual perfume que de ello emana,
    cuando se comparte una frase,
    una idea o pensamiento
    Que no lo encarcele el tiempo:
    no vale arrinconar
    o guardar para si.
    Lo ideal es el poder compartir.
    Pero lo más importante
    tener con quien poder hacerlo,
    amigo, amiga, o amor;
    la satisfacción de sentir juntos,
    dejar fluir los sentimientos...
    El monólogo se torna "diálogo"... 

    La voz se siente perfumada,
    fruto de las emociones,
    en la prolongación con el otro;
    como brazos que se cruzan
    hasta formar un nudo: el abrazo.

    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  57. Querida amiga Graça!

    Muito obrigada pela tua amizade e carinho.
    Levo o teu adorável presente que ficará sempre comigo.
    Bem hajas.
    Beijinho terno,

    ResponderEliminar
  58. Que bom, minha querida que encontraste o teu norte, por vezes precisamos de um tempo no deserto da vida para nos encontrarmos, pensamos estar sozinhos mas existe sempre as asas do nosso anjo para nos proteger
    Bem vinda
    beijinhos

    ResponderEliminar
  59. Feliz Regresso amiga.
    Seu blog está muito lindo.
    Parabéns.

    Feliz DIA DO AMIGO PARA VC TAMBÉM.
    Amigo é todos os dias. São como as canções que ouvimos sempre.
    Leve o selinho Super para vc.

    És uma amiga muito especial.

    (Antiga oração inglesa)

    Arranje tempo para ser amigo
    É a estrada para a felicidade
    Arranje tempo para sonhar
    É seu vagão a uma estrela engatar...
    Arranje tempo para amar e ser amado
    É o privilégio dos deuses.
    Arranje tempo para olhar ao redor
    O dia é muito curto para ser egoísta.
    Arranje tempo para rir
    É a música da alma.

    Sandra
    Carinhosamente deixo o meu abraço.

    ResponderEliminar
  60. olá,madrinha,tudo bem?
    como sempre todas as suas palavras tem a sua orientação...beijinho

    ResponderEliminar
  61. Bom dia, Graça.

    Cheguei para o café trouxe os sequilhos, bolo de milho, lindo texto, como sempre encantador.
    Feliz com teu retorno e a saúde tudo bem?

    Beijo

    ResponderEliminar
  62. Oi
    Que bom que chegou trazendo a promessa
    de ficar para nos alegras com as suas
    palavras, esse blog está muito bonito.
    Beijos...
    Lúcia.

    ResponderEliminar
  63. Graça querida amiga, pessoa linda e estimada:
    Atravessei este deserto acompanhando tua descrição, encontrei por fim imensos oásis, tantos como os comentários maravilhosos de quem te quer tanto. E por último feliz pelo teu regresso que é pronuncio de conforto que se nos ia escapar.
    Bem-hajas, que bom ter-te de volta.
    Kandandos meus.

    ResponderEliminar
  64. Todas as coisas têm o seu mistério, e a poesia é o mistério de todas as coisas.

    (Frederico Garcia Lorca)


    Feliz dia!!Saudações poéticas M@ria

    ResponderEliminar
  65. Amiga Graça.Pensei junto contigo e por vezes temos de dar algumas voltas para encontrar o caminho,já aconteceu comigo e penso que com muitos.Agora que este atravessar chamado deserto" não será esse mas sim o do nosso interior que chama por nós em certos momentos.Ainda bem que estás junto de nós novamente e o caminho encontrado.
    Beijinho linda amiga Lisa

    ResponderEliminar
  66. belleza, mucha belleza y sensibilidad encuentro en tu jardín de pensamientos. Gracias


    Paco

    ResponderEliminar
  67. Também eu, Graça, passei por uma fase semelhante, de desencanto, de uma certa desesperança, tal como tu, também a sentir a necessidade de me encontrar, para não fugir mais de mim. São fases que temos e que tu tão bem retratas nesta travessia do deserto. Sabes como gosto da tua prosa, a falta que representa a ausência das tuas palavras, mesmo, muitas vezes, não te comentando, passo aqui muito do meu tempo no teu cantinho, no encanto da tua companhia.
    Beijo-te, Graça, querida, com muito afecto.
    Carlos

    ResponderEliminar
  68. Amei tua volta. Impossível ficar sem você e sem teus textos.Espero estar neste teu encontrar-se.

    beijo

    ResponderEliminar
  69. Seja muito bem vinda de volta, amiga,,,paz e carinho nesse novo caminho que recomeça...beijos de otimo final de semana.

    ResponderEliminar
  70. Querida Graça

    A alegria pelo teu regresso sobrepõe-se a tudo. Não me impede, contudo, de avaliar o teu texto que considero óptimo!
    Caminhar no deserto, por vezes abre-nos horizontes que nem sabíamos que existiam. E ajuda-nos a perceber os mananciais que temos dentro de nós esperando apenas que lhes abramos as comportas para poderem saciar tantos sequiosos que nos rodeiam.

    Estou muito feliz com o teu regresso. Beijinhos

    ResponderEliminar
  71. Hoje vou só deixar-te um beijinho, desejar-te um belo fim de semana e dar-te os parabéns pelo lindo visual do teu cantinho.Até breve, amiga!
    Emília

    ResponderEliminar
  72. Querida amiga, lindissimo texto como sempre.
    Ao longo do nosso percurso pela vida, temos por vezes de parar um pouco, desenhar novos horizontes e sonhos e depois recomeçar novamente o nosso caminho, agora com uma alma renovada.
    Seja bem vinda, amiga.
    É sempre um prazer enorme vir visitar o seu cantinho, é um local muito especial, onde o bom gosto e a qualidade estão sempre presentes, iluminando a alma de quem o visita.

    “Não devemos permitir que alguém saia da nossa presença sem se sentir melhor e mais feliz.”(Madre Teresa de Calcutá)

    Bjs do tamanho do infinito
    Maria

    ResponderEliminar
  73. Olá amiga, desculpe avisar em cima da hora, vim te convidar p/o niver de meu Blog que é hoje. O convite esta logo no inicio, conto c/sua presença neste dia especial p/mim! Beijos fique c/Deus.

    ResponderEliminar
  74. Ao passar por aqui desejo um bom fim de semana
    convido a seguir o meu blog.
    http://ardegaopassadopresente.blogspot.com/
    Um abraço deste amigo.

    ResponderEliminar
  75. Estimada e querida Graça, é com enorme prazer e contentamento que a vejo regressar aos blogues.
    Que esta pausa, tenha tido o poder de recuperação do cansaço e permita a continuidade de muitos e belos posts.

    Tem um lindo e belo fom de semana.
    Beijinho

    ResponderEliminar