terça-feira, 29 de setembro de 2009

Carta a Uma Praia - Zalala


Para lerem o texto cliquem na imagem e poderão vê-la com letra legível.


69 comentários:

  1. Oie, fiz um selinho pra vc entra no meu blog... ´´e simples, espero que goste...bjs

    ResponderEliminar
  2. É indelével esta memória de África!
    Eu sei o que é, embora a "minha" seja pequenina
    (Cabo Verde). A gente, horizonte, o cheiro, o clima, eu sei lá, saudade, que é como nós interpretamos estas coisas...

    Nota: Posso então contar com os seus sonhos (de abóbora) caso vença no Dragão?

    Beijinho
    João

    ResponderEliminar
  3. Amiga querida que bom que vc gostou, e ficou feliz.... te tenho um carinho muito grande, adorei ele no cantinho da sua pagina... bjs

    Mônica

    ResponderEliminar
  4. Graça

    que Graças possa dar à praia da sua vida
    onde experimentámos o azul do mar
    o cheiro a peixe grelhado no fogo
    e o outro fogo
    que nos aquece o coração
    apesar dos que partiram
    e dos que ficaram
    dos que amamos
    e nos amaram

    a Zalala, a praia


    Pudesse eu, ter vivido essa África!
    Obrigada por esses pedaços de Sol
    que com toda a generosidade nos entrega.

    Um beijo

    Manuela Baptista

    ResponderEliminar
  5. Manela:
    As tuas palavras lembram a brisa quente das noites do Zalala...Brandas, amigas e sinceras.
    Esses pedaços de sol, minha querida, são a minha única fortuna e sei que ninguém mos poderá tirar. Pudesse eu, com esse sol, fazer sonhar tanta gente e torná-los felizes ainda que, com farripas escondidas no meu coração. Um beijo muito amigo Graça

    ResponderEliminar
  6. Azul como a água do mar essses seus sentimentos .

    Beijo querida amiga.

    ResponderEliminar
  7. Mas que lindo Graça! adorei.
    Que saudades deves sentir...
    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Obrigado pela sua visita sempre carinhosa

    Tem coisas que acontecem na vida da gente que não tem explicação perdemos a chance de amar e sermos amados por medo, por "estar longe", por achar que as diferenças vão atrapalhar, ou a idade, mas esquecemos que um amor perdido jamais nos voltará e que a pior coisa no mundo é viver sem um amor."

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Princesa:
    Quem viveu um amor como eu vivi, nunca está só! Ele vive constantemente a meu lado. Olha-me com o mesmo carinho de sempre na outra dimensão onde agora está e diz-me nos salpicos das ondas da praia do Zalala (como se fosse ontem): Amo-te, miúda!
    Um beijo Graça

    ResponderEliminar
  10. Graça
    Que lindo é ter um amor desses para lembrar.
    Que lindo é ter amado e ter sido amada.
    Não tem nada que substitua isso!

    Belo texto cheio de sentimento...

    Beijos

    ResponderEliminar
  11. Olá Graça,

    Nas prais de Zalala
    nesse mar lá longe
    que esse amor embala
    até aos dias de hoje

    um beijinho,José

    ResponderEliminar
  12. Olá Graça.
    Mais um tema lindo.
    Adorei esta carta.
    Nela relatas, um misto de sentimentos e vivências, que são afinal,retalhos da tua vida.
    A paixão que pões em cada frase, em cada palavra...
    Só tu...Graça...
    Jinhos amiga e uma óptima semana

    ResponderEliminar
  13. Querida amiga Graça, aqui você traduz poeticamente toda a emoção contida em sua 'saudosa canção'. Com toda certeza preenche com muito lirismo a nossa emoção.
    É o Zambeziana sempre surpreendendo.
    Um beijo!

    ResponderEliminar
  14. Graça
    Deixei porque sabia que ias gostar.
    foi mesmo um miminho para ti...

    Africa não tem palavras...


    beijos

    ResponderEliminar
  15. Graça que ternura existe nesse seu coração onde guarda as mais belas recordações dessa praia onde pelos vistos foi tão feliz.E que saudade da terra que lhe é tão querida.Se tem oportunidade visite-a vezes sem conta e saboreie esse sol maravilhoso. Bjs amiga.

    ResponderEliminar
  16. O mar, sempre belo...
    seja calmo ou revolto tem beleza...
    eu também quero dormir na areia e apreciar as estelas...
    um privilégio de poucos...
    Beijo

    ResponderEliminar
  17. Bom dia Gracita :)

    Quanto amor outrora vivido, e quanta saudade desse amor, sempre presente....... e quanto bonito é esse teu coração.Continua sempre assim, não mudes nunca, minha amiga.

    Beijinho terno

    Norberto

    ResponderEliminar
  18. Antes de mais, Graça, obrigada pela visita ao Começar de novo.Essas saudades que sentes da tua parai eu entendo muito bem...; é bom termos esse sentimento..., é sinal de que vivemos bons momentos e de que fomos felizes; eu sinto isso em relação ao meu Brasil onde vivi 14 anos, onde comecei a minha vida e onde fui mãe. Vou lá muitas vezes, pois os meus pais e irmão continuam lá. Revivo todos os lugares, todos os cheiros, todos os encantos. Voltarei cá para te visitar e espero que o começar de novo conte com o teu apoio. Até breve, amiga e um beijinho. Parabéns! Gostei muito do texto

    Emília

    ResponderEliminar
  19. Olá !

    A praia de Zalala, também foi uma das praias que frequentei na minha adolescência.Lembro-me de partilharmos esse mar e essas areias juntas , com os nossos amigos.
    Gostaria de lá voltar com o meu "rouxinol", privativo.

    Um beijo

    Regina

    ResponderEliminar
  20. Bom dia, Graça.

    Aqui são 8:30, e vou tomar meu café mas antes resolvi visitar você.

    Beijo amiga.

    Renata

    ResponderEliminar
  21. OI Graça bom dia, kkkk adorei as suas dicas, vc podia me mandar uma fotos para eu ver no meu email monica_duraes@yahoo.com.br, quanto ao euro se não me engano esta R$3,10 mais que o real, e os comentarios não tem problema fiz com carinho se vc gostou não me importo se as pessoas não comentaram, kkk... Na verdade me mandam mais email do que comentarios... não esquece das fotos..
    beijinhos
    Mônica

    ResponderEliminar
  22. belas palavras,que pena que onde moro não tem praia,previlégio de poucos apreciar bela paisagem...belas palavras parabéns...

    ResponderEliminar
  23. Olá!
    Já sabes o que penso sobre o que escreves e como isso me toca.
    Não vou comentar,portanto,este post.
    Seria fastidioso.
    Agora,o que posso dizer é que deves ser uma pessoa apaixonada.Pelo menos assim te imagino cada vez mais.
    Vives entre o passado e o sonho,do qual ainda não desististe.
    Vives no carreiro mágico,ao fundo,junto à arvore da Lua.

    Um beijo..

    POTT

    ResponderEliminar
  24. Olá Graça!!! Adoro a tua escrita, mas sinto que sofres.... Há muita poesia na tua prosa. Muitos Beijinhos. Tátá

    ResponderEliminar
  25. Amor e saudade em doses perfeitas num comovente e belo texto ...
    Adorei!

    Um beijo

    ResponderEliminar
  26. Olá

    Peço desculpa, mas venho recordar-lhe o seguinte:

    quero-lhe dizer que amanhã - 5ª feira - dia 1 de Outubro será o último dia que a exposição está patente ao público durante as horas normais de expediente, mas também até às 23h, porque a colectividade tem um Bar que está aberto todo o dia e pedindo ao Sr. do Bar ele deixa entrar para ver a exposição no Salão Nobre que fica no 2º andar.
    O bar está no patamar do 1º andar.
    Uma amiga minha esteve agora mesmo a combinar isso comigo, vai lá amanhá a seguir ao jantar.
    PORQUE na 6ª feira - dia 2/Outubro vou de Lisboa para o Porto com a finalidade de desmanchar a exposição a seguir ao almoço.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  27. Tem um Selinho Primavera esperando por vc lá blog, espero q aceite...ofereço à vc com muito carinho.

    bjos!

    ResponderEliminar
  28. Olá Graça bom dia:

    Muito linda esta carta a uma praia que, com um texto bem gracioso e de saudade, deixa sempre bem vincado numa pessoa a saudade daqueles lugares tão belos.

    Quero agradecer-te o apoio no teu comentário deixado no meu blog sobre uma pessoa que invadindo o meu blog sem motivo qualquer, deixou bem à vista aquilo que ela é.

    Nunca até hoje ninguém me apareceu no meu blog contestando-o por qualquer motivo mas, como este mundo está cheio de gente perversa e maldosa que só vive para isto eis o motivo de tal coisa aparecer por lá.

    Enfim, é o mundo em que vivemos onde certas pessoas nem sequer são dignas da água que bebem.

    Bjos, felicidades e um dia feliz te desjo.

    ResponderEliminar
  29. Tulipa:
    Com muita pena minha não poderei estar no último dia da tua exposição, por razões particulares inadiáveis.Só mesmo por este mitivi não irei ver as tuas lindas fotografias. Talvez as possa ver num livro que pubiques brevemente.De todo o coração, desejo-te as maiores felicidades do mundo. Um beijo Graça

    ResponderEliminar
  30. Aqui-Ali-Acolá:
    Sei que estas coisas nos incomodam, principalmente quando não nos metemos com ninguém.Mas infelizmente nem todos pensam assim. Ninguém obriga ninguém a ler os blogs que por aí proliferam. Se não gostam, não mexam, deixe ficar- como diz a canção de Pedro Barroso.
    Muda a página do livro e continua. Um bj Graça

    ResponderEliminar
  31. Essas memórias africanas que tantas vezes ouvi a amiga recordar...
    Aquelas pinturas na parede do seu gabinete!
    Com saudade... um dos seus "filhos"...

    Um beijo do tamango do mundo!

    ASS: Diferente

    ResponderEliminar
  32. Graça

    vim aqui molhar os pés na sua praia e pôr o nariz ao sol

    beijos

    Manuela Baptista

    ResponderEliminar
  33. MUNHAMADE DISSE:

    ZALALA que faz parte do teu património sentimental mais íntimo.
    PALANE, INHANGULUI, e principalmente MUNDIMO da nossa infância feliz e despreocupada... Mas sabias, que durante aqueles poentes incendiados, tendo como fundo sonoro o rumorejar das palmeiras, o arrulhar dolente e triste das rolas e o badalar como toques a finados dos chocalhos do gado que regressava do pastoreio, eu sentia já as saudades que agora sinto?...
    Beijocas.

    ResponderEliminar
  34. Graça;

    Que sorte têm as areias da praia de Zalala por terem sido pisadas por pés de um corpo que exalavam o amor que sentiam por suas areias e águas...

    Graça, é emocionante o amor que sempre demonstras por Moçambique... Ficaria feliz de saber que a terra sente o mesmo amor porquem morre de amores por ela.

    bjs, Graça
    Osvaldo

    ResponderEliminar
  35. Diferente
    Fiquei feliz de ter um dos meus "filhos" a seguir-me. E é alguem que me conhece bem...até descreve a decoreção do meu gabinete?! Mas qual "deles"? Jorge? Gustavo? Ou um dos outros que passava por lá, para " dois dedos" de conversa? Fiquei intrigada mas... foi a melhor coisa que hoje me aconteceu!! Um beijo grande Graça

    ResponderEliminar
  36. Munhamade
    Que coisa tão linda e fidedigna que escreveste! Era assim mesmo: á noitinha quando regressávamos do Mundimo, já vinhamos roídos de saudades...
    Um beijo Migá

    ResponderEliminar
  37. Graça, que texto delicioso e tão bela descrição.

    Eu que não conheço África, fiquei a imaginar essa maravilhosa praia.

    Um beijo

    Carmo

    ResponderEliminar
  38. Essa praia em Moçambique - a beleza da tua descrição, das palavras suspensas nessa brisa fina da manhã...
    Um beijo
    Chris

    ResponderEliminar
  39. Nice to be in your site,
    anyway, could you exchange link?
    Here is my site:
    http://www.bkhmer.com/news/
    I hope you could do it to share more friendship
    Any way, it is an honor if you could link my site in your site in bloglist.
    Please let me khnow if you link me at http://www.bkhmer.com/news/
    My best regards,
    Bkhmer

    ResponderEliminar
  40. Oi, Graça!

    Seja bem-vinda ao Multivias! Nós já estamos em sua lista, estamos lhe seguindo!

    Texto e imagem que nos fazem também sonhar! Deu vontade de mergulhar nesse mar, de andar nessa praia de areia quente...

    Uma boa noite!
    Luísa

    ResponderEliminar
  41. Boa noite, minha querida Graça.

    Hoje meu dia foi um tanto complicado. Mas assim é a vida. Eu sempre digo que vim para aprender e Manuela me tem ensinado muito, o texto do mar veio por estar me sentindo um tanto chateada.

    Beijos e vou preparar o chá e desejar ter teus sonhos.

    ResponderEliminar
  42. Minha doce e cara amiga,

    Que belo e profundo texto, as vezes quando bate essa saudade, destes momentos que nós vem a lembrança de algo ou algum lugar onde felizes fomos, saí assim palavras tão profundas que nós leva de volta algum tempo,lugar...
    adorei ler este texto por que tambem sou saudosista.
    beijocass,e fim de semana de paz pra voce.
    big bjs.

    ResponderEliminar
  43. Olá, Graça, meu bem!
    Igualmente para ti um óptimo fim de semana, e aquela inspiração com que sempre nos extasias com textos tão belos!
    Um beijo do coração.

    Carlos

    ResponderEliminar
  44. Mergulhar no passado, com sensibilidade e mestria (como tão bem sabe fazer) é um prazer refinado.

    Parabéns!

    ResponderEliminar
  45. _________________________________________

    Que sorte a sua de ter vivido um grande amor em um lugar como esse!

    Beijos de luz e o meu carinho, Graça...

    ___________________________________________

    ResponderEliminar
  46. Graça

    Hoje venho aqui deixar um bocadinho de verde, só para animar!

    Quem é que aceita uma salada para o jantar?

    Um beijo

    Manuela Baptista

    ResponderEliminar
  47. Belo texto!
    Anónimo decente...

    ResponderEliminar
  48. Que carta maravilhosa. Fascinante de ternura e beleza. Encanto.
    Como a "praia" ficou feliz...
    Excelente e divinal, como sempre.
    Que carinho manifesto em sensibilidade adorável e perfeita.
    Sempre a tê-la no maior respeito e admiração.
    Beijinhos amigos, pelo seu génio criativo e comunicativo que adoro.

    pena

    Um talento literário ímpar.
    Parabéns sinceros.
    MUITO OBRIGADO pela sua amizade. É uma honra grandiosa.

    ResponderEliminar
  49. Graça. Passo a você, com todo carinho o selo “Esse blog é show. Beijos.

    ResponderEliminar
  50. Cara Amiga.

    Passei por que se não vier até Zambeziana, fico sentido que perdi algo muito importante. E com certeza quando aqui chego fico feliz.

    Beijos
    Renata Vasconcello

    ResponderEliminar
  51. Um beijinho e um bom fim de semana, graça.Até breve!
    Emília

    ResponderEliminar
  52. Graça, poderia jurar que já tinha enviado um comentário a este texto , mas não devo, pois ele não está aqui :) Mas já o li há dias e escrevi de imediato um comentário, só que entretanto devo me ter esquecido das letras ou algo semelhante ( é a idade..rrsss).
    Adorei o texto! De facto, há locais que nos ficam para sempre na pele...e nos sentidos... exactamente como um grande amor...
    um grande beijo

    ResponderEliminar
  53. Gracita

    Olá. Zalala é nome de praia, olá se é. E de Moçambque. Eu sou mais Angola porque vivi lá oito anos e tenho o nosso terceiro e último «rabento» (que vai entrar nos entas com grande gozo dos irmãos...) natural de Luanda, com a ilha e o Mussulo - que também é nome de praia. Bonito, este teu post.

    Olha, querida Amiga. Vais te um desafio lá na Travessa. Espero que colabores. Obrigado pela visita ao Senhor Juiz e pelo acolhimento que vais dar à proposta...

    Qjs

    ResponderEliminar
  54. Olá amiga.
    Passei para te desejar um excelente fim de semana.
    Jinhos grandes

    ResponderEliminar
  55. Graça
    Por aqui ando
    com verde ... com pradaria...
    com Esperança
    De tarde fui a correr a Mafamude pois morreu o marido de uma amiga minha.
    estou um pouco abalada pois a vida de repente não é nada...

    agora deixo o meu carinho
    o meu selo e um beijinhoooooooo

    ResponderEliminar
  56. Passos felizes e emocionados
    Estes que hoje principiei!!!

    Amei teu cantinho, minha Linda...
    E o seguirei n'um sorriso só!!!

    Final de semana Maravilhoso pra ti, viu!!!
    Iza

    ResponderEliminar
  57. Graça querida, mergulhei nessa praia maravilhosa, voltei à tona e deitei-me na areia para apreciar a Lua e as estrelas.
    Amo o mar e amei seu post!!!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  58. Que texto lindo, maravilhoso!
    beijo, ótimo final de semana

    ResponderEliminar
  59. Graça. essa Emília que assina em cima não sou eu...
    Você recebeu um email que mandei para vc?
    Estou esperando a resposta.Obrigada pelos comentários que têm deixado em meu blog.Vc é mesmo um amor.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  60. Emilia Maria
    Afinal, quantas Emilias há? Não importa, esta Emilia Maria é mui simpática...sim recebi um email e vou responder-te adequadamente. Para ti um beijão muito grande Graça

    ResponderEliminar
  61. Texto de uma ousadia bonita, Graça.

    Tenha um bom sábado.
    Continuemos...

    ResponderEliminar
  62. Venho, não apenas agradecer, mas sobretudo desejar igualmente um bom fim semana prolongado. Desde que dê para descansar, e há muitas maneiras de o fazer, é que conta.

    Obrigado. Fiquei muito feliz e sensibilizado pela mensagem :) Obrigado mesmo.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  63. Querida Graça

    Venho aqui deixar um recado do Jaime, porque isto de escrever num blog e responder no outro às vezes já me baralha...

    e passo a trancrever:

    "Se me fizeres o favor diz à Graça Pereira que se me meti com ela foi por causa de ter falado em covil ...!

    Para mim, covil pedia lobo ou loba, não sei, até posso estar enganado!

    Seja como for, agora que sei que a Graça, afinal, é Leoa, até fico mais descansado ...

    Saberá Ela que, por afinidade, também o sou!?

    Manda-Lhe um beijinho da minha parte, um beijinho e um rosnar sonante, tipo Metro Golden Mayer!!!


    Jaime Latino Ferreira
    Estoril, 3 de Outubro de 2009"

    Boa noite e um beijinho

    Manuela Baptista

    ResponderEliminar
  64. Oá Graça, é a primeira vez que visito seu bog, gostei desta carta cheia de saudades e dos outros textos que li. Voltarei.Beijos

    ResponderEliminar
  65. É possível ter saudade de uma coisa que nunca conhecemos??? Para mim é... As tuas palavras tornam tudo muito real e as emoções vêm todas ao cimo!!! :) Beijo grande Graça

    ResponderEliminar
  66. Bom dia, amiga.

    Hoje é domingo, costumo dizer que não gosto muito, acho o dia mais triste da semana, sei que é o primeiro dia e assim chega com boas perspectivas, mas ainda assim não gosto (risos). Hoje vou ler "A cidade do sol" Khaled Hosseini, acabei de ler o "Menino do Pijama Listrado" triste demais, e já começo outro com conflitos sociais, um drama. Contudo a vida sem essas coisas não faz sentindo.

    Beijo do outro lado do mar, da sua amiga,

    Renata

    ResponderEliminar
  67. Graça,
    Isso é mais que um mar de água, são ondas de amor que te acolhiam em marolas dançantes e tu ali te sentias "viva", pelana de amor.

    Esta praia deve contar muitas histórias desse teu tempo de juventude.

    Gosto muito de vir aqui, pois ouço esse sotaque dos meus antepassados e é como se estivesse mais pertinhos daqueles que quero bem aí deste lado do oceano.
    Saudades de Portugal.
    Beijos
    Vou atrás da receita para copiá-la.
    San

    ResponderEliminar
  68. Graça! As palavras suspensas da respiração e da saudade,de um país chamado África! Tantos a sonharam,outros a odiaram,mas quem gostou dela fala com esta sensibilidade e amor,gostei muito. Agradço a visita ao blog,e já adicionei,não se deve importar?.
    Beijinho e tudo de bom. Lisa

    ResponderEliminar
  69. Olá Graça!
    Mas que saudades desta praia lindíssima e que poema lhe dedicás-te... Amei e vieram-me as lágrimas aos olhos, bigado por partilhares connosco!
    Beijoquitas grandes e bom fim de semana
    Helena

    ResponderEliminar